George Bush pai ajudou criança filipina por dez anos em segredo, revelam cartas

Kimmo Mäntylä / EPA

George H.W. Bush, 41º presidente norte-americano, pai do 43º

Por trás da assinatura “George Walker” nas cartas enviadas a um menino filipino, ninguém desconfiou que estava o 41º presidente dos Estados Unidos, George H. W. Bush.

Após a morte do republicano, em novembro, uma instituição de caridade revelou que George Bush se correspondeu secretamente por dez anos com uma criança a quem ajudava financeiramente – contribuindo nos custos da educação e alimentação.

O menino, Timothy, tinha sete anos quando começou a receber a ajuda e só descobriu a identidade de seu patrocinador aos 17, quando deixou o programa conduzido pela Compassion International. Bush morreu aos 94 anos.

A organização revelou o conteúdo de algumas das cartas para o jornal americano Colorado Springs Gazette e mais tarde para a CNN. “Querido Timothy, quero ser seu novo amigo”, disse Bush em sua primeira carta em 2002, usando o pseudônimo – uma combinação de seus primeiro e terceiro nomes.

“Sou um homem velho, de 77 anos de idade, mas eu amo crianças; e, embora não tenhamos nos conhecido, eu já te amo. Moro no Texas. Vou te escrever de tempos em tempos. Boa sorte”, escreveu.

“Você já ouviu falar da Casa Branca?”

A Compassion International é uma instituição humanitária e cristã que ajuda crianças que vivem na pobreza. O ex-presidente soube pela primeira vez do programa de patrocínio infantil em 2001, durante um concerto de Natal em Washington, capital dos EUA.

Acredita-se que sua identidade tenha sido mantida em segredo por preocupações de que Timothy ficasse sob os holofotes se descobrissem a real identidade de seu mentor.

Mas isso não impediu que Bush deixasse pistas nas cartas, segundo o ex-presidente da entidade, Wess Stafford, que leu todas as correspondências. “Ele era conhecido por gostar de fazer truques”, disse Stafford à BBC.

“Timothy, você já ouviu falar na Casa Branca? É onde o presidente dos EUA vive. Tenho que ir à Casa Branca na época do Natal. Aqui está um pequeno livreto que peguei lá”, o patrocinador escreveu em uma de suas cartas.

Até mesmo a família de Bush só ficou sabendo destas trocas secretas anos depois, segundo Stafford. O representante da identidade conheceu o filho de Bush, George – também ex-presidente dos Estados Unidos -, e sua esposa Laura em um jantar em 2008 e contou sobre a ajuda. “George [W. Bush] parou por um momento e disse: ‘Sim, isso soa como meu pai. Laura chorou”, lembra Stafford.

Além das cartas, o ex-presidente também enviou presentes, incluindo materiais para produção artística.

Bush também recebeu mensagens de volta. “Obrigado por não me esquecer. Você é tão legal e bom”, disse Timothy em uma carta.

Quando o garoto ficou sabendo quem era seu mentor, disse que se tratava de uma informação capaz de mudar a vida. No entanto, a caridade não conseguiu falar com o filipino desde então.

“Amo que um dos homens mais poderosos do mundo, sem qualquer alarde, tenha procurado uma das crianças mais pobres do mundo. Tenho a sensação de que ele fez muitas coisas boas das quais não sabemos e muitas coisas sobre as quais nunca saberemos”, conclui Stafford.

Ciberia // BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Preso pai de família que vivia isolada na Holanda

Ex-membro de culto de 67 anos viveu quase uma década recluso, com os seis filhos, numa zona rural. Polícia suspeita privação de liberdade. Antes fora detido um austríaco, presumível locatário do sítio. Está detido o pai …

"É muito provável que haja verdadeiros análogos da Terra", afirma novo estudo

Um novo método de análise geoquímica de planetas distantes sugere que os muitos exoplanetas semelhantes à Terra podem existir fora do Sistema Solar, de acordo com pesquisa. Há um traço comum entre rochas de asteroides, ou …

Equipe 100% feminina vai para o espaço pela primeira vez na história da NASA

As astronautas norte-americanas Christina Koch e Jessica Meir deixaram juntas nesta sexta-feira (18) a Estação Espacial Internacional (ISS) para fazer um reparo de controladores de energia, marcando a primeira vez em seis décadas da história …

Tratamento para tuberculose é recorde, mas 3 milhões não têm acesso

Em 2018, o número de pessoas que receberam tratamento para a tuberculose bateu um recorde histórico em grande parte devido a uma melhor detecção e diagnóstico da doença. Em todo o mundo, sete milhões de pessoas …

"Blob": o que é a misteriosa criatura com 720 sexos e sem cérebro

Ele não tem boca, estômago, olhos, tampouco pode detectar ou digerir alimentos. Também não tem braços ou pernas, mas consegue se locomover — e, em um único dia, dobrar de tamanho. É capaz de aprender e …

Planalto suspende indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada nos EUA

Desgaste político e crise entre clã Bolsonaro e PSL minam nomeação do filho do presidente, que dificilmente seria aprovada pelo Senado. Caso ocorre após batalha pela liderança da legenda na Câmara. O Palácio do Planalto decidiu …

EUA aplicam tarifas punitivas sobre produtos da UE

Após aval da OMC, entram em vigor aumentos tarifários de 10% e 25%, afetando 7,5 bilhões de dólares em produtos do bloco europeu. Bruxelas poderá retaliar com sanções. As autoridades de comércio dos Estados Unidos confirmaram …

Polícia libera filho do chefe do narcotráfico El Chapo depois de emboscada

Alvos de uma violenta represália dos narcotraficantes, os policiais mexicanos foram obrigados a soltar Ovidio Guzmán López, um dos filhos do célebre El Chapo, do cartel de Sinaloa, pouco depois de prendê-lo, nesta quinta-feira (17) …

Pesquisa identifica quais as preferências musicais em cada região do Brasil

Ainda que a cultura brasileira tenha o hábito de importar, no bom e no mal sentido, tudo que pode de países estrangeiros – em especial dos EUA e alguns países da Europa – na hora …

Estudo descobre que humanos têm capacidade de regeneração como a salamandra

Infelizmente, seres humanos não podem se dar ao luxo de perder nenhum pedacinho do corpo, porque todos são insubstituíveis. Ou talvez não. Um estudo da Universidade Duke (EUA) descobriu que somos muito melhores em regenerar cartilagem …