Buracos negros supermaciços se alimentam de medusas cósmicas

Colaboração ESO/GASP

Uma “galáxia medusa” observada com o VLT (Very Large Telescope) do ESO

Observações de “galáxias medusas” obtidas com o VLT (Very Large Telescope) do ESO revelaram um modo que não se sabia anteriormente para alimentar buracos negros.

Parece que o mecanismo que produz os tentáculos de gás e as estrelas recém-nascidas que dão o nome curioso a este tipo de galáxias, também tornam possível que o gás chegue às regiões centrais das galáxias, alimentando o buraco negro que se esconde no centro de cada uma delas e fazendo com que brilhem intensamente. Os resultados foram divulgados na revista Nature.

Uma equipe liderada por astrônomos italianos utilizou o instrumento MUSE (Multi-Unit Spectroscopic Explorer) acoplado ao VLT, instalado no Observatório do Paranal do ESO, no Chile, para estudar como o gás é arrancado das galáxias.

A equipe focou no exemplo extremo de galáxias em formato de medusa, situadas em enxames galáticos próximos e assim chamadas devido aos “tentáculos” de matéria notavelmente longos, que se estendem por dezenas de milhares de anos-luz para além dos discos galáticos.

Os tentáculos das galáxias medusas são produzidos em enxames de galáxias por um processo chamado varrimento por pressão dinâmica.

Sua interação gravitacional mútua faz com que as galáxias caiam a alta velocidade nos enxames de galáxias, onde encontram um gás quente e denso que atua como um poderoso vento, retirando caudas de gás dos discos galáticos e dando origem a intensa formação estelar no seio das galáxias.

Foi descoberto que seis das sete galáxias medusas do estudo abrigam um buraco negro supermaciço no centro, que se alimenta do gás circundante. Esta fração de galáxias é inesperadamente alta — normalmente, esta fração é inferior a uma em cada dez.

“Esta forte ligação entre o varrimento por pressão dinâmica e buracos negros ativos não foi prevista nem assinalada anteriormente. Parece que o buraco negro central está a ser alimentado porque uma parte do gás, em vez de ser removido, está a chegar ao centro da galáxia”, disse a chefe da equipe Bianca Poggianti do INAF – Observatório Astronômico de Pádua, na Itália.

Yara Jaffé, bolsista do ESO que contribuiu para o artigo, explica a importância deste resultado: “As observações MUSE sugerem um novo mecanismo, que direciona o gás para a vizinhança do buraco negro. Este resultado é importante porque nos fornece uma nova peça do quebra-cabeças das ligações, ainda pouco compreendidas, entre buracos negros supermaciços e suas galáxias hospedeiras.”

As observações fazem parte de um estudo muito mais extenso, com muito mais galáxias medusas, que decorre atualmente.

“Quando estiver completo, este estudo vai revelar quantas galáxias ricas em gás que entram nos enxames, e quais, atravessam um período de atividade aumentada nos seus centros,” conclui Poggianti.

“Um quebra-cabeças de longa data em astronomia tem sido compreender como as galáxias se formam e mudam no nosso Universo em expansão e evolução. As galáxias medusas são a chave para compreendermos a evolução galática, uma vez que são observadas em plena transformação drástica”, destaca.

C // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Otan tenta exibir união, enquanto líderes são flagrados falando de Trump

Chefes de Estado e de Governo de 29 países participaram nesta quarta-feira (4) do segundo dia da cúpula de aniversário de 70 anos da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), em Watford, nos arredores …

Radar aéreo descobre um navio viking em uma fazenda

Um estudo do Instituto Norueguês de Pesquisa do Patrimônio Cultural (NIKU) descobriu um navio viking em uma fazenda usando radar aéreo. O achado foi uma surpresa e um golpe de sorte, uma vez que este local …

Casamentos entre pessoas do mesmo sexo saltam 61,7% no Brasil

O número de casamentos realizados entre pessoas do mesmo sexo em 2018 aumentou 61,7% em relação ao ano anterior, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (04/12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com …

Uber do entulho te ajuda a descartar resíduos corretamente

O lixo é definitivamente um problema contemporâneo de dimensões globais – e não só a qualidade, o material ou o destino desse lixo, mas também a forma de descarta-lo. Dos 387 quilos de resíduos que o …

Asteroide passará perto da Terra a 27.000 km/h na sexta-feira, alerta NASA

Um grande corpo celeste está se movendo na direção da Terra e chegará ao ponto mais próximo do nosso planeta nesta sexta-feira (6). De acordo com as estimativas da NASA, o asteroide 2019 WR3 mede entre …

Mensagem misteriosa pintada em urso polar na Rússia alarma pesquisadores

Imagens compartilhadas por perfis russos nas redes sociais com um urso polar pintado em spray com o símbolo "T-34" ter alarmado especialistas. Eles advertem que a pintura — cujas circunstâncias ainda não foram identificadas — pode …

Experimento deve provar que microgravidade inibe crescimento de tumores

De onde estiver, Stephen Hawking segue presente na ciência, e seus últimos conselhos devem render uma descoberta para lá de impressionante (e revolucionária). Em conversa com um pesquisador da Austrália, o gênio da física falou sobre …

Justiça absolve Lula e Dilma no caso "quadrilhão do PT"

Juiz que analisou caso afirma que denúncia apresentada por Rodrigo Janot contra cúpula do PT em 2017 foi tentativa de "criminalizar a atividade política". Ministério Público pediu absolvição dos réus em outubro. A Justiça Federal do …

Chineses ativam o primeiro radiotelescópio posicionado no lado afastado da Lua

Um experimento que levou mais de um ano para ser concluído no lado afastado da Lua finalmente está em funcionamento. Não está ainda 100%, mas o Netherlands-China Low-Frequency Explorer (NCLE) já consegue captar sinais de …

"Vão ter que mudar", diz Greta sobre Bolsonaro e Trump em retorno à Europa

A ativista chegou em Lisboa na tarde desta terça-feira (3), 21 dias depois de sair dos EUA a bordo de um veleiro. A jovem sueca retorna à Europa para participar da COP 25, a conferência …