Empresa é multada por comprar reviews falsos na Amazon

Uma empresa de cápsulas de emagrecimento dos EUA foi multada em US$ 12,8 milhões por comprar reviews falsos para seus produtos disponibilizados na Amazon.

A Cure Encapsulations foi alvo de uma investigação da Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês) que resultou na primeira penalidade desse tipo por uma prática que vem se tornando cada vez mais comum no comércio eletrônico.

No processo, o governo acusa a fabricante de suplementos de pagar um site chamado Amazon Verified Reviews para realizar críticas positivas e infundadas sobre seus produtos, ocultando análises negativas feitas por clientes de verdade, além de manter a nota em, no mínimo, 4,3 de um total de 5. No momento em que esta reportagem é escrita, o serviço está inacessível.

A FTC aponta que a Cure Encapsulations usou de argumentos simplesmente falsos como uma forma de vender seus produtos, utilizando os reviews como mais uma ferramenta de marketing.

Entre as acusações vistas como problemáticas pelo órgão estão alegações de que os produtos da empresa seriam capazes de impedir a formação de gordura e garantir um emagrecimento rápido e sem esforço.

O componente principal usado pela empresa em seus produtos é a garcinia cambogia, que desde 2012 é citado como um inibidor natural de apetite, ganhando a atenção de celebridades e cidadãos comuns.

Entretanto, médicos e pesquisas científicas questionam sua real eficácia, com alguns estudos apontando até mesmo que o consumo contumaz desse tipo de substância pode gerar efeitos gastrointestinais danosos, o que levou até mesmo à proibição na venda de alguns destes produtos nos Estados Unidos.

A Cure Encapsulations, entretanto, estava fora desse banimento e, agora, se tornou a primeira condenada a pagar uma multa por causa de reviews falsos na Amazon. Do valor total, de US$ 12,8 milhões, a companhia deve pagar US$ 50 mil imediatamente, com o restante permanecendo suspenso até a finalização do processo, que ainda é passível de recurso.

O montante também pode ser reduzido caso ela cumpra outras determinações da FTC, como a de avisar aos compradores antigos sobre a aquisição de reviews falsos. Além disso, a empresa ficou proibida de vender suas cápsulas até que apresente comprovação científica válida sobre os efeitos que promete entregar.

Comentando o caso, o diretor do Bureau de Proteção ao Consumidor da FTC, Andrew Smith, afirmou que a publicação de reviews falsos fere os consumidores e também o mercado. Análises desse tipo, aponta Smith, são essenciais na experiência de compra pela internet, com esse tipo de manipulação artificial de notas e comentários impedindo a tomada de decisão consciente.

A Amazon não se pronunciou diretamente sobre o assunto, mas, no passado, já disse tomar todas as atitudes para coibir reviews falsos e também os sites que vendem esse tipo de postagem. A empresa garante que a “grande maioria” das análises publicadas em seu marketplace são legítimas, com aquelas sob suspeita sendo retiradas do ar assim que identificadas.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Príncipe Andrew vira centro de escândalo sexual

O príncipe Andrew do Reino Unido comunicou nesta quarta-feira (20/11) que decidiu se afastar da vida pública após o agravamento da controvérsia em torno de seu envolvimento com o milionário americano Jeffrey Epstein, acusado de …

Brasil é o maior hub de fintech da América Latina

O Brasil é o maior país da América Latina — tanto em massa quanto em população — e ocupa uma posição influente no cenário global. Depois dos Estados Unidos, o Brasil lidera a lista do …

Entomólogo dos EUA acredita ter identificado fósseis de insetos em Marte

O entomólogo William Romoser, professor emérito da Universidade de Ohio (EUA), analisou fotos captadas por rovers da NASA em Marte e afirma ter achado nelas fósseis de insetos. Romoser analisou detalhadamente estruturas parecidas a abelhas, bem …

China se irrita com decisão americana sobre Hong Kong e convoca diplomata

Pequim convocou nesta quarta-feira (20) um diplomata do alto escalão dos Estados Unidos após a adoção na terça-feira (19), pelo Senado americano, de um texto que apoia os "direitos humanos e democracia" em Hong Kong. Os …

Porteiro que citou Bolsonaro no caso Marielle recua em novo depoimento

O porteiro que citou o presidente Jair Bolsonaro nas investigações sobre a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista, Anderson Gomes, depôs nesta terça-feira (19/11) à Polícia Federal e recuou da versão que havia …

Anistia Internacional denuncia mais de 100 mortes em protestos no Irã

ONG relata uso de munição real contra manifestantes e diz que total de mortos pode ser ainda maior. Presidente e líder supremo dizem que país teve êxito ao lidar com distúrbios provocados por inimigos externos. A …

Áustria decide sobre polêmica do destino da casa onde nasceu Hitler

Por enquanto, parece ter se encerrado a polêmica sobre qual destino dar à residência onde nasceu Adolf Hitler. O edifício, que fica na Áustria, se tornará uma delegacia de polícia, segundo anunciou o governo austríaco …

Satélites Starlink já estão atrapalhando observações astronômicas

Em maio, Elon Musk garantiu que seus satélites Starlink não causariam impactos nas observações astronômicas — declaração dada pelo Twitter logo após o lançamento dos primeiros 60 satélites do projeto que visa pelo menos 12 …

As celebridades no esporte que adoram poker - 7 esportistas que jogam poker por lazer!

O poker está cada dia mais alcançando um status como esporte e poderá até mesmo se tornar um esporte olímpico. Desde 2009, o poker é considerado mundialmente como um esporte da mente pela International Mind Sports …

Tiro de PM causou morte da menina Ágatha no Rio, aponta inquérito

A Polícia Civil do Rio de Janeiro afirmou nesta terça-feira (19/11) que um cabo da Polícia Militar foi indiciado por homicídio doloso (quando há intenção de matar) pela morte de Ágatha Vitória Sales Félix, de …