Boris Johnson pede eleições antecipadas no Reino Unido

BackBoris2012 / Flickr

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, Boris Johnson

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson pediu na quinta-feira eleições antecipadas para o parlamento britânico em 12 de dezembro para tentar tirar o Brexit do impasse, uma votação que ainda precisa do apoio da oposição trabalhista. Para especialistas, ele simula controlar a situação e tenta fazer chantagem política com eurodeputados.

Se o Parlamento “quiser mais tempo para estudar a lei sobre o acordo do Brexit concluído com Bruxelas”, eles (os deputados, sic) podem tê-la, “mas devem aprovar as eleições legislativas de 12 de dezembro”, disse o premiê em entrevista à imprensa local, uma semana após a data planejada para a saída do bloco.

Boris Johnson foi forçado a pedir um adiamento do Brexit por três meses para a União Europeia (EU). Os líderes europeus devem dar sua resposta nos próximos dias. No momento, os 27 não concordam com a duração do adiamento: alguns países como a Irlanda pedem 31 de janeiro, outros como a França querem um relatório mais curto, outros não têm posição.

O primeiro-ministro britânico está em um impasse. Ele queria deixar a União Europeia em 31 de outubro, o que não acontecerá, e espera que Bruxelas dê ao Reino Unido um adiamento do Brexit na sexta-feira, provavelmente até o final de janeiro.

Ao propor aos parlamentares que debatam seu acordo e sua lei do Brexit até 6 de novembro, seis dias a mais do que o esperado, apenas se concordarem com uma pesquisa antecipada, Boris Johnson está envolvido em chantagem política, segundo especialistas.

Acima de tudo, Johnson não tem o poder convocar uma eleição, lembra a correspondente da RFI em Londres, Muriel Delcroix. Cabe ao Parlamento decidir por votação e deve obter dois terços dos votos, enquanto o líder perdeu a maioria.

Ao tomar essa iniciativa altamente divulgada, Boris Johnson finge controlar a situação e recuperar o controle dos eurodeputados para tentar fazê-los esquecer que está prestes a trair sua promessa repetida de deixar a União Europeia em exatamente uma semana.

Adiamento possível

Os embaixadores dos 27 membros do bloco devem se reunir novamente em Bruxelas na sexta-feira, e “o mais provável” é que recomendem aos chefes de Estado que aceitem um adiamento de três meses, segundo um diplomata europeu.

A pergunta poderia ser debatida no fim de semana pelos líderes e a resposta poderia chegar na segunda-feira, segundo esta fonte. A ideia é decidir por escrito, mas se as divergências persistirem, os europeus não descartam uma nova cúpula na próxima semana para decidir.

Segundo a futura presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, a probabilidade de a União Europeia aceitar um adiamento adicional da data de saída do Reino Unido “parece muito boa”.

O ministro britânico encarregado das Relações com o Parlamento, Jacob Rees-Mogg, declarou perante os deputados que eles poderiam tomar uma decisão na segunda-feira sobre a realização de uma eleição antecipada.

Logo após o apelo de Boris Johnson, o Parlamento aprovou por 310 votos (294 contra) sua agenda política, conforme descrito no discurso da rainha Elizabeth II, em 14 de outubro.

O líder conservador, no entanto, perdeu a maioria absoluta ao longo das semanas, depois de excluir cerca de 20 deputados que votaram contra ele, e perdeu o apoio do pequeno partido sindicalista DUP, contra o seu acordo para o Brexit.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Asteroide passará perto da Terra a 27.000 km/h na sexta-feira, alerta NASA

Um grande corpo celeste está se movendo na direção da Terra e chegará ao ponto mais próximo do nosso planeta nesta sexta-feira (6). De acordo com as estimativas da NASA, o asteroide 2019 WR3 mede entre …

Mensagem misteriosa pintada em urso polar na Rússia alarma pesquisadores

Imagens compartilhadas por perfis russos nas redes sociais com um urso polar pintado em spray com o símbolo "T-34" ter alarmado especialistas. Eles advertem que a pintura — cujas circunstâncias ainda não foram identificadas — pode …

Experimento deve provar que microgravidade inibe crescimento de tumores

De onde estiver, Stephen Hawking segue presente na ciência, e seus últimos conselhos devem render uma descoberta para lá de impressionante (e revolucionária). Em conversa com um pesquisador da Austrália, o gênio da física falou sobre …

Justiça absolve Lula e Dilma no caso "quadrilhão do PT"

Juiz que analisou caso afirma que denúncia apresentada por Rodrigo Janot contra cúpula do PT em 2017 foi tentativa de "criminalizar a atividade política". Ministério Público pediu absolvição dos réus em outubro. A Justiça Federal do …

Chineses ativam o primeiro radiotelescópio posicionado no lado afastado da Lua

Um experimento que levou mais de um ano para ser concluído no lado afastado da Lua finalmente está em funcionamento. Não está ainda 100%, mas o Netherlands-China Low-Frequency Explorer (NCLE) já consegue captar sinais de …

"Vão ter que mudar", diz Greta sobre Bolsonaro e Trump em retorno à Europa

A ativista chegou em Lisboa na tarde desta terça-feira (3), 21 dias depois de sair dos EUA a bordo de um veleiro. A jovem sueca retorna à Europa para participar da COP 25, a conferência …

Museu decide comprar apenas obras de mulheres por um ano por reparação histórica

Para se transformar a velha normalidade repleta de preconceitos, violências e desigualdades embutidas é preciso atitudes efetivas e concretamente transformadoras. Da mesma forma que a dívida histórica racial deve ser reparada não somente no discurso, mas …

Black Friday no Brasil superou a dos EUA nos apps de compras, segundo estudo

Neste ano, a Black Friday fez a sua marca entre as compras dos brasileiros. O próprio Canaltech fez uma cobertura muito especial em torno da Black Friday deste ano.Importada dos EUA, a tradição está mesmo …

Para acalmar a crise, presidente chileno propõe ajuda de R$ 520 para 1 milhão de famílias

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, propôs nesta terça-feira (3) a criação de um bônus de 100.000 pesos chilenos (cerca de R$ 520), que serão distribuídos para 1,3 milhão de famílias. O objetivo da medida, …

Anvisa dá aval à venda de maconha medicinal em farmácias

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta terça-feira (03/12) um novo marco regulatório para o registro e venda de produtos à base de cannabis em farmácias no país, tornando o Brasil a nação …