Bolsonaro diz que vai indicar ministro “terrivelmente evangélico” para o STF

Marcelo Camargo / ABr

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (10/07) que indicará um ministro evangélico para o Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo Bolsonaro, o “resgate dos valores familiares” deve estar presente em todos os poderes do país.

“O Estado é laico, mas somos cristãos e, entre as duas vagas que terei direito a indicar para o STF, um será terrivelmente evangélico”, disse, durante sua participação em um culto da bancada evangélica na Câmara dos Deputados.

O presidente ainda elogiou a bancada evangélica, afirmando que, apesar das críticas, ela tem um “superávit enorme” junto à sociedade brasileira.

“A força do Executivo e do Legislativo juntos é inimaginável, ainda mais tendo paz e Deus no coração”, afirmou. “Com todas as críticas que porventura vocês [membros da bancada evangélica] sofram, no final das contas, o saldo é muito positivo para todos os brasileiros, inclusive para aqueles que têm outras religiões”, completou.

“Vocês sabem o quanto a família sofreu nos últimos governos. Vocês foram decisivos na busca da inflexão do resgate dos valores familiares”, disse. “Quantos tentam nos deixar de lado dizendo que o Estado é laico. O Estado é laico mas nós somos cristãos. Ou para plagiar a minha querida Damares, nós somos terrivelmente cristãos“, disse, em referência à declaração da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves.

No mês passado, ao criticar a decisão do STF de enquadrar a homofobia como um crime na legislação de combate ao racismo, Bolsonaro já havia sugerido a indicação de um evangélico para a Corte. A indicação de ministros do STF é uma atribuição do presidente da República. Após a indicação, ela precisa ser aprovada pelo Senado.

Até 2022, Bolsonaro poderá indicar nomes para pelo menos duas vagas, que serão aberta com a aposentadoria compulsória dos ministros Marco Aurélio e Celso de Mello, que terão completado 75 anos

Em maio, Bolsonaro chegou a afirmar que havia reservado uma das vagas a Sergio Moro, seu ministro da Justiça, que deixou o Judiciário para assumir a vaga no governo. Na fala, Bolsonaro afirmou que havia formado um “compromisso” com Moro. “Eu falei: a primeira vaga que tiver lá, vai estar à sua disposição”, disse na ocasião.

Pouco depois, no entanto, Bolsonaro voltou atrás e negou a existência de algum acordo e disse que estava apenas buscando alguém com o perfil do ex-juiz .

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Netanyahu é indiciado por corrupção pela Justiça israelense

A Justiça de Israel acusou nesta quinta-feira (21) o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, por uma série de crimes de corrupção, aprofundando ainda mais a crise política no país. O procurador-geral israelense, Avichai Mandelblit, indiciou o …

Processo de impeachment contra Trump deixa Ucrânia em posição difícil

Em meio a inquérito nos EUA, presidente Zelensky se vê num dilema: se confirmar pressão de Washington, perde a boa vontade de Trump. Se desmentir, arrisca fechar a porta para uma futura Casa Branca sob …

Caso Marielle: Moro defende Bolsonaro e fala em 'fraude' para envolver nome do presidente

  O ministro da Justiça, Sergio Moro, defendeu nesta quinta-feira o presidente Jair Bolsonaro (PSL), cujo nome nas últimas semanas esteve vinculado ao assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do seu motorista, no Rio de …

Príncipe Andrew vira centro de escândalo sexual

O príncipe Andrew do Reino Unido comunicou nesta quarta-feira (20/11) que decidiu se afastar da vida pública após o agravamento da controvérsia em torno de seu envolvimento com o milionário americano Jeffrey Epstein, acusado de …

Brasil é o maior hub de fintech da América Latina

O Brasil é o maior país da América Latina — tanto em massa quanto em população — e ocupa uma posição influente no cenário global. Depois dos Estados Unidos, o Brasil lidera a lista do …

Entomólogo dos EUA acredita ter identificado fósseis de insetos em Marte

O entomólogo William Romoser, professor emérito da Universidade de Ohio (EUA), analisou fotos captadas por rovers da NASA em Marte e afirma ter achado nelas fósseis de insetos. Romoser analisou detalhadamente estruturas parecidas a abelhas, bem …

China se irrita com decisão americana sobre Hong Kong e convoca diplomata

Pequim convocou nesta quarta-feira (20) um diplomata do alto escalão dos Estados Unidos após a adoção na terça-feira (19), pelo Senado americano, de um texto que apoia os "direitos humanos e democracia" em Hong Kong. Os …

Porteiro que citou Bolsonaro no caso Marielle recua em novo depoimento

O porteiro que citou o presidente Jair Bolsonaro nas investigações sobre a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista, Anderson Gomes, depôs nesta terça-feira (19/11) à Polícia Federal e recuou da versão que havia …

Anistia Internacional denuncia mais de 100 mortes em protestos no Irã

ONG relata uso de munição real contra manifestantes e diz que total de mortos pode ser ainda maior. Presidente e líder supremo dizem que país teve êxito ao lidar com distúrbios provocados por inimigos externos. A …

Áustria decide sobre polêmica do destino da casa onde nasceu Hitler

Por enquanto, parece ter se encerrado a polêmica sobre qual destino dar à residência onde nasceu Adolf Hitler. O edifício, que fica na Áustria, se tornará uma delegacia de polícia, segundo anunciou o governo austríaco …