Canadense desaparecido por 5 anos e encontrado no Brasil é detido ao voltar a Toronto

(dr) Alberto César Araújo

 Anton Pilipa, de 39 anos, foi "descoberto" por uma policial rodoviária no final de novembro

Anton Pilipa, de 39 anos, foi “descoberto” por uma policial rodoviária no final de novembro

O homem canadense encontrado perambulando por estradas no norte do Brasil após ficar desaparecido por cinco anos foi detido ao voltar ao Canadá, seu país natal.

A polícia de Toronto informou a BBC que Anton Pilipa é acusado de tentativa de agressão armada e que compareceu à Justiça na última segunda-feira, no mesmo dia em que desembarcou no país, vindo do Brasil.

Ele foi solto sob fiança e sua próxima audiência será no dia 13 próximo. A polícia não quis dar mais detalhes do caso.  A agressão teria sido cometida em 29 de janeiro de 2011. Na época, foi intimado, mas desapareceu antes da data marcada para seu comparecimento perante a Justiça.

Anton Pilipa, de 39 anos, foi “descoberto” por uma policial rodoviária no final de novembro vagando pela BR 364 em Rondônia. Ele estava sem documentos nem dinheiro e não soube informar sua identidade.

Ele foi levado a um hospital em Porto Velho e fugiu do local enquanto autoridades tentavam identificá-lo – mas foi achado novamente no início do ano caminhando em uma estrada na entrada de Manaus.

Na segunda ocasião, já se sabia que ele era um cidadão canadense que havia desaparecido em março de 2012 após iniciar um tratamento para esquizofrenia.

Antes de começar a tratar sua doença mental, ele trabalhou em Vancouver, Montreal e Toronto como funcionário de organizações humanitárias de auxílio a pessoas carentes.

Anton perambulou por cidades e vilarejos de pelo menos nove países desde o Canadá, como Estados Unidos, México, Guatemala, Costa Rica, Panamá, Colômbia, Venezuela e Brasil. Apenas caminhando ele chegou a mais de 10 mil quilômetros de distância de seu país de origem.

Ele conta que, na maior parte do tempo de suas andanças, buscava alimentos e roupas em lixeiras, e que, às vezes, recebia comida de algumas pessoas. Mas diz também ter topado com “pessoas más” pelo caminho. “Mas recebi mais generosidade, especialmente nos últimos tempos”.

Anton foi levado de volta para casa por seu irmão, Stefan, que recebeu pouco antes do Natal a notícia de que Anton havia sido encontrado no Brasil.

Segundo ele, o contato foi feito graças à iniciativa da policial rodoviária Helenice Campos, que abordou Anton na estrada de Rondônia, quando este parecia um mendigo; havia meses que usava a mesma bermuda azul e camiseta, proferindo xingamentos e palavras desconexas.

Helenice o conduziu a um hospital em Porto Velho e encontrou o irmão de Anton no Twitter. A família começou a se mobilizar para conseguir dinheiro para buscá-lo, chegando a criar uma conta de financiamento coletivo na internet para ajudar a bancar custos, como as passagens de avião.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Alunos incentivam câmeras ligadas para que professores não ‘falem’ com telas em branco

Para amenizar a sensação de solidão de professores em aulas online, alunos norte-americanos começaram a usar o TikTok para incentivar mais estudantes a abrirem as câmeras durante encontros educacionais à distância. A usuária da rede social …

Identificada a causa da maior extinção em massa na história da Terra

A vida na Terra tem uma história longa, mas também extremamente turbulenta. Em mais de uma ocasião, a maioria de todas as espécies foi extinta e uma biodiversidade já altamente desenvolvida reduziu para um mínimo …

Cães farejadores de covid: eficazes e baratos, mas esnobados

A Europa está em pânico em meio ao segundo surto de covid-19, com taxas de contágio explodindo e os PIBs despencando. A Bélgica acaba de anunciar que não mais testará cidadãos assintomáticos, mesmo que tenham …

Bolsonaro é avaliado positivamente por 37% da população, diz pesquisa

Entre os que souberam do dinheiro na cueca do senador Chico Rodrigues (52%), 74% não mudaram sua avaliação sobre o presidente Bolsonaro. Os que mais mudaram de opinião foram os pesquisados com ensino superior (26%) …

Tribunal Constitucional da Polônia invalida direito ao aborto por malformação do feto

O Tribunal Constitucional da Polônia invalidou nesta quinta-feira (22) uma disposição que permitia a interrupção voluntária da gravidez (IVG) em caso de malformação do feto. Uma vez que a decisão entre em vigor, apenas o …

Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel

Um estudo publicado na revista Nature descobriu que na região do Saara Ocidental e no Sahel, há mais de um bilhão de árvores. No meio da aridez do local, a surpreendente descoberta colocou um novo …

Guerra Fria 2.0 entre EUA e China será uma batalha tecnológica, dizem especialistas

A batalha mundial pelo domínio da alta tecnologia está cada vez mais centrada em EUA e China. Com confronto aberto no caso da Huawei, especialistas do clube Valdai alertam para uma longa guerra fria tecnológica …

Combate à corrupção reduz mortalidade infantil, aponta estudo

Auditorias anticorrupção realizadas em municípios brasileiros entre 2003 e 2015 reduziram a mortalidade infantil. Esta é a principal conclusão de um estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, que relacionou o …

2.300 maneiras de prevenir o Covid-19 foram mapeadas por universidade brasileira

Está disponível online a Plataforma das Universidades contra COVID-19 organizada pelo Projeto Ciência Popular e desenvolvida em parceria com a Empresa Júnior de Sistemas de Informação da EACH/USP (Síntese Jr.). Em setembro havia sido publicado o …

Debate nos EUA: Trump não disse nada de novo para reverter vantagem de Biden, diz historiador

O segundo e último debate entre o presidente americano, Donald Trump, e seu rival democrata Joe Biden, nesta quinta-feira (22), em Nashville, foi mais civilizado do que a primeira confrontação entre os dois candidatos …