Curiosity descobre que Marte pode estar coberto de matéria orgânica

JPL-Caltech / NASA

Rover Curiosity, da NASA, em Marte (conceito artístico)

Rover Curiosity, da NASA, em Marte (conceito artístico)

Uma nova análise do rover Curiosity, da NASA, mostrou que o planeta vermelho provavelmente está repleto de orgânicos. 

“Estou convencida de que substâncias orgânicas estão por todo Marte”, disse a biogeoquímica e geóloga Jennifer Eigenbrode, do Goddard Space Flight Center da NASA.

O Curiosity aterrissou em Marte há quatro anos para explorar uma montanha de sedimentos no centro de uma cratera de 150 km de largura.

O veículo rapidamente realizou o objetivo principal de sua missão, que era determinar se Marte já teve os ingredientes químicos e ambientes adequados para apoiar a vida microbiana.

Com a forte evidência de que o planeta realmente foi habitável em algum momento de seu passado – e ainda pode ser hoje -, os cientistas começaram a usar o rover para aprender mais sobre possíveis nichos para a vida marciana.

Uma parte fundamental da pesquisa se concentrou em orgânicos, uma busca que levou à surpreendente descoberta de que a matéria orgânica pode ser amplamente distribuída em Marte.

Habitando Marte

Os cientistas não sabem a origem dos orgânicos, nem como o material conseguiu sobreviver no ambiente radioativo de Marte. Ele foi encontrado em amostras perfuradas de rochas, analisadas quimicamente.

Seja de origem biológica ou geológica, uma rica oferta de substâncias orgânicas tem implicações não só na busca de formas de vida antigas, mas também no apoio a futuros empreendimentos em Marte, como a agricultura.

Essa matéria orgânica poderia ser realmente importante. A porta está aberta a um potencial de habitabilidade expandido”, afirmou Eigenbrode.

Em uma pesquisa relacionada, o geólogo do Instituto de Tecnologia da Califórnia, nos EUA, John Grotzinger, disse que Curiosity encontrou vários exemplos de minerais ígneos primários sendo alterados.

“O que isso está nos dizendo é que aquela bacia sedimentar é um reator químico, que esses minerais ígneos primários estão sendo convertidos sob diferentes circunstâncias químicas em diferentes minerais”, afirmou. “Não temos certeza do que isso significa, mas é muito interessante para a habitabilidade”.

A equipe do Curiosity também fez progressos na localização de possíveis tipos de rochas que poderiam preservar evidências de vidas passadas. A descoberta mais promissora, de acordo com Grotzinger, tem sido uma rocha rica em sílica que é quimicamente semelhante às primeiras rochas na Terra que continham células fósseis.

Conforme Curiosity escalou o Monte Sharp, também descobriu concentrações cada vez mais enriquecidas de boro dentro de fraturas de rocha. Na Terra, o boro está ligado à formação de ribose, um componente-chave do RNA.

“Ainda não encontramos minerais que contenham boro, por isso precisamos ser cautelosos com isso, mas é muito empolgante”, disse Grotzinger.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …