Cientistas criaram Inteligência Artificial que consegue ler nossos pensamentos

(dr) The Future of Life Institute

Conforme os cientistas da computação tentam fazer as máquinas pensar e aprender como humanos, o meio termo se ocupa com a tentativa de usar a Inteligência Artificial para ler nossas mentes.

No mais recente avanço, cientistas da Universidade de Kyoto, no Japão, estudaram redes neurais profundas e descobriram que os computadores têm a capacidade de, pelo menos, visualizar o que os humanos pensam.

Antes de ultrapassarmos nós mesmos, vale a pena recordar que a tecnologia é incipiente e se aplica apenas em condições ideais. Se não gostar da fotografia de perfil de alguém, seu computador não vai registrar isso e divulgá-lo ao mundo. Dito isso, a nova tecnologia tem certamente impressionantes – senão sinistras – aplicações potenciais.

Os pesquisadores lançaram suas descobertas – que a Inteligência Artificial pode ser utilizada para descodificar pensamentos – no BoiRxiv.

Este conceito não é sem precedentes. A aprendizagem de máquinas tem sido, com sucesso, utilizada em conjunto com imagens de ressonância magnética para produzir representações visuais do que a pessoa está pensando, embora apenas quando se trata de simples imagens binárias.

Foi mostrado aos participantes no estudo imagens naturais, de vida selvagem, por exemplo, formas geométricas e letras alfabéticas durante variáveis comprimentos de tempo. A atividade do cérebro foi registrada, com um computador “decodificando” a informação para produzir visualizações da imagem anteriormente mostrada e como essa imagem se manifesta nos pensamentos do cérebro.

A equipe japonesa usou isso para aperfeiçoar novos métodos mais avançados de “decodificação” de pensamentos usando a Inteligência Artificial.

A visualização, por exemplo, agora se estende a imagens mais “sofisticadas” e hierárquicas – a equipe tweetou um exemplo de uma imagem de uma coruja em primeiro plano, com um humano em grande parte oculto, visualmente mal definido, escondido por trás. Então cultivaram uma técnica para reconstruir a imagem com base na atividade cerebral.

A capacidade de “leitura mental” da IA, afinal, é muito mais detalhada do que pensávamos. Os pixels binários já “passaram à história”, com a equipe de Kyoto a provar que a IA pode detectar os objetos.

Um dos cientistas que fez a descoberta, Kamitani, falou com a CNBC sobre a rapidez com que as técnicas estão mudando: “Nosso método anterior era assumir que uma imagem é constituída por pixels ou formas simples. Mas é sabido que nosso cérebro processa informações visuais extraindo hierarquicamente diferentes níveis de características ou componentes de diferentes complexidades”.

“Essas redes neurais ou modelo IA podem ser usados ​​como uma proxy para a estrutura hierárquica do cérebro humano”, concluiu.

Além disso, foi descoberto que a tecnologia ainda funcionava mesmo quando os participantes pensavam em uma imagem, e não apenas quando processavam ativamente essa imagem.

E quais as aplicações potenciais? A Inteligência Artificial ler nossa mente não é propriamente um pensamento reconfortante, mas também não é uma desgraça.

A tecnologia de “leitura mental” poderia permitir que um dia sejam criadas imagens ou arte apenas através da imaginação. Para quem sofre de alucinações, os médicos passariam a conseguir vê-las, ajudando a melhorar os cuidados psiquiátricos.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO:

OMS considera elevado risco global de coronavírus

A Organização Mundial da Saúde admitiu nesta segunda-feira (27/01) um erro na avaliação de risco global do novo coronavírus, que surgiu na China, e disse que o nível correto é elevado. Anteriormente, ele havia sido …

Quem é Vanessa Nakate, ativista negra cortada de foto com Greta em Davos

O tema era o meio-ambiente, mas o debate sofre o futuro da humanidade ganhou outros vultos quando a jovem ativista climática de Uganda, Vanessa Nakate, descobriu que havia sido cortada pela agência de notícias Associated …

Sobreviventes retornam a Auschwitz nos 75 anos da libertação

Autoridades de 50 países participam da solenidade no antigo campo de concentração na Polônia, em meio a temores pelo aumento do antissemitismo. "Precisamos tomar cuidado para que não volte a acontecer", diz sobrevivente. Mais de 200 …

Por que cientistas querem tanto provar que Einstein e Galileu estavam errados

Ano entra, ano sai, e tanto a lei dos corpos em queda de Galileu Galilei quanto a teoria da relatividade de Albert Einstein são testadas novamente apenas para os pesquisadores confirmarem pela enésima vez que …

Morreu Kobe Bryant, um dos maiores astros da NBA

Neste domingo (26), o astro do basquete norte-americano, Kobe Bryant, faleceu em acidente de helicóptero, na cidade de Los Angeles, nos EUA. Autoridades e testemunhas levantam as primeiras hipóteses sobre a causa da queda. O lendário …

Coronavírus terá impacto no PIB chinês e na economia global

A nova epidemia de coronavírus é um balde de água fria na cabeça do mundo. A começar pelos chineses. Em 2003, o último vírus mortal se propagando pelo mundo inteiro – o SARS – …

Abelhas adoram cannabis e este caso de amor pode ajudar a salvar a espécie

Consideradas os seres vivos mais importantes do planeta, as abelhas são animais insubstituíveis, dos quais dependemos para viver. No entanto, nas últimas décadas, devido ao aquecimento global e o uso execessivo de pesticidas, elas estão …

Cientistas finalmente descobriram como capturar o espectro todo da luz solar para gerar hidrogênio

Pela primeira vez, cientistas da Universidade Estadual de Ohio (EUA) desenvolveram uma molécula que é capaz de coletar a energia de todo o espectro da luz solar. O processo, 50% mais eficiente que as atuais …

Você agora pode ouvir a voz de uma múmia de 3 mil anos

Com uso de tomografia computadorizada, impressão 3D e laringe eletrônica, pesquisadores do Reino Unido reconstruíram o trato vocal de uma múmia egípcia. Para a realização do projeto que teve início em 2013, foi preciso combinar medicina, …

Krakatoa, o inferno de Java: a erupção há 137 anos que foi sentida no planeta inteiro

Em 1883, o mundo presenciou um evento natural tão bombástico e violento que pôde ser notado de alguma forma por praticamente todos os habitantes do planeta. A erupção do vulcão Krakatoa, na Indonésia, lançou detritos a …