Da “jacuzzi do desespero” no fundo do mar, (quase) nenhuma criatura sai viva

O local é chamado de “jacuzzi do desespero”. Isto porque sua água é tão salgada que mata quase todas as criaturas que têm a infelicidade de parar por lá. Trata-se de um lago de salmoura que foi descoberto no fundo do mar, no Golfo do México.

A piscina circular com cerca de 30 metros de diâmetro e 3,6 metros de profundidade fica situada a mais de mil metros abaixo da superfície do Golfo do México, informam os pesquisadores que efetuaram a descoberta em um artigo científico na Oceanography.

Segundo o Seeker.com, a água dessa “jacuzzi do desespero”, que pode ser a chave para encontrar vida em outros planetas, é “quatro ou cinco vezes mais salgada que a água do mar circundante”.

“A salmoura é tão densa que fica assentada no fundo, formando um caldeirão subterrâneo de químicos tóxicos que incluem gás metano e sulfato de hidrogênio que não se mistura com a água do mar circundante”, destaca a publicação.

O lago de sal se formou à medida que “a água do mar se infiltrava nas brechas no fundo do mar, misturada com as formações de sal subterrâneas da região”, e que o gás metano era drenado.

Uma descoberta de outro mundo

Tudo começou há entre 200 a 145,5 milhões de anos, no período Jurássico, com “um mar superficial no local do atual Golfo do México”, como destaca o IFLScience.

Com a movimentação das placas tectônicas, “o mar foi eventualmente separado do resto do oceano” e, “em um mundo incrivelmente quente“, começou a evaporar, deixando para trás “uma massa de sal”.

“O mar interior evaporado” acabou sendo inundado, ficando novamente ligado aos oceanos. Mas, nesta época, “vastas camadas de sal, com vários quilômetros de espessura, já tinham sido cobertas por sedimentos insolúveis”, divulga o site.

“Extraordinariamente, à medida que o peso da água do mar esmagou este sal, uma parte dele foi forçado a voltar para o fundo marinho através de um processo chamado “tectônicas de sal”. O sal acabou “interagindo com a água do mar, se dissolveu e formou nuvens de salmoura que se instalaram no fundo do mar”.

Foi a partir daí que a “piscina morta” surgiu e “é uma das coisas mais espantosas no fundo do mar”, como refere o cientista que descobriu o local, Erik Cordes.

“Vai-se até o fundo do oceano e se vê um lago ou um rio fluindo. Parece que não estamos neste mundo”, nota o professor de Biologia na Universidade Temple, na Filadélfia, nos EUA.

Mexilhões gigantes que se alimentam de gases nocivos

As primeiras imagens do lago foram obtidas em 2014, graças a um robô subaquático operado remotamente. Mas depois foi possível estudar mais de perto a salmoura com um minissubmarino que podia transportar três pessoas. Dois cientistas e o piloto do submergível demoraram quase uma hora para descer até o fundo do mar.

Quando chegaram lá, encontraram nas bordas da “piscina morta” carcaças de caranguejos de águas profundas, que foram pegos na “armadilha” da salmoura quando procuravam comida.

Eles também descobriram “mexilhões gigantes com as brânquias impregnadas de bactérias simbióticas”  que conseguem “sobreviver se alimentando dos gases nocivos” que existem no lago de salmoura, como explica o IFLScience.

A piscina está coberta por “um tapete vivo de bactérias e de depósitos de sal” e cercada por gás metano. As amostras retiradas do gás denso e da água permitiram detectar vida microbiana que se adaptou à alta salinidade e aos baixos níveis de oxigênio.

Erik Cordes acredita que as criaturas podem se parecer com formas de vida em outros planetas do nosso sistema solar ou de outros mundos. “Há muitas pessoas olhando para estes habitats extremos na Terra como modelos para o que poderemos descobrir quando formos para outros planetas”, conclui o cientista.

Ciberia // Z

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

"Peças extraordinárias" achadas na Indonésia podem ser da lendária "ilha do Ouro"

Tesouros no valor de milhões de dólares encontrados nos últimos cinco anos ao longo do rio Musi podem ser do antigo império malaio Serivijaia, na ilha de Sumatra, que por 300 anos dominou as rotas …

Pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", diz diretor da OMS

A pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", disse neste domingo (24) o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus. O representante da ONU discursou na abertura …

Google está “criando Deus”, alerta ex executivo da Google

Segundo um ex-executivo do Google, a singularidade está chegando. E, segundo ele isso representa uma grande ameaça para a humanidade. Mo Gawdat, ex-diretor de negócios da organização moonshot do Google, que na época se chamava Google …

Pandemia causa a maior redução na expectativa de vida desde a Segunda Guerra

Desde a descoberta do coronavírus SARS-CoV-2, mais de 4,9 milhões de pessoas morreram oficialmente em consequência da infecção, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins. Nesse cenário, a pandemia da covid-19 reduziu a expectativa de vida …

Forças Armadas da Noruega assinam contrato bilionário de mísseis para caças F-35

Noruega tem sido um parceiro ativo no programa de caças dos EUA F-35, tendo em conta que 18 empresas deste país nórdico são parceiros diretos. Subsequentemente, a Noruega decidiu adquirir 52 caças F-35 para substituir …

Brasil fez lobby para mudar relatório climático, diz Greenpeace

Vários países, entre eles o Brasil, tentaram fazer mudanças em um crucial relatório da ONU sobre como combater o aquecimento global, afirmou o Greenpeace nesta quinta-feira (21/10), citando um grande vazamento de documentos. Os documentos aos …

Site da Coreia do Sul é usado para hospedar vírus e distribuí-lo via torrents

Uma campanha de distribuição de malwares na Coreia do Sul está disfarçando cavalos de troia de acesso remoto como um jogo para o público adulto, compartilhado via serviço de hospedagem de arquivos, como o WebHard, …

América Latina pode levar ‘muitos anos’ para superar impacto da pandemia, alerta FMI

Os efeitos negativos da pandemia de Covid-19 em termos de produtividade, emprego e capital humano na América Latina e Caribe podem "demorar muitos anos para serem revertidos". O alerta foi feito nesta quinta-feira (21) pelo …

Dinossauro “garça do inferno com cara de crocodilo” é descoberto

Dois dinossauros carnívoros de dentes pontiagudos com crânios de crocodilo apareceram uma vez nas margens do rio na Ilha de Wight, na Inglaterra, revelam novos fósseis. Os cientistas deram às criaturas nomes científicos que se traduzem …

As 9 acusações contra Bolsonaro no relatório da CPI - e a manobra governista para tentar blindá-lo

Após o relatório da CPI da Covid no Senado acusar o presidente Jair Bolsonaro de nove crimes durante a pandemia, um senador da bancada governista tentou uma manobra para "blindar" o chefe do Executivo e …