Consultor da NASA diz que extraterrestres já vivem entre nós

O empresário Robert Bigelow, consultor e colaborador da NASA, está “absolutamente convencido” de que os extraterrestres existem – e que vivem entre nós na Terra.

Em uma entrevista sobre tecnologias espaciais do futuro dada a Lara Logan, do programa 60 Minutes, da cadeia norte-americana CBS, o empresário Robert Bigelow, diretor da empresa aeroespacial Bigelow Aerospace, afirmou este domingo que extraterrestres existem – e que estão “bem debaixo dos nossos narizes”.

“Estou absolutamente convencido disso”, afirmou o empresário, quando Lara Logan lhe perguntou se acreditava em extraterrestres. E logo a seguir, Bigelow diz que estava mesmo convencido de eles que vivem entre nós.

“Acredito na presença de extraterrestres entre nós, neste momento“, disse o empresário, lembrando que já gastou “milhões e milhões” do próprio dinheiro para investigar a questão – e que provavelmente gastará no tema mais do que alguém já fez na história dos EUA.

Robert Bigelow, normalmente controverso e uma figura pouco convencional na indústria aeroespacial, diz que não se importa com o que as pessoas pensam sobre suas crenças, porque “isso não vai mudar a realidade do que sabe“.

O empresário, de 73 anos, não esclarece se foi sua atividade na indústria que o fez ter estas ideias, mas relata um “contato imediato” que seus avós tiveram, na região de Las Vegas – episódio que despertou o seu interesse pelo assunto.

(dr) Bigelow Aerospace

Robert Bigelow, fundador da Bigelow Aerospace

Bigelow diz ainda que o mundo assiste agora a uma nova corrida espacial, mas que desta vez não é uma corrida entre os Estados Unidos, a Rússia ou a China. A nova corrida ao espaço é entre empresas privadas, lideradas por bilionários como Elon Musk, da Space X, Jeff Bezos, da Blue Origin, ou Richard Branson, da Virgin Galactic.

“A corrida ao espaço não vai ser ganha pelos Estados Unidos. Tudo no espaço vai ser liderado em absoluto por empresas privadas – talvez dos Estados Unidos”, diz Bigelow.

A Bigelow Aerospace constrói estações espaciais para uso comercial e desenvolve tecnologias de vanguarda para permitir no futuro que seres humanos habitem o cosmos. A empresa colabora regularmente com a NASA, e algumas das naves de Bigelow Aerospace já foram testadas em viagens com destino à Estação Espacial Internacional (EEI).

A abordagem de Bigelow aposta em aeronaves e estruturas espaciais leves e “insufláveis“, que se expandem no espaço – o que pode revolucionar a forma como se vive e trabalha em gravidade zero, e é a única alternativa viável que alguém já apresentou às estruturas metálicas que acolheram no espaço todos os astronautas em mais de meio século.

// ZAP

COMPARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Temos evidências aqui no Ceará, em vários episódios, fato que gerou um filme recentemente. Entretanto, continuam a ocorrer evidência nos 3 níveis de contato. Caso interesse… podemos acompanhar uma equipe para registros nos referidos eventos…!

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Preço para voar em nave da Boeing será 60% mais caro do que na da SpaceX

O inspetor-geral da NASA divulgou nesta quinta-feira (14) um relatório sobre o Programa Commercial Crew, com detalhes sobre os problemas técnicos enfrentados pelas empresas SpaceX e Boeing no desenvolvimento de suas espaçonaves - Crew Dragon …

A corrida para salvar 33 marinheiros e 1 cachorro da ilha onde missionário foi morto por nativos há 1 ano

"Homens selvagens, provavelmente mais de 50, com armas caseiras, estão fazendo dois ou três barcos. Temo que eles nos alcancem no pôr do Sol. A vida de todos os tripulantes está em risco." A corrida contra …

Gigante chinesa do comércio eletrônico vende U$ 1 bilhão em 1 minuto

Sessenta e oito segundos. Esse foi o tempo que consumidores chineses levaram para gastar seu primeiro bilhão de dólares em vendas pela internet numa tradicional liquidação do país. O resultado surpreendente de vendas foi alcançado …

“A Tumba”: depósito de lixo nuclear está começando a se romper e afundar nas Ilhas Marshall

Antes de lançar a primeira bomba atômica do mundo, os EUA fizeram vários testes de detonações em locais remotos. O problema é que toda a radiação está até hoje nesses lugares, sendo que um desses …

Brasil dá 'sinal positivo' e valoriza participação no BRICS, diz especialista

Contrariando estimativas de que o governo de Jair Bolsonaro reduziria a importância do BRICS na sua política externa, o Brasil demonstra empenho e compromisso com o bloco, segundo especialista ouvido pela Sputnik. Em entrevista à Sputnik, …

Elon Musk fala em "curar o autismo" com as inovações da Neuralink

Participando de um podcast voltado à discussão da inteligência artificial (IA), o CEO da Neuralink, Elon Musk, erroneamente afirmou que sua empresa será capaz de curar distúrbios neurológicos como a esquizofrenia e o Alzheimer, além …

Bomba-H da Coreia do Norte seria 17 vezes mais poderosa que a de Hiroshima

Dados de satélite japonês forneceram detalhes do teste de uma arma termonuclear, realizado em 2017, indicando que sua explosão teria sido 17 vezes mais poderosa do que a bomba de Hiroshima. A Coreia do Norte estimou …

Aquecimento global afetará saúde das novas gerações, diz relatório

Um relatório publicado nesta quinta-feira na revista científica The Lancet, a poucas semanas da conferência internacional para o clima (COP25), alerta para os riscos sanitários relacionados ao aquecimento global e às emissões de gás carbônico. O …

Estudante abre fogo em escola na Califórnia

Ao menos duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas depois que um aluno abriu fogo nesta quinta-feira (14/11) numa escola secundária no sul da Califórnia, nos Estados Unidos, causando pânico entre estudantes e funcionários. …

Governo italiano deve decretar estado de catástrofe natural em Veneza

Metade da cidade está debaixo d’água, atingida pela pior cheia em 53 anos. O nível subiu 187 cm na terça-feira (12), o segundo mais alto desde 1966. A situação levou o governo a decidir decretar …