Kelli fez um teste de DNA e descobriu que era filha do médico de fertilidade dos pais

simcsea / Flickr

Nos Estados Unidos, uma família descobriu que o seu médico de fertilidade tinha inseminado artificialmente a mulher com o próprio DNA, sem consentimento.

Quando um casal disse ao seu médico de fertilidade que ia mudar de cidade, o profissional reagiu de forma pouco comum: começou a chorar.

Talvez a “inexplicável” atitude possa até ter uma razão, se tivermos em conta que o médico era, na realidade, o pai da filha da mais nova do casal, Kelli Rowlette, ainda que sem o consentimento dos genitores.

Mas avançando no tempo, Kelli Rowlette, então vivendo no estado de Washington, nos EUA, fez recentemente um teste de DNA com a Ancestry.com, apenas para descobrir que o homem que chamava de pai não era, na realidade, seu pai biológico.

Na verdade, a Ancestry informou que seu verdadeiro pai era um médico chamado Gerald Mortimer, que vivia a mais de 800 quilômetros de distância. Para Kelli, a informação foi tão surpreendente que disse à mãe que a empresa responsável pelo seu teste de DNA tinha se enganado.

O que Kelli não sabia era que seus pais tinham ido a esse mesmo médico, Gerald Mortimer, nos anos 1980. Na época, a mãe teria sido inseminada artificialmente com o esperma do pai e de um “doador anônimo” que, supostamente, seria um estudante universitário com cerca de 1,80 metro, moreno, de olhos azuis – características que o médico não possuía.

Os pais tinham mantido até então a inseminação artificial um segredo da filha, enquanto que o médico manteve em segredo que ele e Kelli Rowlette compartilhavam o DNA.

Mesmo depois de o teste de DNA ter revelado que o pai biológico de Rowlette não era o seu pai, a mãe de Kelli optou por não revelar o segredo da família.

De acordo com o Seattle Times, alguns meses depois, no entanto, Rowlette descobriu a chocante verdade por si mesma. Em agosto, Rowlette ajudava os pais com documentos antigos quando encontrou sua certidão de nascimento, que tinha sido assinada pelo médico que fez o seu parto: o doutor Gerald Mortimer.

Na semana passada, a família Rowlette avançou com uma ação judicial. Agora estão processando o médico aposentado por “fraude e negligência médica“, alegando que estão em “sofrimento imensurável”.

A empresa Ancestry aproveitou ainda para lançar um comunicado no qual afirma estar “comprometida a dar os resultados mais confiáveis, mesmo que, com isso, as pessoas descubram ligações inesperadas”.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Donald Trump e Joe Biden travam debate caótico

Xingamentos e interrupções marcam primeiro duelo direto. Trump se recusa a condenar racistas, e Biden chama presidente de palhaço e mentiroso. Democrata sinaliza que pretende retaliar Brasil por devastação ambiental. Faltando pouco mais de um mês …

Flight Simulator tem um bug com buraco bizarro no mapa do Brasil

Vejam só: encontraram um bug respeitável na edição 2020 de Flight Simulator, o respeitado simulador de voo da Microsoft. E, para o nosso orgulho, a falha se localiza especificamente no Brasil. Se você sobrevoar as coordenadas …

Médica fez viagem institucional para impedir aborto de criança vítima de estupro e Damares teria atuado nos bastidores

Uma reportagem da Folha de São Paulo afirmou que uma das médicas que trabalhou para impedir o aborto legal de uma criança de 10 anos que foi estuprada em São Mateus, ES, confessou, em entrevista, …

COVID-19: produção de vacina pode causar morte de meio milhão de tubarões, alertam especialistas

Óleo natural feito a partir do fígado dos tubarões é um componente-chave entre os ingredientes utilizados por vários candidatos a vacina contra a COVID-19. A Shark Allies, uma organização de defesa aos tubarões, da Califórnia, EUA, …

Quem é Amy Barrett, a indicada de Trump para Suprema Corte?

Se aprovada pelo Senado, atual juíza federal e católica devota poderá influenciar a vida pública dos EUA por décadas e mover de vez a composição da Corte para uma orientação conservadora. Se no Brasil o presidente …

Uber ganha 18 meses de licença para atuar em Londres

Após uma longa batalha jurídica, a Uber ganhou uma licença para restabelecer suas operações em Londres pelos próximos 18 meses. Em novembro de 2019, a empresa havia sido impedida de atuar na capital inglesa, depois que …

Testes de DNA da moda não identificam indígenas brasileiros

Testes de DNA estão na moda. Se você pensou em exames para comprovar paternidade ou algo nesse sentido: não é disso que estamos falando (embora pudéssemos). A nova tendência — entre aqueles que têm condições para …

EUA e Brasil querem barrar governo Maduro na Organização Pan-Americana da Saúde

Os Estados Unidos, o Brasil e outros 11 países rejeitaram nesta segunda-feira (28) a legitimidade do governo de Nicolás Maduro na Venezuela para participar do Conselho Diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). A …

Água líquida em Marte: descobertas mais reservas no polo sul do Planeta Vermelho

Em 2018, pesquisadores italianos anunciaram que haviam encontrado evidências da existência de água líquida em Marte, abaixo da calota polar sul. Agora, a equipe voltou em mais uma série de informações que não apenas sustentam essa …

Cientistas russos encontram nova forma de tratamento para covid-19

Uma equipe de cientistas russos sugeriu tratar os pacientes gravemente afetados pelo coronavírus SARS-CoV-2 da mesma maneira que são tratados alguns casos de intoxicação. De acordo com os especialistas do Instituto de Pesquisa de Medicina de …