Elon Musk revela seus planos para hackear cérebros humanos

Uma das empresas do multi-empresário Elon Musk, a Neuralink, está trabalhando em uma tecnologia inovadora baseada em “fios” ou eletrodos que serão implantados no cérebro humano.

O objetivo de tal tecnologia? Conectar nossos cérebros a potenciais interfaces computacionais, como a internet. Por enquanto, os fios ultrafinos serão testados para fins médicos, mas a longo prazo a ideia é “alcançar uma espécie de simbiose com a inteligência artificial”.

Obviamente, isso será opcional. Não precisaremos todos nos tornar metade humanos-metade robôs artificialmente inteligentes (ufa ou que pena, dependendo de como você se sente sobre isso).

A Neuralink foi fundada em 2017 e é presidida por Max Hodak. A tecnologia para “hackear” cérebros humanos ainda está em estágio inicial, e há um longo caminho pela frente antes que possa ser comercializada.

Por enquanto, o plano é usar robôs para operar uma espécie de “máquina de costura” a fim de implantar os fios (que tem aproximadamente um terço do diâmetro de um fino cabelo humano) no tecido cerebral de uma pessoa, onde serão capazes de realizar operações de leitura e escrita de informações em grandes volumes de dados.

Neuralink

No futuro, o método deve evoluir para o uso de lasers que farão minúsculos buracos no crânio humano para implantar os fios ultrafinos. Isso seria muito menos invasivo e os pacientes não sentiriam nada.

Os eletrodos podem teoricamente ser utilizados para propósitos médicos, como permitir que amputados reganhem mobilidade através de membros protéticos, ou restaurar visão e audição, por exemplo. Esse tipo de teste pode começar já no ano que vem, inclusive.

Avançando no escuro

A Neuralink demonstrou a tecnologia em ratos em laboratório recentemente, e a performance excedeu os melhores sistemas de interface cérebro-computador que existem hoje. Os dados foram recolhidos via USB-C e geraram cerca de dez vezes mais transferência de informação do que os melhores sensores atuais.

Por enquanto, a fim de avançar na pesquisa, a Neuralink está recrutando talentos e divulgando suas descobertas justamente para poder trabalhar mais abertamente esse campo de estudo, alcançando melhores resultados.

Por exemplo, existe a questão sobre a longevidade dos fios/eletrodos quando expostos ao cérebro humano, uma vez que o órgão possui uma mistura salina que pode danificar e degradar plásticos ao longo do tempo.

Em última análise, o plano é que os eletrodos implantados sejam capazes de se comunicar com chips fora do cérebro sem necessidade de nenhuma conexão, proporcionando monitoramento em tempo real e com liberdade de movimento sem precedentes.

Ciberia // HypeScience / NYT /

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Asteroide passa ‘raspando’ pela Terra e chega mais perto de nós do que satélites de TV

Por pouco não tivemos a ‘visita‘ de um asteroide na manhã desta quinta-feira (24). O evento era, basicamente, a cereja do bolo do que está sendo o anos de 2020. Quase! O objeto, chamado de ‘2020 …

Sarcófago de 'supervisor dos tronos' é desenterrado no Egito

Um sarcófago de pedra calcária e várias estatuetas funerárias ushebti foram descobertas na cidade egípcia de Minya, por uma missão arqueológica do país, liderada por Mostafa al-Waziry, o secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades do …

Trump não se compromete com transferência pacífica de poder

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recusou-se a se comprometer com uma transferência pacífica de poder caso seja derrotado na eleição presidencial de 3 de novembro. "Vamos ver o que vai acontecer", disse Trump, ao …

TikTok impõe restrições em anúncios de emagrecimento para combater gordofobia

O TikTok anunciou nesta quarta-feira (23) uma série de novas regras que restringem a veiculação de anúncios de aplicativos e suprimentos de emagrecimento dentro da plataforma. Segundo o comunicado oficial da rede social, o objetivo das …

Volkswagen vai indenizar ex-trabalhadores que denunciaram ditadura militar no Brasil

A subsidiária da montadora alemã Volkswagen anunciou que vai indenizar ex-trabalhadores por violações de direitos humanos no Brasil. Como reconhecido pela própria empresa, seus serviços de segurança interna colaboraram com a ditadura militar brasileira …

Coreia do Sul acusa Norte de ter matado brutalmente um de seus funcionários desaparecido

A Coreia do Sul afirmou que um dos funcionários de seu Ministério dos Oceanos e Pesca foi morto e queimado após ter desaparecido durante o serviço no mar. O funcionário de 47 anos teria desaparecido nesta …

Pedaço de gelo quase do tamanho do Recife se descola da última plataforma do Ártico

Um pedaço de quase 110 quilômetros quadrados de gelo se desprendeu da última plataforma de gelo da Groenlândia, chamada de Nioghalvfjerdsfjorden ou 79N. A título de comparação, o tamanho da parte que se soltou equivale …

Blue Origin quer criar habitats espaciais comerciais já na década de 2020

Parece que a Blue Origin, empresa de Jeff Bezos focada em voos espaciais comerciais, está mesmo querendo entrar no novíssimo e vindouro mercado de habitats na órbita da Terra — e pode ter a NASA …

Brasil é líder em conflitos socioambientais na Amazônia

Dono da maior extensão de Floresta Amazônica, o Brasil também é campeão em conflitos socioambientais na região. Um levantamento inédito comparando a situação de quatro países mostrou que, dos 1.308 confrontos registrados em 2017 e …

Lukashenko toma posse em cerimônia secreta em Belarus

O presidente de Belarus prestou juramento, nesta quarta-feira (26), em uma cerimônia mantida em sigilo. Este é o sexto mandato do chefe de Estado, no poder há 26 anos. "Alexander Lukashenko prestou juramento no idioma bielorrusso, …