Descoberto um novo neurônio (e é fascinante)

Rosehip. Este é o nome da mais recente célula descoberta em humanos, que tem empolgado a comunidade científica, isto porque dá a esperança aos cientistas de responder a uma velha questão: por que muitos tratamentos experimentais funcionam em cobaias, mas não em pessoas?

O neurônio rosehip, ou rosa-mosqueta em tradução literal (uma planta silvestre cujo formato lembra uma rosa que perdeu as pétalas), foi encontrado na primeira camada do cérebro, chamada de neocórtex, a camada mais externa e responsável pela consciência, característica considerada exclusivamente humana e de extrema importância.

O rosa-mosqueta integra um subtipo de neurônios chamados inibidores, isto é, neurônios que impedem a ação de outros organismos celulares cerebrais. Mas o que tem intrigado os cientistas é a sua morfologia particular, dado que a união com seu “parceiro celular” é feita apenas por meio de uma parte muito específica da sua massa.

“Isso significa que esses neurônios controlam o fluxo de informações de uma maneira muito específica”, esclarece Gábar Tamás, neurologista e pesquisador da Universidade de Szeged, na Hungria, e coautor do estudo publicado recentemente na Nature Neuroscience.

(dr) University de Szeged

O neurônio rosehip

Até agora, nunca tinha sido encontrado um corpo celular com essas características. “Este neurônio é muito especial pela sua forma, pelas suas conexões e também por causa dos genes que contem”, explicou Trygve Bakken, coautora do artigo científico e neurocientista do Instituto Allen, nos Estados Unidos.

O fato de essas células nunca terem sido encontradas nos animais mais estudados nos laboratórios – os camundongos – poderia explicar a razão pela qual muitas experiências realizadas posteriormente em seres humanos não obterem os mesmos resultados.

Esse neurônio incomum foi encontrado em células de tecidos cerebrais doados por dois adultos, do sexo masculino, enquanto os cientistas catalogavam células com base nas suas impressões digitais anatômicas e genéticas.

A recente descoberta pode levar à criação de novos modelos mais precisos e devidamente ajustados do nosso órgão mais importante. “Se quisermos entender como o cérebro humano funciona, precisamos estudar seres humanos ou espécies que estejam estreitamente relacionadas”, afirmou Bakken.

Os próximos passos do estudo serão explorar o córtex externo dos primatas e, posteriormente, em pessoas que sofrem distúrbios neuropsiquiátricos, para, desta forma, comprovar a presença de alterações.

Ciberia // BBC / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Biden reimpõe restrições para passageiros procedentes do Brasil

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, restabeleceu nesta segunda-feira (25/01) a proibição da entrada no país de pessoas procedentes da União Europeia, Reino Unido e Brasil para conter a pandemia de covid-19. A nova …

Quem é 'el Chapo asiático' que foi preso acusado de controlar mercado de drogas de R$ 380 bilhões

A polícia holandesa prendeu o suposto chefe de uma das maiores quadrilhas de tráfico de drogas do mundo: Tse Chi Lop, apelidado de "El Chapo" da Ásia. O cidadão canadense nascido na China é apontado como …

Homem recebe primeiro transplante duplo de braço e ombro

A ciência cada vez mais evoluída. Um homem da Islândia foi o primeiro do mundo a receber um transplante duplo de braço e ombro. A cirurgia foi um sucesso e o paciente, o islandês Felix Gretarsson, …

Bolsonaro pode enfrentar um tribunal internacional por crimes contra a humanidade

Jair Bolsonaro pode enfrentar acusações no Tribunal Penal Internacional (TPI) depois de ser acusado de crimes contra a humanidade. Líderes indígenas no Brasil e grupos de direitos humanos estão pedindo ao tribunal que investigue o presidente …

Presidente mexicano López Obrador é diagnosticado com Covid-19

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, 67 anos, entrou para a lista dos líderes mundiais que foram infectados pela Covid-19. Ele informou nesse domingo (24) que testou positivo para o novo coronavírus, …

Desenterram em Jerusalém granada de mão britânica da 1ª Guerra Mundial

Em pleno centro da cidade de Jerusalém, foi desenterrada uma granada de mão britânica da Primeira Guerra Mundial. O artefato perigoso foi descoberto em uma antiga cisterna por Oscar Becherno, responsável pela escavação arqueológica em nome …

Portugueses reelegem presidente Rebelo de Sousa

Urnas em Portugal confirmam previsão de vitória do chefe de Estado de centro-direita, que ganha novo mandato de cinco anos. Combate à pandemia é prioridade. Como esperado, os portugueses reelegeram neste domingo (24/01) o presidente Marcelo Rebelo …

Cuba experimenta dois lados da moeda com chegada de internet móvel

Desde que chegou a Cuba, há apenas dois anos, a internet móvel revolucionou a vida do país – ajudando as pessoas a encontrarem comida, combustível e até remédios em meio a uma escassez terrível. Mas …

Chantilly: em dificuldades finaceiras, um dos mais belos castelos da França pede socorro

A pandemia e o fim da ajuda de um poderoso mecenas colocam em risco o futuro de uma das propriedades mais majestosas da França, o castelo de Chantilly, ao norte de Paris. A reportagem …

Como fumantes de longa data pararam de fumar usando cogumelos mágicos apenas 3 vezes

É mais difícil largar do cigarro do que da heroína, dizem alguns. Mas pesquisadores da Johns Hopkins relataram que um pequeno número de fumantes de longa data que falharam em muitas tentativas de abandonar o …