Cabelo grisalho está ligado a maior risco de doença cardíaca em homens

De acordo com um novo estudo da Universidade do Cairo, no Egito, o cabelo grisalho está associado a um risco aumentado de doença cardíaca em homens.

“O envelhecimento é um fator de risco coronariano inevitável e está associado a sinais dermatológicos que poderiam sinalizar aumento do risco. Mais pesquisas são necessárias sobre esses sinais, que nos permitam intervir mais cedo na prevenção de doenças”, disse a cardiologista Dra. Irini Samuel.

Aterosclerose e cabelos grisalhos compartilham mecanismos semelhantes, como reparo de DNA danificado, estresse oxidativo, inflamação, alterações hormonais e senescência de células funcionais.

Logo, o objetivo do estudo era avaliar a prevalência de cabelos grisalhos em pacientes com doença arterial coronariana, e se isso era um marcador de risco independente da doença.

A pesquisa

O estudo incluiu 545 homens submetidos a angiografia coronária por tomografia computadorizada por suspeita de doença arterial coronariana. Os pacientes foram divididos em subgrupos de acordo com a presença ou ausência de doença arterial coronariana e a quantidade de cabelo cinza ou branco.

A quantidade de cabelos grisalhos foi graduada usando uma pontuação de branqueamento: 1 = cabelo preto puro, 2 = mais preto do que branco, 3 = tão preto quanto branco, 4 = mais branco que preto e 5 = branco puro. A classificação de cada paciente foi determinada por dois observadores independentes.

Também foram coletados dados sobre fatores de risco cardiovasculares tradicionais, incluindo hipertensão, diabetes, tabagismo, dislipidemia e histórico familiar de doença arterial coronariana.

Resultados

Os pesquisadores descobriram que uma alta pontuação de branqueamento do cabelo (grau 3 ou mais) estava associada com um aumento do risco de doença arterial coronariana, independentemente da idade e fatores de risco cardiovascular tradicionais.

Pacientes com doença arterial coronária apresentaram mais cabelo branco e maior calcificação coronariana do que aqueles sem condições cardíacas.

A idade, a pontuação de clareamento capilar, a hipertensão e a dislipidemia foram todos preditores independentes da presença de doença arterial coronariana. Somente a idade foi um preditor independente de branqueamento do cabelo.

“A aterosclerose e cabelos grisalhos ocorrem através de caminhos biológicos semelhantes e a incidência de ambos aumenta com a idade. Nossas descobertas sugerem que, independentemente da idade cronológica, cabelo grisalho indica idade biológica e poderia ser um sinal de alerta de risco cardiovascular aumentado”, concluiu a Dra. Samuel.

No futuro

Estudos adicionais são necessários para aprender mais sobre os fatores genéticos causais e possíveis fatores ambientais evitáveis nesta ligação, bem como para confirmar a associação entre cabelos grisalhos e doenças cardiovasculares em pacientes sem outros fatores de risco cardiovasculares conhecidos.

Se os novos achados forem confirmados, a avaliação de cabelos grisalhos poderia ser usada como um preditor de doença cardíaca, junto com outros fatores.

Pacientes assintomáticos em alto risco de doença arterial coronariana devem fazer check-ups regulares para evitar eventos cardíacos precoces, então é importante que os homens saibam que muito cabelo branco pode ser um indicador de risco.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Novo estudo aponta Uber e Lyft como responsáveis por aumento de 70% da poluição

Um novo estudo divulgado pela Union of Concerned Scientists nesta terça-feira (25) afirma que as viagens feitas em carros de apps como o Uber e o Lyft foram responsáveis por um aumento de 69% nos …

Brasil tem primeiro teste positivo para coronavírus

Pela primeira vez, o teste em um paciente no Brasil deu positivo para o novo coronavírus causador da doença Covid-19. Segundo divulgou o Ministério da Saúde nesta terça-feira (25/02), trata-se de um homem de 61 …

Tese diz que ‘Parasita’ se inspirou em filme de Sérgio Mallandro e assusta por coerência

E se toda a inspiração do mago do cinema Bong Joon Ho viesse das grandes pérolas do nosso cinema dos anos 90? O diretor e roteirista de parasita já se declarou um fã da sétima …

Cientistas: a primeira vida alienígena que encontrarmos provavelmente será inteligente

Segundo cientistas do SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence), é mais provável que encontremos evidências de vida extraterrestre inteligente antes de encontrarmos microrganismos aliens, por exemplo. Por quê? Se você costuma ler notícias sobre a busca científica …

'Marte está vivo': sonda da NASA registra sismos no Planeta Vermelho

Os resultados dos primeiros 10 meses de observações da sonda InSight da NASA em Marte conseguiram revelar que o Planeta Vermelho é um mundo sismicamente ativo. "Marte está vivo", comentou a missão InSight no Twitter, acrescentando …

Brasileiro cria app para ajudar conterrâneos imigrantes nos Estados Unidos

Mudar-se para outro país pode ser uma das experiências mais desafiadoras até mesmo para quem tem conhecimento da língua e da região onde vai morar. Contudo, isso pode ficar mais fácil com uma ajudinha de …

Em visita à Índia, Trump é homenageado em evento “Namaste Trump”

O presidente americano Donald Trump e o primeiro-ministro indiano Narendra Modi celebraram, nesta segunda-feira, um comício para 100.000 pessoas em um estádio de críquete. O evento, chamado de “Namaste Trump”, é considerado o momento …

Harvey Weinstein é condenado por estupro e abuso sexual

O ex-produtor de cinema Harvey Weinstein foi condenado pelos crimes de estupro e abuso sexual por um tribunal em Nova York nesta segunda-feira (24/02) – um marco para o movimento #MeToo, que inspirou mulheres a …

Barbie apresenta coleção inspirada nos Jogos Olímpicos

Os Jogos Olímpicos de Tokyo 2020 já estão batendo na porta. Além de novas modalidades como Baseball, Softball, Surfe, Escalada, Karatê e Skate, novos produtos licenciados do maior evento esportivo de todo o mundo já …

Pesquisadores usam inteligência artificial para descobrir novo antibiótico

Um time de pesquisadores do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT) descobriu, por meio da inteligência artificial, um novo tipo de antibiótico, após um poderoso algoritmo analisar por vários dias mais de 100 milhões de compostos …