Musk apresenta o primeiro túnel futurista da Boring Company

A Boring Company, do multimilionário da tecnologia Elon Musk, apresentou esta semana em Los Angeles, nos Estados Unidos, a primeira fração de um projeto de mobilidade subterrânea baseado em túneis de baixo custo. O objetivo passa por oferecer caminhos alternativos de alta velocidade. 

A primeira seção do túnel mede cerca de 1.800 metros e une as sedes da Boring Company e da SpaceX, a empresa de voos espaciais de Elon Musk, localizada na cidade de Hawthorne, perto de Los Angeles.

“Para mim, foi um momento eureka, foi um ‘isso vai funcionar muito bem”, disse Musk à agência de notícias AP depois da viagem inaugural, acrescentando que é apenas um protótipo e que os sistemas serão melhorados para tornar as viagens mais eficientes.

Inicialmente, o modelo da Boring Company tinha sido projeto para que o carro ficasse sobre uma plataforma que se deslocaria no túnel, mas agora o CEO da Tesla apresentou um sistema reinventado para o transporte subterrâneo.

De acordo com o vídeo de apresentação, o novo modelo funciona com um sistema de “rodas guias” retrátil, assegurando que o carro percorra o “atalho” subterrâneo no trajeto certo.

Esse dispositivo, “pequeno, mas muito importante”, como explicou Musk, é instalado no carro, sendo utilizado quando necessário, ou seja, no túnel subterrâneo. Quando o veículo circula em uma estrada normal na superfície, o sistema de rodas é retraído, ficando totalmente invisível sob o carro.

O dispositivo, que chegará ao mercado por 200 ou 300 dólares, poderá ser implementado em qualquer carro elétrico autônomo, não sendo exclusivo dos modelos da Tesla. Musk revelou ainda que os carros poderão atingir velocidades de cerca de 240 quilômetros por hora e fazer viagens mais “suaves”.

A viagem de demonstração, que Musk considerou ser um momento “épico”, atingiu os 64 quilômetros por hora, velocidade consideravelmente inferior àquela que o projeto deverá permitir no futuro, mas, ainda assim, conseguiu percorrer em três minutos os quase dois quilômetros de percurso.

No fundo, qualquer veículo elétrico poderá usufruir dos túneis subterrâneos desde que esteja equipado com o sistema de rodas guias. A Pplware avança ainda que os carros poderão ainda ser agrupados em uma espécie de “trem”, viajando de forma unida como se tratasse de uma caravana.

Para Musk, o projeto é o primeiro passo para o desenvolvimento de uma rede subterrânea de alta velocidade, capaz de transportar veículos, mas também pedestres e ciclistas. Para finalizar o projeto, estimou o multimilionário, seriam necessários 1 bilhão de dólares. Até o momento, foram investidos 10 milhões.

Fundada em 2016, a Boring Company é talvez uma das empresas menos conhecidas de Elon Musk. O projeto, que visa materializar uma espécie de “metrô para carros“, está ainda em fase de testes, havendo só uma fração do túnel concluída como protótipo. Contudo o multimilionário espera alargar sua rede subterrânea em breve, construindo infraestruturas semelhantes.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Apple quer proibir lançamento de livro que revela segredos comerciais da empresa

O livro alemão App Store Confidential, de Tom Sadowski, é uma publicação temida pela Apple. Isso porque o autor foi o líder de desenvolvimento da loja de aplicativos da Gigante de Cupertino na Alemanha, Áustria …

Chineses acusam governo de usar epidemia de coronavírus para prender dissidentes

No momento em que a China enfrenta a epidemia do COVID-19 que já causou 2 mil mortes e infectou 74 mil pessoas no país, o mundo se pergunta se a crise reforça ou, pelo …

Suíça quer devolver dinheiro ganho com tráfico de escravizados para as Américas

O horror do tráfico de pessoas escravizadas entre os séculos XVI e XIX para os EUA, Caribe, América Latina e principalmente o Brasil teve mais responsáveis do que nos dita a história. E a Suíça …

Reino Unido pós-Brexit fecha portas para imigrantes pouco qualificados

No Reino Unido pós-Brexit, os estrangeiros que quiserem obter um visto de trabalho no país vão ter que provar muitas habilidades. Os candidatos receberão pontos de acordo com seu nível de inglês, diploma e profissão …

Síria realiza primeiro voo comercial entre Damasco e Aleppo desde 2013

Diretores de aeroportos da Síria mencionam o trabalho realizado no aeroporto de Aleppo para permitir o feito, realizado graças à vitória do Exército sírio e esforço dos operários. A Síria realizou seu primeiro voo comercial em …

Mudanças climáticas ameaçam futuro das crianças do mundo, diz ONU

Estudo de Nações Unidas, Unicef e revista 'The Lancet' aponta ações de sustentabilidade insuficientes. Países ricos fracassam em prover meio ambiente favorável, apesar de melhor ponto de partida. Países de todo o mundo estão fracassando em …

Bug no sistema do McDonald's forneceu lanches de graça sem limite de quantidade

Imagine você poder realizar quantos pedidos quiser no McDonald's e não ter que arcar com um só centavo para isso. Bem, essa mamata virtual era o que vinha acontecendo no sistema da multinacional de fast-food …

Governo chinês está até "queimando" dinheiro para combater o coronavírus

A briga do governo chinês contra o Covid-19 (também conhecido como "novo coronavírus") tem colocado diversos órgãos governamentais em alerta, e o governo da China parece não poupar esforços para conter a proliferação da doença …

Maior organização de escoteiros dos EUA declara falência após processos de abuso sexual

O grupo Boys Scouts of America, principal movimento de escoteiros dos Estados Unidos, apresentou um pedido de falência nesta terça-feira (18), em um esforço para salvaguardar as indenizações às vítimas de abuso sexual, afirma um …

Ações humanas alteram dispersão de sementes na Amazônia, aponta estudo

Análise de mais de 26 mil árvores demonstra que atividades como queimadas e desmatamento abalam o equilíbrio entre fauna e flora. Com degradação, restam animais pequenos na floresta, que espalham sementes menores. Quando se fala em …