Erro de pilotagem teria provocado a queda do voo Rio-Paris AF 447

Caroline et Louis Volant / Flickr

Equipes de socorro recolhem destroços do voo Air France Rio-Paris AF447

Em um documento de 200 páginas entregue à Justiça no dia 24 de setembro, um segundo painel de especialistas responsabiliza em parte a Airbus e a Air France pela queda do voo Rio-Paris AF447, que causou a morte de 228 pessoas em 1° de junho de 2009.

As conclusões finais do último relatório forense sobre o acidente foram publicadas pelo jornal Le Parisien na noite desta quinta-feira (4) e mais uma vez apontam os erros da tripulação, incluindo “ações inadequadas na direção manual” em face à “perda de controle ” da aeronave que levariam à queda do A330.

Eles colocaram em segundo plano as responsabilidades da empresa Air France e especialmente a fabricante Airbus, ambos indiciados por “homicídio culposo” neste caso instruído em Paris há quase dez anos.

O cenário geral do acidente é agora conhecido: o elemento desencadeador do desastre foi a formação de gelo das sondas de Pitot do A330, que resultaram em indicações errôneas de velocidade e levaram, em cascata, à queda da aeronave.

Dentro da conjunção de fracassos técnicos e humanos, este segundo painel de especialistas acredita que “a causa direta do acidente foi a perda de controle da trajetória de voo da aeronave pela tripulação”.

“Essa perda de controle resultou de ações inadequadas dos dois co-pilotos no cockpit – o capitão estava ausente e não havia deixado instruções, enquanto o avião atravessava o Atlântico”, escrevem os especialistas.

Nas “causas indiretas”, os especialistas listam inúmeras deficiências passíveis de responsabilidade da empresa Air France, em termos de treinamento e informação.

Eles observam, em particular, “a falta de treinamento da tripulação em pilotagem em alta altitude” e “insuficiente processamento operacional pela empresa de incidentes de indicações de velocidade incorretas” para suas tripulações.

Quanto à Airbus, o único item citado é “a ambiguidade do procedimento Stall” na documentação do construtor – uma classificação “validada pela Direcção-Geral de Aviação Civil”, sublinha o relatório.

As conclusões que tendem a diminuir responsabilidades da Airbus causam indignação entre as famílias das vítimas.

“A certificação de um aparelho pela DGAC confere o direito a erros que levam à morte de centenas de pessoas!”, lamentou Sébastien Busy, advogado da Associação Entreajuda e Solidariedade AF447.

“As reações da tripulação foram adaptadas de tal forma que parece como se tudo estivesse funcionado bem!”, diz Danièle Lamy, presidente da Entreajuda e Solidariedade AF447, que perdeu um filho no acidente.

Lamy recorda que uma primeira perícia judicial, em 2012, não chegou às mesmas conclusões, e exige que as partes civis questionem os especialistas do segundo painel. “Esses dois relatórios contraditórios tornam necessário um debate judicial público. É preciso um processo!”, insiste Danièle Lamy.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

TikTok impõe restrições em anúncios de emagrecimento para combater gordofobia

O TikTok anunciou nesta quarta-feira (23) uma série de novas regras que restringem a veiculação de anúncios de aplicativos e suprimentos de emagrecimento dentro da plataforma. Segundo o comunicado oficial da rede social, o objetivo das …

Volkswagen vai indenizar ex-trabalhadores que denunciaram ditadura militar no Brasil

A subsidiária da montadora alemã Volkswagen anunciou que vai indenizar ex-trabalhadores por violações de direitos humanos no Brasil. Como reconhecido pela própria empresa, seus serviços de segurança interna colaboraram com a ditadura militar brasileira …

Coreia do Sul acusa Norte de ter matado brutalmente um de seus funcionários desaparecido

A Coreia do Sul afirmou que um dos funcionários de seu Ministério dos Oceanos e Pesca foi morto e queimado após ter desaparecido durante o serviço no mar. O funcionário de 47 anos teria desaparecido nesta …

Pedaço de gelo quase do tamanho do Recife se descola da última plataforma do Ártico

Um pedaço de quase 110 quilômetros quadrados de gelo se desprendeu da última plataforma de gelo da Groenlândia, chamada de Nioghalvfjerdsfjorden ou 79N. A título de comparação, o tamanho da parte que se soltou equivale …

Blue Origin quer criar habitats espaciais comerciais já na década de 2020

Parece que a Blue Origin, empresa de Jeff Bezos focada em voos espaciais comerciais, está mesmo querendo entrar no novíssimo e vindouro mercado de habitats na órbita da Terra — e pode ter a NASA …

Brasil é líder em conflitos socioambientais na Amazônia

Dono da maior extensão de Floresta Amazônica, o Brasil também é campeão em conflitos socioambientais na região. Um levantamento inédito comparando a situação de quatro países mostrou que, dos 1.308 confrontos registrados em 2017 e …

Lukashenko toma posse em cerimônia secreta em Belarus

O presidente de Belarus prestou juramento, nesta quarta-feira (26), em uma cerimônia mantida em sigilo. Este é o sexto mandato do chefe de Estado, no poder há 26 anos. "Alexander Lukashenko prestou juramento no idioma bielorrusso, …

Pássaros sacrificados como oferenda aos deuses são encontrados no Egito

Milhões de aves, que teriam sido utilizadas como oferenda aos deuses Hórus, Rá ou Thoth foram encontradas por uma equipe de arqueólogos no Egito. Os arqueólogos da Universidade Claude Bernard Lyon estavam trabalhando nas escavações de …

Navalny deixa hospital em Berlim

Oposicionista russo recebe alta após um mês de tratamento para curar envenenamento por agente neurotóxico do tipo Novitchok. Médicos dizem que recuperação total é possível, mas não sabem estimar efeitos de longo prazo. O oposicionista russo …

Governo pede suspensão de filme da Netflix após acusações de pedofilia

Após diversas acusações de pedofilia nas redes sociais ao filme Lindinhas, que estreou com exclusividade na Netflix, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos pediu a suspensão e investigação sobre sua distribuição …