Em Paris, Dilma Rousseff lança farpas contra Bolsonaro

Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

A ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff

A antiga Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, participou no Sábado na “Fête de l’Humanité”, evento organizado pelo jornal comunista L’Humanité em La Courneuve, nas imediações de Paris.

Durante o muito esperado debate em que participou, Dilma Rousseff denunciou a situação vigente no seu país desde a chegada de Jair Bolsonaro no poder, em particular a permanência do antigo Presidente e figura proeminente do PT, Lula da Silva, na prisão.

Ao qualificar esta situação de “muito grave”, a antiga Presidente do Brasil considerou que “se é possível prender e condenar um ex-Presidente que tem a liderança do Lula, tudo é possível para qualquer pessoa.” Todavia Dilma Rousseff disse acreditar que “será muito difícil manter perante o mundo e perante a visão do povo brasileiro o Lula preso.”

Durante a sua participação na “Fête de l’Humanité” a antiga Chefe de Estado também se referiu a outro aspecto bastante comentado nas últimas semanas, os ataques do Presidente brasileiro e membros do seu executivo contra a Primeira-dama Francesa durante e depois da cimeira do G7, bem como contra a Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos e antiga chefe de Estado chilena, Michelle Bachelet, após esta última ter emitido críticas à actual política de Brasília.

A este respeito, Dilma Rousseff denunciou a “misoginia” de Bolsonaro e declarou “ter pedido desculpas” a ambas e manifestado “a solidariedade das mulheres do Brasil”.

Durante a sua intervenção, Dilma Rousseff evocou ainda a questão da Amazónia. “Ele [Bolsonaro] tem uma postura muito clara em relação aos direitos sociais e ambientais. Diz ter pena dos empresários porque são explorados pelo Estado e defende a redução dos direitos laborais ainda maiores do que a precarização que já foi feita. Ao mesmo tempo, considera um absurdo a protecção ao meio ambiente, à floresta amazónica e aos povos indígenas”, declarou Dilma Rousseff.

De referir que no âmbito da sua passagem por Paris, a antiga Presidente do Brasil tem em agenda esta Segunda-feira à noite uma conferência sobre “a crise da democracia na América Latina e no mundo” no Instituto de Ciências Políticas de Paris e esta Terça-feira deveria participar numa conferência intitulada “O Brasil será ainda o país do futuro? Juventude, educação e democracia” na Universidade da Sorbonne, também aqui em Paris.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Qual a idade em que somos mais infelizes, segundo a ciência

A chamada crise dos 40 deixou de ser um mito, pelo menos de acordo com uma ampla pesquisa realizada em 134 países pelo economista David Blanchflower, professor da universidade Dartmouth College, nos EUA, e ex-membro …

Trump fecha acordo e sinaliza fim da "guerra fiscal" com a China

Na última quarta-feira, os Estados Unidos e a China firmaram um acordo que pode ser o primeiro passo para o fim da chamada “guerra comercial” entre as potências. O pacto, que foi anunciado em dezembro do …

YouTube vincula anúncios em vídeos controversos sobre mudanças climáticas

Uma notícia deixou algumas empresas anunciantes do YouTube surpresas. Segundo estudo feito pela Avaaz, a plataforma de vídeos da Google tem vinculado anúncios de grandes companhias em vídeos que têm como propósito desinformar as pessoas …

Premiê renuncia após Putin propor reformas constitucionais

Líder russo propõe pacote de mudanças com as quais, segundo críticos, poderia permanecer no poder após fim do mandato. Premiê Medvedev renuncia com todo o gabinete para "abrir espaço" às reformas. O presidente da Rússia, Vladimir …

Musculação: detonando o grande mito da nutrição para ganhar massa muscular

Dietas com alto teor de carboidratos costumam ser recomendadas como parte de protocolos de exercícios para melhorar a recuperação e aumentar o desempenho. No entanto, pesquisas recentes tem mostrado que os carboidratos talvez não ajudem …

Austrália: aviões jogam alimentos para animais sobreviventes dos incêndios

Os incêndios que ardem por toda a Austrália desde setembro do ano passado vem atingindo e ameaçando a vida dos animais locais não só diretamente – mais de 500 milhões de animais já morreram por …

"Democracia em Vertigem", de Petra Costa, é indicado ao Oscar

A Academia de Artes e Ciências cinematográficas anunciou nesta segunda-feira (13) os indicados ao Oscar. “Democracia em Vertigem”, da brasileira Petra Costa, foi indicado ao prêmio de melhor documentário. "Dois Papas", o filme de Fernando Meirelles …

Arquivos sobre OVNIs poderiam 'danificar seriamente' segurança dos EUA, segundo Marinha americana

Marinha dos EUA considera que abertura de arquivos sobre OVNIs poderia causar sérios danos à Segurança Nacional, enquanto reconhece existência de OVNIs. Enquanto conspiracionistas acreditam que as Forças Armadas americanas utilizam tecnologia alienígena para o desenvolvimento …

Crise do 737 Max faz Boeing registrar perda de produção recorde

Pela primeira vez em décadas, a Boeing terminou o ano com pedidos negativos de produção de aviões comerciais. No final de 2019, a gigante aeroespacial registrou cancelamentos de 87 unidades, o que significa mais baixas …

Temperatura dos oceanos bate recorde em 2019, diz estudo

Calor absorvido pelos mares nos últimos 25 anos equivale ao gerado por 3,6 bilhões de bombas como a de Hiroshima. Aquecimento disparou nas últimas décadas, o que, segundo cientistas, é "prova do aquecimento global". Em 2019, …