Após Mendes mandar soltar 19 presos, juiz Bretas diz a ele que corrupção não é crime menor

Marcelo Camargo / Agência Brasil

O juiz federal Marcelo Bretas enviou nesta segunda-feira (4) ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes um ofício no qual afirmou que casos de corrupção não podem ser tratados como crimes de menor gravidade.

O documento foi enviado após Mendes mandar soltar 19 presos pelo juiz em investigações relacionadas aos desdobramentos da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, nos últimos 30 dias.

O ofício foi solicitado pelo ministro e faz parte da instrução do habeas corpus concedido por Mendes ao ex-presidente da Federação do Comércio do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) Orlando Diniz, que ainda deverá ser julgado definitivamente. Antes de ganhar liberdade, Diniz teve prisão decretada por Bretas.

Além de defender a prisão de Diniz, Marcelo Bretas afirmou que em casos envolvendo desvios de recursos públicos “não podem ser tratados como crimes menores, pois a gravidade de ilícitos penais não deve ser medida apenas sob o enfoque da violência física imediata”.

“Os casos que envolvem corrupção de agentes públicos têm enorme potencial para atingir, com severidade, um número infinitamente maior de pessoas, bastando, para tanto, considerar que os recursos públicos que são desviados por práticas corruptas deixam de ser utilizados em serviços públicos essenciais, como saúde e segurança públicas e, no caso específico, educação”, argumentou.

Ao conceder habeas corpus ao ex-presidente da Fecomércio-RJ, Gilmar Mendes entendeu que os acusados podem responder às acusações em liberdade porque não houve violência ou grave ameaça nas supostas condutas criminosas.

Em troca da liberdade, o ministro determinou a substituição da prisão preventiva por medidas cautelares, como proibição de manter contato com investigados e de sair do país, além da obrigação de entregar o passaporte em 48 horas.

No documento, Bretas também afirmou que a gravidade dos casos de desvios de recursos públicos no Rio de Janeiro justifica a prisão preventiva dos envolvidos.

“A repressão à organização criminosa que teria se instalado nos governos do estado e município do Rio de Janeiro haveriam, como de fato houveram de receber deste juízo, o rigor previsto no ordenamento Jurídico nacional e internacional; sem esquecer da necessária e urgente atuação, tanto para a cessação de atividades criminosas que estejam sendo praticadas (corrupção e branqueamento de valores obtidos criminosamente, por exemplo) como para a recuperação dos valores desviados das fazendas públicas estadual e federal”, afirmou.

Ciberia // Agência Brasil

COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Muitos falam mal de Mendes, mas dou-lhe total razão. O que Bretas faz é antecipar a pena, ou seja, ele acredita que o indiciado é culpado pelos crimes e decreta-lhe de pronto a prisão. Jamais passou pela cabeça do nobre magistrado que o sujeito pode ser inocente, ou apenas vítima de uma delação mal feita, como já ocorreu. E sendo assim, o ano cumprido numa prisão sem ser culpado, jamais vai ser pago ou haverá um culpado por isso, pois foi apenas um equívoco do magistrado / polícia / MP, como ocorreu recentemente no Paraná, com um reitor de uma universidade. Outro objetivo destas prisões é obter uma delação à qualquer custo. No fim os delatores que são tão malfeitores quanto os corruptos saem soltos, ou seja, os corruptores. Pune-se apenas um lado do crime, o que é um absurdo.

  2. Este Gilmar Mendes não é juiz nem aqui e nem na China, ele está mais para advogado de criminosos. Pela sua postura ele deve pertencer a grande ORCRIM que comanda o Pais e escraviza o povo brasileiro, comandada pelo todo poderoso chefão e gangster Michel Temer.

  3. O que sei é que a corrupção no Brasil e em especial no Estado do Rio de Janeiro, tomou proporções alarmantes, provocando muitas mortes por falta de atendimento médico e também do avanço da violência pública, assim como todos os demais problemas decorrentes da falta de investimento como: educação e saneamento muito precários. Se é preciso manter os corruptos presos para impedir a continuidade da roubalheira, que sejam mantidos presos. Se é preciso mantê-los presos para conseguir chegar ao dinheiro e trazer de volta, que sejam mantidos presos. Outra coisa de suma importância: CORRUPÇÃO É CRIME QUE MATA, QUE TIRA A VIDA DE MUITOS CIDADÃOS, SE TRATANDO PORTANTO DE CRIME DE EXTREMA VIOLÊNCIA.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Sepultura mais antiga que as pirâmides do Egito é encontrada na Rússia

Uma equipe de arqueólogos encontrou uma sepultura antiga na proximidades da cidade de Aksay, na região de Rostov, na Rússia, área onde será construída uma rodovia, revelou a empresa estatal Avtodor. De acordo com os cientistas, …

Matemática desvenda (finalmente) quem escreveu "In My Life", dos Beatles

Mais de 50 anos depois da criação da música “In My Life”, um dos sucessos dos Beatles, a matemática concluiu quem foi o autor da canção, depois de tanto John Lennon como Paul McCartney reclamarem …

Já pode ser muito tarde para salvar o Taj Mahal

O Taj Mahal, monumento que é cartão postal da índia, tem ficado amarelado devido à poluição. O Supremo Tribunal indiano já ameaçou o governo: “ou restauram ou demolem”. Há um ditado que diz que o Taj …

Amazônia: pesca ilegal e desmatamento estão associados a paraísos fiscais

Nesta segunda-feira (13), cientistas pediram uma maior transparência no uso de paraísos fiscais por empresas envolvidas em atividades que prejudicaram os oceanos e a floresta tropical da Amazônia. Em um estudo publicado na Nature Ecology and …

Participação de transexuais nas eleições dos EUA é a maior da história

A participação de pessoas transgênero nas eleições de meio-termo nos Estados Unidos – que serão realizadas em novembro - já é a maior da história norte-americana. Pelo menos 43 candidatos se apresentaram na fase das …

Estudo mostra que Zika chegou ao Brasil proveniente do Haiti

Estudo desenvolvido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Pernambuco revela que o vírus Zika chegou ao Brasil proveniente do Haiti. De acordo com pesquisadores, imigrantes ilegais e militares brasileiros que participaram da missão de paz …

Jacarta, a capital da Indonésia, pode ficar submersa já em 2050

Os especialistas alertam que, se nada for feito, alguns lugares da capital da Indonésia podem acabar completamente debaixo de água até 2050. “A possibilidade de Jacarta ficar submersa não é brincadeira”, adverte Heri Andreas, cientista do …

Cabral admite ter recebido R$ 5 milhões de caixa 2 do Rei Arthur (mas "nunca aceitou propina")

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral sustentou, em depoimento à Justiça Federal, que todo o dinheiro que recebeu era recurso de caixa 2 e que nunca aceitou propina. Ele foi interrogado nesta segunda-feira (13) pelo juiz Marcelo Bretas, …

Tragédia em Gênova: ponte desaba e deixa dezenas de mortos

A ponte Morandi, localizada sobre a autoestrada A10, em Gênova, no norte da Itália, colapsou nesta terça-feira (14). As autoridades admitem que o colapso da estrutura fez dezenas mortos e vários feridos. Inicialmente as autoridades não …

Moro aceita denúncia contra Guido Mantega na Lava Jato

O juiz federal Sérgio Moro aceitou nesta segunda-feira (13) denúncia apresentada pela força-tarefa de investigadores da Operação Lava Jato contra o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega. Com a decisão, Mantega se torna réu em uma …