Espiões dos EUA e de Israel estão irritados com revelações de Trump a russos

Russian Foreign Ministry Handout

O presidente Donald Trump no encontro, realizado na Casa Branca, com o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, e o embaixador russo nos EUA, Sergei Kislyak

O presidente Donald Trump no encontro, realizado na Casa Branca, com o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, e o embaixador russo nos EUA, Sergei Kislyak

Os EUA e Israel desvalorizam publicamente as alegações de que o presidente norte-americano passou a russos informação sensível, obtida pela espionagem israelita, mas os espiões estão frustrados e receosos com as repercussões para sua parceria.

“Sei como as coisas funcionam nas informações israelitas”, afirmou Uri Bar-Joseph, professor na Universidade de Haifa, em Israel, que tem estudado e escrito sobre as operações de espionagem do Estado de Israel.

“Tenho alguns amigos com quem falo. Eles estão perturbados. Estão sinceramente frustrados e irritados”, disse.

Durante uma reunião na Casa Branca com o ministro dos Negócios Estrangeiros russo e o embaixador russo nos EUA, na semana passada, Donald Trump compartilhou informações sobre uma ameaça proveniente do Estado Islâmico, envolvendo computadores portáteis em aviões, segundo um dirigente sênior norte-americano, que falou sob anonimato, por não estar autorizado a falar sobre assuntos sensíveis.

Dirigentes dos EUA e de Israel procuraram acalmar a situação. O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, H. R. McMaster, disse à imprensa que as revelações de Trump foram “totalmente apropriadas”.

O chefe de Estado também confirmou, no Twitter, que passou a informação a Rússia sobre terrorismo e afirmou que, “como Presidente, tenho todo o direito de o fazer” e que só o fez porque quer que os russos “intensifiquem a luta contra o ISIS e o terrorismo”.

O ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman, divulgou uma mensagem no Twitter, garantindo que os dois aliados vão continuar a ter uma “profunda, significativa e inédita” relação de segurança.

Mas algumas das pessoas que passaram anos defendendo esta relação preveem consequências destas revelações de Trump.

Trump fez “dois erros muito sérios”, disse o antigo diretor da Agência Central de Informações (CIA) John Brennan, na quinta-feira, durante um encontro de dirigentes financeiros, em Las Vegas.

“Compartilhamos muita informação sensível sobre as operações de terrorismo planejadas contra os russos”, disse. “Mas compartilhamos através dos canais das informações e nos certificamos de que a linguagem do que se compartilha não compromete, seja como for, nossos sistemas de obtenção das informações. Trump não fez isto”, considerou.

Um antigo diretor da agência de espionagem israelita Mossad, Shabtai Shavit, disse à agência AP que o seu “sentimento é que quem quer que pertença a este clube profissional (círculos de espionagem) está muito irritado”.

Outro antigo diretor da Mossad, Danny Yatom, disse a uma estação de rádio israelita que se as notícias essão certas, Trump causou provavelmente “grandes estragos” à segurança dos EUA e de Israel.

// ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA:

Linkin Park homenageará Chester Bennington com show em Los Angeles

O Linkin Park prestará uma homenagem a seu falecido vocalista, Chester Bennington, com um show especial no legendário Hollywood Bowl de Los Angeles no próximo dia 27 de outubro, informou a banda nesta segunda-feira (18) …

Astronautas que ficaram 8 meses isolados para simular missão em Marte são liberados

Depois de passar oito meses simulando a vida em Marte nas encostas do vulcão Mauna Loa, seis “astronautas” foram liberados de um habitat havaiano no domingo (17 de setembro) para retornar à civilização. Eles acabam de …

Cientistas conseguem identificar as vozes que os esquizofrênicos escutam

Uma nova descoberta científica sobre o cérebro revela que as vozes na cabeça de pacientes esquizofrênicos podem derivar de vozes do mundo real. A descoberta pode dar esperança de que os pacientes aprendam a ignorar …

Jovem alemã que combatia pelo Estado Islâmico pode ser condenada à morte

A adolescente alemã deverá ir a julgamento no Iraque, por envolvimento com o grupo terrorista Estado Islâmico, e pode ser condenada à morte. Linda Wenzel, de apenas 16 anos, estava desaparecida de casa, na cidade alemã …

"Justiça Para Mara": assassinato de jovem por motorista do Cabify gera revolta no México

A morte de Mara Castilla, uma jovem de 19 anos assassinada por um motorista da plataforma de transporte Cabify, no México, enfureceu ainda mais os protestos contra um crime cada vez mais habitual no país: …

Arquipélago de Alcatrazes, em São Paulo, é aberto ao ecoturismo

O Refúgio de Vida Silvestre (RVS) do Arquipélago de Alcatrazes, localizado em São Sebastião (SP), será aberto para atividades de mergulho recreativo e passeio embarcado para observação da fauna. A abertura para visitação pública da unidade …

Pesquisa CNT: 3,4% aprovam governo Temer e 75,6% reprovam

A Pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) com o Instituto MDA, divulgada nesta terça-feira (19), indica que 3,4% dos brasileiros entrevistados consideram positivo o governo do presidente Michel Temer e 75,6% o avaliam como …

Trump na ONU: EUA estão preparados para "destruir totalmente" a Coreia do Norte

Diante das Nações Unidas, o presidente americano Donald Trump disse que os Estados Unidos estão prontos para "destruir totalmente" a Coreia do Norte caso seja "forçado" a defender a si e a seus aliados. "Estamos prontos, …

Temer na ONU: presidente quer Brasil "mais aberto ao mundo"

Em discurso para líderes mundiais na abertura da 72ª Assembleia Geral das Nações Unidas, nesta terça-feira (19), em Nova York, o presidente Michel Temer disse que o Brasil deve estar mais aberto ao mundo e …

Justiça autoriza psicólogos a oferecer terapia de reorientação sexual

Um juiz federal do Distrito Federal autorizou, em caráter liminar, que psicólogos possam atender eventuais pacientes que busquem terapia para reorientação sexual. A decisão atendeu a uma ação de três psicólogos que pediam a suspensão de …