Caso de jornalista desaparecido mexe com a economia da Arábia Saudita

Erdem Sahin / EPA

O desaparecimento sem explicações do jornalista Jamal Khashoggi, crítico do governo da Arábia Saudita, está se transformando em pesadelo para a economia do país.

A monarquia saudita afirmou no domingo (14) que responderia com fortes represálias caso continuem as sanções econômicas, impostas pelos outros Estados depois que o caso veio à tona.

A reação do governo saudita mostra que o príncipe Mohammed ben Salman não esperava por todas as críticas que seu reino vem recebendo. O caso Khashoggi fez com que vários empresários norte-americanos anulem sua participação no próximo “Davos no deserto”, a grande reunião anual do negócio na região.

A edição desse ano não terá, por exemplo, a presença de Jamie Damon, chefe do banco JP Morgan, nem os patrões da marca Ford e do aplicativo Uber. Jornalistas de língua inglesa também decidiram boicotar o evento, previsto para a semana que vem. A bolsa saudita perdeu no domingo 7% de seu valor.

Com as retaliações da comunidade internacional, a cidade ecológica de Neom, assim como projetos turísticos do mar Vermelho, apresentados na edição do ano passado do Davos do deserto, perdeu apoios importantes.

Mas antes mesmo do caso Khashoggi, várias decisões do governo saudita decepcionaram investidores, diminuindo os investimentos exteriores de US$ 7,5 bilhões em 2016 para US$ 1,4 bilhões em 2017.

O presidente norte-americano, Donald Trump, que evocou sanções contra a Arábia Saudita, tem no entanto uma relação histórica com esse país – e vice-versa. Atualmente, a Casa Branca conta com o apoio de Riade para sufocar a produção petrolífera iraniana sem explodir os preços.

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, deve visitar nesta semana a Arábia Saudita para se encontrar com o rei Salman e discutir sobre o caso Khashoggi. Trump, que telefonou para o rei Salman, afirmou que o desaparecimento do jornalista foi produzido por “assassinos incontroláveis”.

“Acabei de falar com o rei da Arábia Saudita, que diz ignorar o que pode ter acontecido com o cidadão saudita. Estou enviando imediatamente nosso secretário de Estado para encontrá-lo”, disse o presidente dos Estados Unidos.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

COVID-19 deve ter pico no Brasil em abril e maio, dizem Mandetta e especialistas

A previsão de disseminação do novo coronavírus (SARS-CoV-2) no país não é nada animadora para os próximos meses. Isso porque ainda estamos em uma fase intermediária da infecção, que deve ter seus momentos de pico em …

Esse novo tratamento alivia a depressão em 90% dos pacientes

De acordo com uma nova pesquisa americana, um tratamento com estimulação magnética transcraniana pode ser muito eficaz para pessoas com depressão severa: em um experimento, foi capaz de aliviar os sintomas em 90% dos pacientes. Normalmente, …

Israel: ministro que definiu Covid-19 como ‘castigo divino a gays’ está com coronavírus

Aos 71 anos, Yaakov Litzman, ministro da Saúde de Israel e também líder do partido ultra-ortodoxo “Judaísmo Unido da Torá”, testou positivo para Covid-19. O diagnóstico foi divulgado nesta terça-feira (7) pela imprensa local e chamou …

Saúde de Boris Johnson preocupa britânicos, mas governo garante que premiê passa bem

O Reino Unido acompanha com preocupação a degradação do estado de saúde do primeiro-ministro Boris Johnson, que anunciou publicamente ter sido contaminado pelo novo coronavírus há dez dias. Depois de ser hospitalizado no domingo (5), …

Cortes na ciência comprometem resposta à covid-19 no Brasil

A fila de 16 mil testes para covid-19 no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, expõe a vulnerabilidade de um país que escolheu não investir em Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) nos últimos anos. A …

Organismo marinho de 47 metros de comprimento descoberto na Austrália

Pesquisadores conseguiram captar imagens de vídeo fascinantes de um organismo "de outro mundo" nas águas ao largo da costa ocidental da Austrália. Segundo comunica a Newsweek, uma equipe a bordo do RV Falkor, o principal navio …

Detectadas pela 1º vez estrelas binárias capazes de produzir ondas gravitacionais

Astrônomos do Centro de Astrofísica de Harvard & Smithsonian detectaram pela primeira vez anãs brancas compostas por duas estrelas binárias. As anãs brancas compostas por duas estrelas binárias possuem um núcleo orbital capaz de gerar uma …

Epidemia do coronavírus ainda não chegou ao pico e se agrava na França, diz ministro

O pico da epidemia do novo coronavírus ainda não foi atingido na França, disse nesta terça-feira (7) o ministro da Saúde, Olivier Véran. Devido ao número significativo de pacientes que ainda são hospitalizados diariamente …

Superlua Rosa: satélite atinge proximidade máxima com a Terra

Na próxima terça-feira (7), os entusiastas da astronomia vão poder testemunhar um conhecido e belo fenômeno dos céus que acontece anualmente. A Superlua Rosa é o momento em que o satélite atinge proximidade máxima com a …

Empresas brasileiras lançam manifesto contra demissões

Dezenas de empresas assinam texto pedindo que companhias se comprometam a não demitir nos próximos dois meses, mesmo diante dos impactos econômicos provocados pelas medidas de isolamento para conter o coronavírus. Um grupo de 41 empresas …