Chile pede que polícia esclareça supostas violações de direitos humanos

Camilo Tapia / EPA

Agentes da polícia chilena em frente aos veículos incendiados

Após ONG Human Rights Watch denunciar uso excessivo de força e abusos durante protestos, governo dá à corporação prazo de uma semana para esclarecimentos. Polícia admite que precisa de “profundas reformas”.

O governo do Chile deu prazo de uma semana para que a polícia esclareça denúncias de violações aos direitos humanos supostamente cometidas durante os protestos que ocorrem no país desde meados de outubro.

O anúncio, feito nesta terça-feira, foi divulgado horas depois de a ONG Human Rights Watch (HRW) acusar a polícia chilena de cometer graves violações dos direitos humanos por meio do uso excessivo de força e abusos contra pessoas nas manifestações.

“Fatores como o uso indiscriminado e indevido de armas antidistúrbios, abusos contra pessoas detidas e sistemas de controle interno deficientes facilitaram a ocorrência de graves violações dos direitos de muitos chilenos. Não acreditamos que sejam casos isolados, nem coincidências”, afirmou o diretor da HRW para as Américas, José Miguel Vivanco.

Os Carabineros (como é chamada a polícia nacional chilena) reconheceu, também nesta terça, a necessidade de “profundas reformas” em seus procedimentos.

“Os eventos do último mês apontam a necessidade de se fazer profundas reformas nas ações policiais, visando uma melhor promoção e proteção dos direitos humanos”, declarou, em um comunicado, a corporação policial.

A subsecretária dos Direitos Humanos do país, Lorena Recabarren, reforçou que a direção dos Carabineros ficou encarregada de “revisar profundamente as atuações que se afastam do estabelecido nos protocolos e que significam questionamentos e denúncias”.

A nota da polícia chilena ainda diz que “certamente podem ter sido cometidos erros, que são tema para uma investigação”. “Neste caso, isso nos machuca como instituição, e não queremos que esses erros se repitam. Por isso, encaramos com humildade e responsabilidade as recomendações feitas pela HRW”, diz o texto.

A corporação ainda disse que toda vez que toma conhecimento de uma denúncia de comportamento equivocado de algum de seus agentes, inicia uma investigação administrativa interna e colabora para colocar os responsáveis à disposição do Ministério Público.

“Em muitas ocasiões, até mesmo por iniciativa própria, temos feito denúncias. Até agora, os tribunais formalizaram quatro contra nossos policiais“, informa a instituição.

As manifestações no Chile – as mais graves desde a redemocratização do país, em 1990 – começaram em 18 de outubro devido a um aumento da passagem do metrô de Santiago, revogado depois pelo governo. Até o momento, 23 pessoas morreram e mais de 2.800 ficaram feridas, 232 delas com graves lesões oculares devido a disparos de projéteis no rosto.

Na semana passada, a polícia chilena suspendeu temporariamente o uso de projéteis para controlar as manifestações após o surgimento de dúvidas quanto à composição real das munições. A Universidade do Chile, por exemplo, disse que as balas não eram apenas de borracha, mas também continham chumbo, o que pode explicar o alto número de feridos.

O Ministério Público chileno informou que já abriu 2.670 investigações contra as forças de segurança por supostas violações aos direitos humanos, como lesões por arma de fogo, tortura e violência sexual.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Homem que comia alcaçuz todos os dias morre e médicos alertam sobre riscos à saúde

Um homem de 54 anos morreu após consumir alcaçuz em excesso. Segundo os médicos do Hospital Geral de Massachussets (EUA), após duas semanas ingerindo alcaçuz preto em excesso, o homem teve uma overdose de uma …

Conflito armado se acirra na fronteira entre Armênia e Azerbaijão

A Armênia e o Azerbaijão se acusaram mutuamente neste domingo (27/09) de iniciar confrontos mortais na região separatista de Nagorno-Karabakh, na fronteira entre os dois países, em meio a uma disputa territorial de décadas. Ao …

Grande depósito de ovos de dinossauro é descoberto na Espanha

O norte de Espanha foi palco de uma nova descoberta paleontológica. Foram encontrados ovos de 68 milhões de anos atrás, que podem conter embriões desses enormes répteis. José Manuel Gasca estava fazendo jogging um dia no …

Uma cidade brasileira pode ter atingido imunidade de grupo ao Covid-19 a um terrível custo

Um surto explosivo de COVID-19 em Manaus pode ter contaminado pessoas suficientes para que a imunidade coletiva tenha se manifestado, sugerem estudos iniciais. Exames de anticorpos mostram que até dois terços da população pode ter contraído …

O raro pedido de desculpas de Kim Jong-un pela morte de sul-coreano na Coreia do Norte

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, divulgou um raro pedido de desculpas pessoal pelo assassinato de um cidadão sul-coreano, segundo o governo da Coreia do Sul. Kim disse a seu colega sul-coreano, Moon Jae-in, …

Esses são os preparativos finais para a NASA coletar amostras do asteroide Bennu

A NASA já iniciou a contagem regressiva para o grande momento da missão OSIRIS-REx: a coleta de amostras do asteroide Bennu, que acontecerá no dia 20 de outubro. Será uma manobra complicada para a sonda …

Trump volta a lançar dúvida sobre processo eleitoral nos EUA

Após recusar comprometimento com transição pacífica de poder, presidente americano diz não saber se é possível um pleito "honesto". Líder republicano no Senado diz que transferência de mandato presidencial será ordenada. O presidente dos EUA, Donald …

Criador do Novichok aponta falta de principais sintomas da substância em Navalny

Leonid Rink não considera convincente a evidência apresentada pela Alemanha sobre o alegado uso do Novichok contra o opositor russo, pois, se isso tivesse acontecido, os efeitos teriam sido diferentes. Podem ter sido encontrados vestígios de …

Este pode ser o 1º planeta descoberto em outra galáxia, a 23 milhões de anos-luz

Astrônomos encontraram um candidato a planeta localizado em outra galáxia, bem longe da Via Láctea, em uma região de intensa atividade caótica. Este mundo distante parece ser um pouco menor do que Saturno e orbita um …

EUA: Trump causa alvoroço ao recusar transição pacífica caso perca as eleições

Donald Trump tensionou a classe política nos Estados Unidos ao se recusar a garantir uma passagem pacífica do poder se perder a eleição presidencial dos Estados Unidos para Joe Biden, em 3 de novembro. Bastou uma …