Chile escolhe representantes para elaborar nova Constituição

O domingo foi o último dia de votação no Chile para a escolha dos redatores da nova Constituição do país. Os 155 representantes eleitos terão a tarefa de mudar o texto herdado da ditadura. Os chilenos esperam promover mais justiça social no país, trinta anos após o fim do regime militar.

No sábado, primeiro dia de votação, o comparecimento às urnas foi baixo. Os centros de votação abriram às 8h no horário local. Os mais de 14 milhões de eleitores têm 48 horas para votar em uma eleição considerada, em muitos aspectos, como histórica.

É a primeira vez que uma Convenção Constitucional é eleita segundo o princípio da paridade entre homens e mulheres. Também será a primeira vez que a população indígena poderá se fazer ouvir. Os dez povos indígenas existentes no Chile terão o direito de escolher 17 dos 155 responsáveis ​​pela confecção do texto da nova Carta Magna.

Os eleitores devem votar em quatro opções: constituintes, governadores, prefeitos e vereadores. No total, foram inscritos 1.373 candidatos. Essa é a primeira vez que os chilenos poderão eleger diretamente os governadores das regiões.

Herança da ditadura

A atual Constituição chilena data de 1980, quando o general Augusto Pinochet ainda governava o país. A esmagadora maioria dos chilenos julga essa Constituição ilegítima porque foi redigida depois de a democracia ter sido afastada através do golpe militar de setembro de 1973, contra o presidente Salvador Allende.

Embora Pinochet tenha sido forçado a se aposentar, em 1990, sua herança continua em vigor por meio da Constituição, que agora deve ser substituída.

A eleição deste fim de semana só foi possível graças à prolongada mobilização social que abalou toda a sociedade, em outubro de 2019, quando durante vários dias os chilenos saíram às ruas para demonstrar seu esgotamento diante das desigualdades sociais no país.

O Chile tem a maior renda per capita da América Latina e é o terceiro com o maior número de bilionários da região. Mas é também o que apresenta o maior nível de desigualdade social dos países da OCDE.

Os eleitos terão um prazo de nove meses para redigir a nova Constituição. Caso não consigam, terão um prazo excepcional de mais três meses. A Carta Magna que surge a partir deste trabalho será submetida a um referendo, em 2022, com voto obrigatório.

A votação deste fim de semana ocorre em condições difíceis devido à pandemia de coronavirus que atinge o Chile e também o resto da região. Embora tenha conseguido vacinar mais de 48% de sua população, mais de 1,2 milhão de pessoas foram infectadas e cerca de 30.000 mortes registradas ate o momento.

//

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Fábrica russa eliminará deficiências na produção da Sputnik V de acordo com recomendações da OMS

Em resultado de inspeções efetuadas na Rússia, o grupo de especialistas da Organização Mundial da Saúde fez várias observações sobre a fabricação da vacina Sputnik V. Estas são ligadas principalmente à proteção do meio ambiente …

Brasil ultrapassa Índia e volta a ser líder mundial em mortes diárias por coronavírus

Em meio ao avanço da terceira onda da pandemia, o Brasil ultrapassou a Índia e voltou à liderança do número de mortes diárias por covid-19 registradas, em média. São mais de 2.000 óbitos registrados por …

Rajadas rápidas de rádio ajudarão a mapear distribuição de matéria no universo

O novo levantamento dos dados coletados pelo radiotelescópio CHIME (Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment) resultou em mais de 500 rajadas rápidas de rádio devidamente catalogadas, todas feitas durante o primeiro ano de atuação do telescópio. Agora, …

Lider da UE chama lei húngara anti-LGBT de vergonha

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, afirma que vai usar poderes de que dispõe para garantir direitos de todos os cidadãos do bloco. Países pediram à UE que agisse. A presidente da Comissão Europeia, …

Apesar de ter vacinado mais da metade da população, Israel teme 2ª onda de Covid

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, alertou nesta terça-feira que o país pode enfrentar uma nova onda de coronavírus. Segundo ele, o aumento do número de doentes, causado pela chegada da variante Delta, “importada” por …

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …

Ministro da Saúde diz que não há mudança de estratégia para a Coronavac

No início desta segunda-feira (21), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, revelou que não haverá qualquer mudança de estratégia para a aplicação da CoronaVac. A declaração do ministro foi feita em audiência ao Senado Federal, revelando …

Há 80 anos, Hitler invadia a URSS – e começava a perder a guerra

Adolf Hitler e seus generais vinham planejando há meses para este momento. No domingo, 22 de junho de 1941, havia chegado a hora: às 3h15 da manhã, a Wehrmacht, forças armadas nazistas, atacou a União …

Com apenas 2% da população imunizada, África quer fabricar suas próprias vacinas anticovid

A África do Sul anunciou nesta segunda-feira a primeira etapa para capacitar seu continente na produção de vacinas anticovid. A conclusão do projeto ainda não tem data prevista, mas a iniciativa já é vista …