Cientistas descobrem como a água flui do sangue em direção ao cérebro

A água não chega ao cérebro da maneira que pensávamos. Até agora, acreditava-se que a osmose regulava a forma como a água penetra o cérebro, mas o transporte de água osmótica não é suficiente para sustentar as taxas de líquido cefalorraquidiano.

Todos os dias, cerca de meio litro de água é transportado do nosso sangue em direção ao cérebro, com o objetivo de reforçar a quantidade de líquido cefalorraquidiano (LCR), uma espécie de armadura líquida que protege o órgão de contusões.

Os cientistas acreditam que o transporte é feito através de um tecido extremamente fino chamado plexo coroide. No entanto, não entendiam como tanto líquido cefalorraquidiano pode ser produzido. Agora, podemos finalmente responder a pergunta.

“É um conhecimento totalmente novo sobre um processo fisiológico muito importante que envolve o órgão mais complexo do corpo humano”, refere Nanna MacAulay, neurocientista da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, autora do estudo publicado este mês na Nature.

Anteriormente, pensava-se que a osmose e as forças associadas regulavam a forma como a água penetra no cérebro para produzir o líquido cefalorraquidiano.

O processo de osmose ocorre quando as moléculas penetram através de uma membrana semipermeável de um líquido em maior concentração para outro de menor, até atingir um ponto em que ambos os lados estão igualmente concentrados.

Vários estudos existentes ajudaram agora a demonstrar que o “transporte de água osmótica não é suficiente para sustentar as taxas de LCR”, uma produção que é consistentemente observada em mamíferos.

Para investigar qual o mecanismo responsável por esse fenômeno, MacAulay e seus colegas fizeram uma experiência com ratinhos de laboratório na qual as condições necessárias para o transporte osmótico de água estavam completamente ausentes.

Foi assim que os pesquisadores chegaram à conclusão de que a maior parte da água que chega ao cérebro faz isso com a ajuda de um cotransportador.

Ao medir a produção de fluidos, a equipe descobriu que um transportador iônico desconhecido, o cotransportador NKCC1, era o responsável por, aproximadamente, metade de toda a produção de fluídos, o que o tornaria o principal transportador de água e, assim, responsável também pela produção de LCR.

Dado que a experiência foi realizada em ratinhos, não traduz exatamente o que acontece no órgão mais complexo do ser humano. No entanto, os cientistas apontam que a membrana celular do plexo coroide dos ratinhos é estruturalmente semelhante à dos humanos, tornando os resultados muito interessantes.

Se fosse verificado o mesmo em seres humanos, o mecanismo descoberto poderia funcionar como alvo para tratamentos médicos, aliviando a pressão intracraniana sem operações cirúrgicas invasivas, como abrir um orifício no crânio para drenar o fluido.

“Não existem tratamentos médicos eficazes para muitos distúrbios que envolvem o aumento da pressão intracraniana. E, na pior das hipóteses, o paciente pode sofrer danos permanentes, ou até morrer devido ao aumento da pressão. Portanto, esse mecanismo básico é uma descoberta muito importante”, concluiu a especialista.

É sempre impossível garantir que os resultados observados em estudos com animais possam ser replicados em experiências com humanos, mas a equipe está muito esperançosa, principalmente porque a estrutura proteica do plexo coroide é muito semelhante.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas revelam nova razão que explica dependência do álcool

De acordo com um novo estudo, a dependência do álcool tem uma relação direta com as mudanças climáticas: quanto mais frio é o clima e menos incidência de sol, mais as pessoas tendem a consumir …

Cientistas encontraram pássaro que é três espécies em uma só

Cientistas encontraram um pássaro incomum na Pensilvânia, que guarda um incrível segredo genético: a toutinegra é o híbrido de três espécies diferentes de pássaros. Uma equipe de cientistas encontrou um pássaro incomum na Pensilvânia, cuja mãe …

Hitler abraçou uma menina judia; 85 anos depois, a foto foi a leilão

Uma foto de 1933 mostra o ditador nazista ao lado de uma menina de seis anos de idade cuja avó era judia. A imagem, com uma dedicatória assinada por Hitler, foi arrematada em leilão por …

No deserto mais seco do mundo, a chuva mata

No deserto mais seco e mais antigo da Terra, as coisas não funcionam da mesma maneira que em outros lugares. A água, por exemplo, não é uma bênção. No deserto do Atacama, no Chile, as …

CIA pensou em usar “soro da verdade” nos interrogatórios do 11 de setembro

O “Projeto Medicação” foi posto de lado em 2003, mas, até lá, os médicos da CIA estudaram a hipótese de substituir as violentas técnicas de interrogatório pelo uso de um “soro da verdade” que fizesse …

Distração de professora provoca ferimentos em 40 crianças na China

A distração de uma professora que se esqueceu de apagar uma luz ultravioleta em uma escola de Tianjin, perto de Pequim, causou ferimentos e queimaduras em mais de 40 crianças, informou nesta sexta-feira a imprensa …

Hábito diário pode ajudar a prever morte prematura

A velocidade com que caminhamos fornece muitas pistas sobre o nosso estado de saúde e pode mesmo ajudar a prever uma morte prematura.  Segundo um novo estudo, realizado o por cientistas da Universidade do Sul …

Assassino de John Lennon sente “mais vergonha” a cada dia que passa

Mark David Chapman, que assassinou John Lennon em 1980, disse a um conselho de condicional que se sente “mais e mais envergonhado” a cada ano que passa por ter assassinado o ex-Beatle. “Há 30 anos, eu …

Submarino argentino ARA San Juan é achado um ano após ter desaparecido com 44 tripulantes

A carcaça do submarino argentino Ara San Juan, desaparecido desde 15 de novembro de 2017 com 44 tripulantes a bordo, foi localizada no fundo do oceano Atlântico, a 800 metros de profundidade, a leste da …

Cientistas determinam qual foi o pior período na história da humanidade

Cientistas americanos chegaram à conclusão de que em 536 d.C., "um dos períodos mais terríveis" começou na história da humanidade. Segundo o historiador medieval Michael McCormick, arqueólogo da Universidade de Harvard, um "nevoeiro misterioso" caiu sobre a …