Dom Quixote à brasileira: escritor cruza o continente americano inteiro à cavalo

(dv) Filipe Masetti Leite

Movido por um sonho de criança, o caubói, jornalista e agora escritor, Filipe Masetti Leite, atravessou 10 países e inúmeras paisagens com seus cavalos. Foram dois anos para atravessar 16 mil quilômetros entre Calgary, no Canadá, até Barretos, no interior de São Paulo, acompanhado por seus cavalos: Frenchie, Bruiser e Dude.

O sonho de realizar essa jornada vem desde criança quando o brasileiro escutava do pai a história sobre o professor suíço Aime Tschiffely que, na década de 1920, cavalgou da Argentina até Nova York.

Em 2012, ele partiu em sua longa jornada na qual atravessou desertos, rios, estradas, temperaturas diversas, enfrentou dificuldades, imprevistos e correu risco de vida. Formado em jornalismo pela Ryverson University de Toronto, Filipe filmou, editou e publicou 90 episódios de sua viagem em um site.

(dv) Filipe Masetti Leite / Harper Collins

Além disso, agora será possível conferir todas as suas aventuras no livro “Cavaleiro das Américas”, escrito por ele e que será lançando no dia 16 de agosto, em São Paulo.

“A maior dificuldade desse tipo de viagem é cuidar dos seus animais que se tornam seus filhos. A minha ligação com os cavalos foi muito forte. Amo demais esses cavalos”, disse o Filipe, que notou que o seu nome significa “amigo dos cavalos”.

“Um cavalo foi atropelado no sul do México. Ele escapou à noite e foi atingido em cheio por uma caminhonete. Mas eu tive muita sorte nessa primeira viagem. Eu tive diversos anjos da guarda. Eu fiquei um mês parado, cuidando dele, e o cavalo se recuperou. E o Frenchie chegou comigo até o Brasil, e hoje ele vive feliz no pasto da minha família“, explicou.

Em um outro episódio, o cavalo Frenchie quase se afogou em um rio, pois tem medo de água. “Frenchie, com medo da água, entrou em pânico no meio do rio. Em vez de nadar como os outros cavalos, deu uma guinada para voltar à margem, mas em um instante foi arrastado pela correnteza furiosa”, contou.

“Agora nem sequer dava para vê-lo. Meu menino dourado se foi. E se ele se afogar? E se quebrar uma pata nas pedras? E se um crocodilo o pegar?”, se pergunta.

O jornalista ainda revelou não ter passado por perigos durante a jornada. Segundo ele, a receptividade era constante ao longo do caminho. Ele ressaltou ter contado até com a solidariedade de narcotraficantes, dos cartéis de drogas mexicanos e outros países.

“Nunca tive nenhum problema. Os cavalos acabaram abrindo portas que de outra forma não iam se abrir. Em fiquei na casa de narcotraficante em Honduras, fiquei na casa de político, de pessoas que tinham tudo e de pessoas que não tinham nada. E todos me ajudaram. Até os narcotraficantes”, revelou Filipe.

O caubói falou ainda dos momentos mais marcantes da viagem que foi a sua partida do Canadá e sua chegada a Barretos, em 2014, onde foi recepcionado por uma plateia de 40 mil pessoas ao fim da viagem.

Fizeram uma estátua minha e dos cavalos, de 5 metros, que agora está no Parque do Peão. Sou uma pessoa diferente graças à essa jornada”, constatou o caubói.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Portugal isola Lisboa para conter disseminação de variante

Em meio a alta de casos e difusão da variante delta do coronavírus, detectada inicialmente na Índia, governo português restringe circulação para dentro e para fora da região metropolitana da capital no fim de semana. Em …

Astrônomos descobrem as maiores estruturas giratórias conhecidas no universo

Tentáculos de galáxias com centenas de milhões de anos-luz de comprimento podem ser os maiores objetos giratórios do universo, um novo estudo descobriu. Corpos celestes muitas vezes giram, planetas, estrelas e galáxias. No entanto, aglomerados gigantes …

Facebook implementa software de IA capaz de detectar fotos e vídeos falsos

Os deepfakes são arquivos de mídia, incluindo fotos, vídeos e áudio, editados através de inteligência artificial (IA), que fornecem alto realismo e muitas vezes causam confusão após serem compartilhados nas redes sociais. Na quarta-feira (16), os …

China envia três astronautas para sua estação espacial

Grupo deverá ficar três meses no espaço e colocar em funcionamento o módulo central da estação espacial Tiangong. China não participa da ISS por decisão dos EUA. A primeira missão tripulada enviada pela China para a …

Putin “não quer Guerra Fria com EUA”, diz Biden após encontro com presidente russo

Os presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden, e da Rússia, Vladimir Putin, participaram nesta quarta-feira (16) de uma esperada reunião bilateral. O encontro realizado em Genebra acontece em um contexto de forte tensão entre …

Variante lambda do coronavírus: o que se sabe sobre mutação que se espalha pela América do Sul e preocupa OMS

Os vírus usam técnicas diferentes para continuar infectando as pessoas. E o caso da covid-19 não é exceção. As versões atuais da doença estão se espalhando muito mais facilmente do que a original, que surgiu na …

Embaixadores da Rússia e dos EUA "regressam ao trabalho", diz Putin após cúpula com Biden

A Rússia e os EUA acordaram o regresso de seus embaixadores, informou Vladimir Putin. Vladimir Putin, presidente da Rússia, disse, após conversas com seu homólogo americano Joe Biden, que os embaixadores russo e norte-americano voltam …

Cientistas desvendam segredos genéticos dos menores mamíferos mergulhadores do mundo

Biólogos descobriram os segredos genéticos dos menores mamíferos mergulhadores do mundo: os musaranhos aquáticos. Usando amostras de DNA para construir uma árvore evolutiva, cientistas revelaram em um estudo recente que o comportamento destes mamíferos comedores de …

Pandemia, tufões e inundações agravaram crise alimentar na Coreia do Norte

O líder norte-coreano Kim Jong-Un admitiu que o país enfrenta uma "situação alimentar crítica", informou a mídia estatal nesta quarta-feira (16). A Coreia do Norte, cuja economia sofre com os reflexos de várias sanções …

Israel ataca Faixa de Gaza em resposta a balões incendiários

Bombardeios israelenses miram alvos do Hamas, testando cessar-fogo acertado em maio após 11 dias de conflito com militantes palestinos. Marcha de nacionalistas judeus em Jerusalém elevou tensão. Israel bombardeou alvos do Hamas na Faixa de Gaza …