Camelos são apontados como possível vetor da próxima pandemia

A falta de práticas preventivas nas diversas frentes que determinam a gravidade da atual pandemia revela-se hoje como um agravante fundamental para se compreender a terrível realidade atual imposta pela Covid-19.

Enquanto ainda tentamos começar a realmente resolver o problema da pandemia do novo coronavírus, por isso é tão importante o trabalho de cientistas que hoje trabalham para antever o quadro que pode nos levar à próxima pandemia: e um dos maiores temores de tais especialistas é o camelo, animal criado aos milhões entre seres humanos em regiões da África, Ásia e Oriente Médio, e que carrega um outro coronavírus que até aqui se mostrou 10 vezes mais letal que a Covid-19.

Estima-se que 75% das doenças que podem provocar uma pandemia tem sua origem em animais, e mais de 1,2 mil novas doenças do tipo já foram identificadas – o quadro, porém, é abismal: pesquisas sugerem que existem 700 mil doenças desconhecidas.

É nesse cenário que o camelo se impõe como especial ameaça, por conta da imensa quantidade de animais que convivem diretamente com populações humanas, e também por seu próprio comportamento: o temperamento arredio da espécie dificulta as pesquisas científicas e expõe ainda mais as pessoas ao redor – segundo pesquisadores, o camelo tem por hábito agredir, cuspir e urinar em quem tenta, por exemplo, coletar material com uma agulha.

O medo dos cientistas se refere ao Mers, a tal variante especialmente letal do coronavírus, que foi descoberta na Arábia Saudita em 2012 e que até 2016 havia registrou mais de 1.700 casos e mais de 600 mortes na região.

O quadro se torna ainda mais ameaçador diante das secas cada vez mais frequentes por lá, que obrigam os pastores a trocarem as vacas por camelos, únicos animais capazes de sobreviver sem água por semanas a fio – ampliando ainda mais o perigoso convívio.

E como prevenir é mais eficaz do que buscar a vacina ou a cura, como tão bem vem nos ensinando a pandemia atual, agora cientistas vem trabalhando para tentar evitar que a Mers se espalhe entre os seres humanos da região.

Só no Quênia, por exemplo, residem mais de 3 milhões de camelos, cerca de 10% da população da espécie de todo o mundo, e na cidade de Marsabit os mais de 224 mil animais praticamente superam a população humana no local. Para piorar o quadro, na cidade existem somente cinco médicos para toda a cidade, em uma média de um médico para cada 64 mil pessoas, muito abaixo do recomendado pela OMS.

Os camelos são usados como transporte e moeda de troca, mas também fornecem leite e carne para a população local.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

União Europeia começa exame contínuo da vacina russa Sputnik V

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) deu início ao exame contínuo do dossiê de registo da vacina Sputnik V para verificar sua conformidade com as normas europeias de eficácia, segurança e …

Afrouxar uso de máscaras é "pensamento neandertal", diz Biden

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, criticou nesta quarta-feira (03/03) a decisão dos estados do Texas e do Mississippi de suspender a obrigatoriedade do uso máscaras para conter a propagação do coronavírus. O democrata …

Argentina só vai habilitar motoristas que fizerem curso sobre igualdade de gênero

A partir de março e 2021 quem quiser tirar carteira de habilitação na Argentina terá de estudar mais do que somente as leis de trânsito, o funcionamento do automóvel e a própria condução de um …

ONGs denunciam grupo Casino na Justiça francesa por desmatamento na Amazônia

Organizações de defesa do meio ambiente e dos povos indígenas denunciaram nessa quarta-feira (3) o grupo Casino na Justiça francesa. A empresa é acusada de responsabilidade no desmatamento da Amazônia através da venda de …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Um cientista criou um algoritmo de computador que pode levar a descobertas transformadoras em energia e cuja própria existência levanta a probabilidade de que nossa realidade possa realmente ser uma simulação. O algoritmo foi criado pelo …

The Crown "é baseada na verdade", diz Harry que dá ideia de convívio com família real

Principe Harry defendeu a série “The Crown” da Netflix, dizendo que – embora não fosse “estritamente preciso” – retratava as pressões da vida dentro da família real. Em uma entrevista com James Corden, do programa americano …

Microsoft acusa hackers chineses de ciberataques a entidades dos EUA com uso de falhas desconhecidas

A Microsoft relatou a detecção de exploits desconhecidos utilizados por hackers chineses "patrocinados pelo Estado" destinados a atacar versões locais da Microsoft Exchange Server a fim de receber informações de entidades dos EUA. Exploit é uma …

Compra de mansão lança novas suspeitas sobre Flávio Bolsonaro

Filho mais velho do presidente comprou imóvel de luxo de R$ 6 milhões. Valor está bem acima do patrimônio declarado pelo senador, e condições de empréstimo para quitar mais da metade do valor levantam questionamentos. O …

Condenado a três anos de prisão, ex-presidente francês Sarkozy enfrenta outros processos na Justiça

Ele se tornou o primeiro ex-chefe de Estado francês a receber em primeira instância uma pena de prisão em regime fechado. Nicolas Sarkozy foi julgado culpado na segunda-feira (1°) por corrupção e tráfico de …

Colômbia é o 1º país latino-americano a receber vacinas da iniciativa COVAX

Nesta segunda-feira (1º), um lote de 117 mil doses da vacina da Pfizer/BioNTech chegou à Colômbia por meio da iniciativa COVAX. O país é o primeiro na região a receber os imunizantes do consórcio da …