Eleições regionais na Itália são um teste para governo diante de avanço da Liga de Salvini

radioalfa / Flickr

Matteo Salvini, líder da extrema-direita e vice-primeiro-ministro da Itália

Apesar do novo avanço de contaminações de Covid-19, a Itália organiza neste domingo e segunda-feira eleições municipais e regionais. Os eleitores também são convocados para se pronunciar em um referendo nacional sobre a redução do número de parlamentares. A eleição é considerada um teste para a coalizão no poder e pode apontar o crescimento da extrema direita liderada de Matteo Salvini.

Todas as atenções estão voltadas para a eleição dos governadores de sete regiões italianas, e particularmente para a votação na Toscana.

A Liga de Matteo Salvini tenta conquistar a província do centro da Itália, reduto histórico da esquerda há meio século. Uma derrota na Toscana e em outras regiões seria um golpe para o governo de centro esquerda de Giuseppe Conte, formado pelo Movimento 5 Estrelas (M5S) e pelo Partido Democrata (PD).

A centro direita dirige atualmente quatro das regiões que elegem seus governadores nesta votação. Segundo as pesquisas de opinião, a coalizão liderada pela extrema direita pode ganhar terreno.

A Liga, hoje na oposição, é primeiro partido do país e se aliou nestas eleições com o Fratelli Itália, também de extrema direita, e com a Forza Itália, de Silvio Berlusconni, de direita. Na Toscana, os dois candidatos estão empatados.

Outro teste acontece no Vêneto, mas envolve o futuro da Liga. Nessa região, Salvini está na disputa contra o atual governador, também de direita, mas que é mais pragmático, consensual e menos xenófobo que o ex-ministro do Interior. Se perder, Salvini sabe que não conseguirá escapar de um acerto de contas interno em seu partido.

Referendo

O referendo nacional sobre a redução de um terço do número de parlamentares na Itália é uma promessa de campanha do M5S, que integra a coalizão no poder. A proposta, que deve ser aprovada, propõe reduzir de 945 para 600 o número de deputados no país. A Itália tem atualmente o segundo parlamento mais numeroso da Europa, atrás do Reino Unido, com 1.400 congressistas, e na frente da França, com 925.

Estas são as primeiras eleições realizadas desde o início da epidemia na Itália, que foi um dos países mais atingidos do continente. Os eleitores, principalmente os mais velhos, mostram reticências em comparecer às urnas e a taxa de participação é uma incógnita.

No sábado, o país registrou 1.628 novos casos e 24 mortos. Para o infectologista Massimo Galli de Milão, a realização dessas eleições, que já haviam sido adiadas, “é uma loucura”.

Os resultados serão divulgados na segunda-feira à noite.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …