Em Paris, Dilma Rousseff lança farpas contra Bolsonaro

Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

A ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff

A antiga Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, participou no Sábado na “Fête de l’Humanité”, evento organizado pelo jornal comunista L’Humanité em La Courneuve, nas imediações de Paris.

Durante o muito esperado debate em que participou, Dilma Rousseff denunciou a situação vigente no seu país desde a chegada de Jair Bolsonaro no poder, em particular a permanência do antigo Presidente e figura proeminente do PT, Lula da Silva, na prisão.

Ao qualificar esta situação de “muito grave”, a antiga Presidente do Brasil considerou que “se é possível prender e condenar um ex-Presidente que tem a liderança do Lula, tudo é possível para qualquer pessoa.” Todavia Dilma Rousseff disse acreditar que “será muito difícil manter perante o mundo e perante a visão do povo brasileiro o Lula preso.”

Durante a sua participação na “Fête de l’Humanité” a antiga Chefe de Estado também se referiu a outro aspecto bastante comentado nas últimas semanas, os ataques do Presidente brasileiro e membros do seu executivo contra a Primeira-dama Francesa durante e depois da cimeira do G7, bem como contra a Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos e antiga chefe de Estado chilena, Michelle Bachelet, após esta última ter emitido críticas à actual política de Brasília.

A este respeito, Dilma Rousseff denunciou a “misoginia” de Bolsonaro e declarou “ter pedido desculpas” a ambas e manifestado “a solidariedade das mulheres do Brasil”.

Durante a sua intervenção, Dilma Rousseff evocou ainda a questão da Amazónia. “Ele [Bolsonaro] tem uma postura muito clara em relação aos direitos sociais e ambientais. Diz ter pena dos empresários porque são explorados pelo Estado e defende a redução dos direitos laborais ainda maiores do que a precarização que já foi feita. Ao mesmo tempo, considera um absurdo a protecção ao meio ambiente, à floresta amazónica e aos povos indígenas”, declarou Dilma Rousseff.

De referir que no âmbito da sua passagem por Paris, a antiga Presidente do Brasil tem em agenda esta Segunda-feira à noite uma conferência sobre “a crise da democracia na América Latina e no mundo” no Instituto de Ciências Políticas de Paris e esta Terça-feira deveria participar numa conferência intitulada “O Brasil será ainda o país do futuro? Juventude, educação e democracia” na Universidade da Sorbonne, também aqui em Paris.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Líder da oposição de Belarus deixa o país

Ministro da Lituânia afirma que Svetlana Tikhanovskaya "está em segurança” no país vizinho. Regime de Alexander Lukansheko, no poder desde 1994, vem reprimindo protestos que acusam governo de fraudar eleições. O ministro das Relações Exteriores da …

Jovem negro é morto no dia do aniversário por PM que achou que ele fosse atirar

Nesse domingo (9), Rogério Ferreira da Silva Júnior comemorava o seu aniversário de 19 anos dando um rolê de moto. Enquanto passava pela Avenida dos Pedrosos, na Zona Sul de São Paulo, foi perseguido por …

Bill Gates opina sobre compra do TikTok pela Microsoft: “cálice envenenado”

Embora esteja afastado desde março do conselho de diretores da Microsoft, Bill Gates, cofundador e atual consultor de tecnologia da companhia, não deixa de estar atento às recentes notícias de que a gigante de Redmond …

Plataforma de gelo no Canadá quebra e cria iceberg pouco menor que Vitória, do Espírito Santo

Após um aquecimento de cerca de 9 ºC nas últimas décadas, a Milne, considerada "a última plataforma de gelo completa" no mundo, perdeu uma grande parte, formando um iceberg. Uma das maiores plataformas de gelo no …

Cientistas propõe adicionar drogas psicoativas na água potável

Pesquisadores do Reino Unido propuseram uma idéia radical para reduzir a taxa de suicídios: incluir o medicamento psicoativo lítio — um estabilizador de humor — na água potável da população. Parece uma idéia completamente radical, mas …

Magnata da mídia é preso em Hong Kong

Jimmy Lai, crítico do regime de Pequim e proprietário de jornal pró-democracia, foi detido com base em nova lei de segurança nacional imposta pela China. O empresário Jimmy Lai, uma das figuras mais influentes do movimento …

Twitter entra na briga pela compra do TikTok e pode fundir redes sociais

O banimento do TikTok nos Estados Unidos virou uma verdadeira novela mexicana. O aplicativo chinês, que tem até 45 dias para encontrar uma companhia americana para assumir suas operações no país e não ser bloqueado …

Motoboy é vítima de racismo de homem branco: "Você tem inveja disso aqui [minha cor]"

A manhã de sexta-feira (7) começou com mais um caso de racismo no Brasil. Um vídeo que viralizou no Twitter registra um homem branco fazendo injúrias raciais contra um entregador de delivery. As fortes imagens são …

‘Grande ameaça à saúde pública’: cientistas descobrem mutação resistente a remédio contra a malária

Pesquisadores em Ruanda identificaram uma cepa do parasita causador da malária que é resistente a medicamentos. O estudo, publicado na revista Nature, revelou que os parasitas eram capazes de resistir ao tratamento com a artemisinina, um …

Brasil, um ano no foco da crítica ambiental mundial

Em agosto de 2019, país virou pária ambiental devido a incêndios e aumento do desmatamento. Bolsonaro reagiu com agressividade e insultos. Agora, aumenta a pressão de investidores estrangeiros por uma mudança de rumo. Foi uma catástrofe …