Caso de assédio sexual já causou cinco demissões na academia do Nobel

Frankie Fouganthin / Flickr

Sara Danius, a secretária permanente da Academia Sueca

A Academia Sueca responsável pela atribuição dos prêmios Nobel atravessa um período difícil, depois do escândalo de abusos sexuais com o marido de um dos seus membros. No total, cinco já pediram demissão.

A secretária permanente da Academia Sueca, Sara Danius, anunciou nesta quinta-feira (12), seu pedido de demissão, depois de uma reunião de emergência que durou mais de três horas, sobre a crise na instituição que concede o Nobel de Literatura.

Sara Danius, que abandonará também seu assento na academia, não quis revelar se sua saída ocorreu ou não depois de uma votação e assegurou que não foi discutido o nome de seu sucessor.

“Não posso entrar nesse assunto, é confidencial. É a vontade da academia, e a aceito. Gostaria de continuar no cargo, mas há outras coisas para se fazer na vida”, disse no final da reunião realizada na sede da instituição.

Tratou-se da primeira reunião da instituição depois da demissão, na sexta-feira passada, de outros três acadêmicos – Klas Östergren, Kjell Espmark e Peter Englund – que aludiram de forma indireta ao caso envolvendo o dramaturgo francês Jean-Claude Arnault, ligado à academia e marido de um dos seus membros, Katarina Frostenson, cuja saída foi também agora comunicada.

Em novembro, no meio da campanha de denúncias de abusos sexuais #MeToo (Eu também), 18 mulheres revelaram de forma anônima, no jornal diário Dagens Nyheter, abusos cometidos por Arnault em instalações pertencentes à Academia Sueca.

Quando o escândalo surgiu, a Academia Sueca cortou a relação privilegiada que mantinha com o dramaturgo e pediu uma investigação externa, enquanto várias mulheres interpunham processos judiciais e o Ministério Público abria um inquérito, entre duras críticas do mundo cultural à instituição.

Os investigadores independentes recomendaram a denúncia do Fórum, o clube literário dirigido por Arnault, por irregularidades no financiamento recebido da academia.

O relatório alertava igualmente que Frostenson era coproprietária da empresa que geria o clube, o que violava as normas de imparcialidade para concessão de ajudas, e que Arnault tinha sido o autor de vazamentos de informação sobre o vencedor do Nobel em sete ocasiões.

Mas uma proposta para expulsar Frostenson foi rejeitada pela maioria, o que causou a demissão dos outros três membros, que criticaram publicamente seus colegas por sobreporem motivos pessoais à responsabilidade de zelar pela integridade da instituição.

No final da reunião desta quinta, o diretor da Academia Sueca, Anders Olsson, justificou a saída de Frostenson e Danius com a necessidade de sobrevivência da instituição.

“Creio que todos entendemos a gravidade da situação em que nos encontramos. Nos vimos obrigados a um compromisso, a dar um passo atrás. Quem apoiava Frostenson retrocedeu, e ela aceitou deixar seu lugar. Quisemos também solucionar essa crise de confiança com a saída de Danius”, explicou Olsson.

Com essas cinco saídas, só 11 das 18 cadeiras da academia estão ocupadas, já que duas autoras boicotam a instituição há vários anos, por outros motivos.

O abandono do assento na academia é uma decisão simbólica, uma vez que a eleição é vitalícia, embora os membros possam optar por não participar nem das suas atividades nem das suas votações.

Segundo o Observador, com essas duas demissões, o Comitê do Nobel da Literatura não tem, neste momento, membros suficientes para eleger o vencedor desse ano, uma vez que é preciso um mínimo de 13 membros.

No entanto, em declarações ao El País, citadas pelo jornal online, fontes da academia garantem que a atribuição do prêmio não está em risco, uma vez que ainda falta muito tempo para o seu anúncio, em outubro deste ano.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …