Comer fast-food pode não ser tão ruim assim

George Bremer / Flickr

-

Comer fast food pode não ser tão ruim como imaginávamos: um novo estudo descobriu que as pessoas consomem mais sal e colesterol em restaurantes tradicionais do que em redes de fast food.

“As pessoas costumam ver as refeições fast food como uma comida de baixa qualidade, e as responsabilizam por servir uma ingestão extra de calorias, açúcares e sódio”, diz o autor do estudo, Ruopeng An, professor assistente na Faculdade de Ciências Aplicadas à Saúde da Universidade de Illinois, nos EUA.

“Isso é frequentemente verdadeiro quando comparado com comer em casa. Mas descobrimos que, quando a comparação é com restaurantes de serviço completo, fast food não é necessariamente pior”, aponta An.

Por exemplo, as pessoas que frequentam redes de fast food e outros restaurantes consomem aproximadamente o mesmo número de calorias adicionais (cerca de 200) e gordura total (cerca de 10 gramas), em média, em comparação com aqueles que cozinham suas refeições em casa.

Pesquisa

Cerca de 18.100 adultos americanos foram questionados em duas ocasiões para descrever as refeições que eles consumiram nas 24 horas precedentes.

Um pouco menos de um terço relatou ter comido em um restaurante de fast food durante esse tempo, enquanto que a partir de um quinto a um quarto disseram que tinham comido em um restaurante comum.

A pesquisa, publicada no European Journal of Clinical Nutrition, determinou que as refeições em restaurantes comuns são realmente mais saudáveis do que as refeições de fast food ou refeições caseiras quando se trata de certas vitaminas essenciais (B6, vitamina E, vitamina K, cobre e zinco), bem como potássio e ômega-3.

Mas refeições em restaurantes normais também tiveram a pior marca no consumo de colesterol, contendo uma média de 58 miligramas (mg) de colesterol extra por dia em comparação com refeições caseiras. Refeições de fast food só continham um extra de 10 mg de colesterol.

Restaurantes regulares também continham 412 mg de sódio extra em um dia, em comparação com refeições caseiras. O montante em excesso de sódio dos fast food foi de 300 mg.

O excesso de sódio, sob a forma de sal, representa um risco para a pressão arterial e doenças do coração. O colesterol elevado também prejudica a saúde do coração.

Ainda assim, as refeições de fast food tinham as marcas mais pobres no que diz respeito ao conteúdo em excesso de gordura saturada, e continham significativamente mais açúcar (e significativamente menos fibras, vitamina A, D, e C e magnésio) do que refeições caseiras, enquanto refeições em outros restaurantes não se saíram tão mal nestes quesitos.

An aponta que pedir comida em casa de um restaurante normal (embora não em um fast food) é mais saudável do que comer fora.

“É provavelmente devido ao fato de que comer fora é mais um evento social”, explica ele. “Mais tempo é gasto comendo. E também quando a comida é trazida para casa, é mais provável que seja combinada com alimentos mais saudáveis”.

Comer menos e melhor

De qualquer maneira, An acrescenta, “nós recomendamos que as pessoas consumam a sua própria comida na sua própria casa, sempre que possível”.

Reconhecendo que nem sempre é uma opção, Lona Sandon, professora assistente de nutrição clínica na Universidade do Texas, compartilhou algumas dicas para quem costuma comer fora.

“A primeira coisa que as pessoas podem fazer quando comem fora é procurar alimentos ou pratos que incluem vegetais e carnes magras grelhadas, frescas, ou cozidas”, recomenda ela. Sandon também sugere frutas, legumes, saladas verdes com proteína magra, e sopas à base de caldo de carne e lentilha.

“Em segundo lugar, pense pequeno”, acrescenta. “Escolha a opção pequena quando disponível, pergunte se uma meia porção é uma opção, ou peça a opção infantil”.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Pais de 545 crianças separadas na fronteira dos EUA não foram localizados

Famílias foram separadas como parte da política anti-imigração de Trump a partir de 2017. Muitos dos pais podem ter sido deportados sem os filhos. Os pais de 545 crianças migrantes que foram separadas deles nos Estados …

ONG Repórteres Sem Fronteiras denuncia deterioração da liberdade de imprensa no Brasil

Um novo relatório publicado nesta terça-feira (20) pela ONG Repórteres sem Fronteiras (RSF) denuncia o aumento de ameaças a jornalistas e veículos de comunicação no Brasil em 2020. Para a organização civil, sediada em …

Empreendedor mineiro cria vassoura mágica que também é meio de transporte

A sensação de voar em uma vassoura mágica se tornou possível em Belo Horizonte, Minas Gerais, pelas mãos do empreendedor Alexandre Russo, de 28 anos. Fundador da empresa Nuvem Vassouras, o mineiro criou a “Real Flying …

Bebês ingerem 1,5 milhão de partículas de microplástico por dia, diz estudo

Um bebê de 12 meses ingere, em média, mais de 1,5 milhão de partículas de microplástico por dia que são liberadas da mamadeira, revelou um estudo divulgado nesta segunda-feira (19/10). O impacto destas micropartículas para …

Aumento na densidade do espaço fora do sistema solar é descoberto pela sonda espacial Voyager

Em novembro de 2018, após uma viagem épica de 41 anos, a Voyager 2 finalmente cruzou a fronteira que marcava o limite da influência do Sol e entrou no espaço interestelar. Mas a missão da …

Polícia Federal faz operação de busca e apreensão na 77ª fase da Lava Jato

São sete mandatos no Rio de Janeiro e em Niterói contra suspeita de propina na Petrobras envolvendo pouco mais de três bilhões de litros de combustíveis. Por determinação da 13ª Vara Federal em Curitiba (PR), a …

Suspeitos de COVID-19 podem ter dados compartilhados com a polícia na Inglaterra

  As informações pessoais de suspeitos de contaminação pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) podem ser utilizadas pela polícia da Inglaterra para garantir que eles não quebrem o isolamento. De acordo com as informações oficiais, as autoridades poderão ter …

Jejum intermitente funciona? Este estudo indica que não

Um estudo recém publicado na revista médica “Jama Internal Medicine” mostra que a prática conhecida como jejum intermitente não traz benefícios para o corpo e, ainda, não promove perda de peso de fato. A pesquisa, …

Estudos corroboram correlação entre tipo sanguíneo e risco de covid-19

A suscetibilidade ao contágio com o vírus Sars-Cov-2 pode variar segundo o grupo sanguíneo: os indivíduos do grupo O tendem a um menor risco, enquanto os demais estão também potencialmente mais expostos a quadros clínicos …

Bolsonaro reforça que brasileiro não será obrigado a tomar vacina contra a COVID-19

Declaração do presidente acontece três dias depois de o governador João Doria informar que vacinação será obrigatória no estado de São Paulo. O presidente Jair Bolsonaro reforçou hoje (19) na saída do Palácio da Alvorada o …