Brasil sai da ‘lista vermelha’ da Covid-19 no Reino Unido

O governo britânico removeu, nesta quinta-feira (7), o Brasil e outros 46 países e territórios da sua “lista vermelha” de restrições a viagens internacionais devido à Covid-19. A partir de agora apenas sete países continuam nesse patamar, todos localizados na América Latina e no Caribe.

“Estamos facilitando a reunião de famílias e entes queridos ao reduzir significativamente o número de destinos na lista vermelha, em parte graças ao aumento dos esforços de vacinação em todo o mundo”, disse o ministro dos Transportes, Grant Shapps. Entre os 47 países e territórios que serão libertados desta restrição na próxima segunda-feira estão todo o resto da região, da Argentina ao México, passando pelo Brasil ou Cuba.

Dessa forma, as pessoas totalmente vacinadas no âmbito de um programa nacional reconhecido pelo Reino Unido que chegam dessas origens não terão mais que apresentar um teste de Covid-19 negativo antes do embarque, ou realizar dois testes de PCR na chegada à Inglaterra. Em vez disso, a realização de um teste de antígeno, muito mais acessível, realizado no segundo dia de sua estadia, será suficiente.

Aqueles que não forem vacinados, ou o programa em seu país não for reconhecido por Londres, continuarão tendo que se isolar em casa por 10 dias e realizar os dois PCRs obrigatórios.

Como parte de uma simplificação das viagens internacionais sob forte pressão dos setores de turismo e aéreo, duramente atingidos pela pandemia, o Reino Unido reconhece regularmente as vacinações realizadas em mais partes do mundo. Assim, a partir de segunda-feira, os britânicos aceitação como válidas as vacinas em 37 novos países que incluem Brasil, Chile e Colômbia, entre outros como Hong Kong, Índia, África do Sul e Turquia.

Sete países continuam esperando

A partir do dia 11 de outubro, apenas as viagens para a Inglaterra da Colômbia, Equador, Haiti, República Dominicana, Panamá, Peru e Venezuela continuarão sendo exclusivamente limitadas a cidadãos e residentes britânicos.

Os viajantes desses países ainda terão que passar por 10 dias de quarentena obrigatória em hotéis designados pelo governo, mas pagos do próprio bolso, com um custo de 1.750 libras (cerca de R$ 13 mil) por pessoa.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …