Cientistas criaram Inteligência Artificial que consegue ler nossos pensamentos

(dr) The Future of Life Institute

Conforme os cientistas da computação tentam fazer as máquinas pensar e aprender como humanos, o meio termo se ocupa com a tentativa de usar a Inteligência Artificial para ler nossas mentes.

No mais recente avanço, cientistas da Universidade de Kyoto, no Japão, estudaram redes neurais profundas e descobriram que os computadores têm a capacidade de, pelo menos, visualizar o que os humanos pensam.

Antes de ultrapassarmos nós mesmos, vale a pena recordar que a tecnologia é incipiente e se aplica apenas em condições ideais. Se não gostar da fotografia de perfil de alguém, seu computador não vai registrar isso e divulgá-lo ao mundo. Dito isso, a nova tecnologia tem certamente impressionantes – senão sinistras – aplicações potenciais.

Os pesquisadores lançaram suas descobertas – que a Inteligência Artificial pode ser utilizada para descodificar pensamentos – no BoiRxiv.

Este conceito não é sem precedentes. A aprendizagem de máquinas tem sido, com sucesso, utilizada em conjunto com imagens de ressonância magnética para produzir representações visuais do que a pessoa está pensando, embora apenas quando se trata de simples imagens binárias.

Foi mostrado aos participantes no estudo imagens naturais, de vida selvagem, por exemplo, formas geométricas e letras alfabéticas durante variáveis comprimentos de tempo. A atividade do cérebro foi registrada, com um computador “decodificando” a informação para produzir visualizações da imagem anteriormente mostrada e como essa imagem se manifesta nos pensamentos do cérebro.

A equipe japonesa usou isso para aperfeiçoar novos métodos mais avançados de “decodificação” de pensamentos usando a Inteligência Artificial.

A visualização, por exemplo, agora se estende a imagens mais “sofisticadas” e hierárquicas – a equipe tweetou um exemplo de uma imagem de uma coruja em primeiro plano, com um humano em grande parte oculto, visualmente mal definido, escondido por trás. Então cultivaram uma técnica para reconstruir a imagem com base na atividade cerebral.

A capacidade de “leitura mental” da IA, afinal, é muito mais detalhada do que pensávamos. Os pixels binários já “passaram à história”, com a equipe de Kyoto a provar que a IA pode detectar os objetos.

Um dos cientistas que fez a descoberta, Kamitani, falou com a CNBC sobre a rapidez com que as técnicas estão mudando: “Nosso método anterior era assumir que uma imagem é constituída por pixels ou formas simples. Mas é sabido que nosso cérebro processa informações visuais extraindo hierarquicamente diferentes níveis de características ou componentes de diferentes complexidades”.

“Essas redes neurais ou modelo IA podem ser usados ​​como uma proxy para a estrutura hierárquica do cérebro humano”, concluiu.

Além disso, foi descoberto que a tecnologia ainda funcionava mesmo quando os participantes pensavam em uma imagem, e não apenas quando processavam ativamente essa imagem.

E quais as aplicações potenciais? A Inteligência Artificial ler nossa mente não é propriamente um pensamento reconfortante, mas também não é uma desgraça.

A tecnologia de “leitura mental” poderia permitir que um dia sejam criadas imagens ou arte apenas através da imaginação. Para quem sofre de alucinações, os médicos passariam a conseguir vê-las, ajudando a melhorar os cuidados psiquiátricos.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO:

China faz história: pela primeira vez, nasce uma semente de algodão na Lua

A missão espacial chinesa conseguiu fazer brotar uma semente de algodão na Lua, informou nesta terça-feira (15) a imprensa estatal, em um feito inédito, alcançado pelo Chang'e 4, a primeira sonda a pousar no lado …

Submarinos russos serão equipados com “torpedos do Juízo Final”

Os submarinos das frotas do Norte e do Pacífico da Marinha russa deverão brevemente contar com 32 drones nucleares Poseidon, conhecidos como “torpedos do Juízo Final”, capazes de destruir completamente cidades costeiras. Segundo revela o portal Russkoe …

Universidade egípcia expulsa aluna por abraçar o noivo (fora do campus)

A aluna abraçou o noivo quando o rapaz a pediu em casamento, mas o gesto, que não aconteceu no interior do campus, foi o suficiente para a jovem ser expulsa pela universidade. A universidade egípcia de Al …

Escultura “McJesus” provoca protestos em Israel

Uma escultura representando a figura de Ronald McDonald (da cadeia de fast food McDonald’s) crucificado, em uma exposição de arte em Israel, está provocando protestos da minoria cristã árabe no país. Centenas de cristãos árabes pediram …

Há uma espiral misteriosa na atmosfera de Vênus

A nave espacial não tripulada Akatsuki, do Japão, encontrou gigantescas estruturas espirais na atmosfera de Vênus, formadas por ventos polares e pela rápida rotação do planeta. A atmosfera de Vênus ganha atenção de astrônomos há quase …

Tem “barriga de cerveja”? Seu cérebro pode estar encolhendo

Uma equipe de pesquisadores britânicos concluiu que quem acumula mais gordura na zona do abdômen apresenta uma maior probabilidade de redução do cérebro e de aparecimento de demência. Com a linha da cintura em expansão, surgem …

Até os antigos egípcios faziam tarefa de casa

Uma tarefa de casa, escrita por uma criança do Antigo Egito, ficou preservada desde o segundo século a.C. – e as palavras podem parecer familiares até nos dias de hoje. Uma lição antiga preservada em uma …

Dinamarca avança com plano ambicioso de criar 9 ilhas na costa de Copenhague

O governo dinamarquês e a prefeitura de Copenhague, em conjunto com um gabinete de arquitectura e planejamento urbano, vão avançar com um ambicioso plano de criar nove ilhas na costa da capital do país. Um grandioso …

(cv) Euronews

Submarino alemão da Primeira Guerra Mundial aparece na costa da França

Os destroços de um submarino alemão da Primeira Guerra Mundial emergiram em uma praia de Wissant, no norte da França. Há décadas enterrada na areia, a carcaça enferrujada da embarcação naufragada em 1917 agora pode …

Não somos só o que comemos, “somos o que vemos” no dia a dia

No que diz respeito à saúde física, somos o que comemos. Mas e quanto à saúde mental? Segundo o médico David Fryburg, endocrinologista, somos o que vemos. Conforme aponta Fryburg, a comida é uma mistura complicada de fontes …