Espiões dos EUA e de Israel estão irritados com revelações de Trump a russos

Russian Foreign Ministry Handout

O presidente Donald Trump no encontro, realizado na Casa Branca, com o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, e o embaixador russo nos EUA, Sergei Kislyak

O presidente Donald Trump no encontro, realizado na Casa Branca, com o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, e o embaixador russo nos EUA, Sergei Kislyak

Os EUA e Israel desvalorizam publicamente as alegações de que o presidente norte-americano passou a russos informação sensível, obtida pela espionagem israelita, mas os espiões estão frustrados e receosos com as repercussões para sua parceria.

“Sei como as coisas funcionam nas informações israelitas”, afirmou Uri Bar-Joseph, professor na Universidade de Haifa, em Israel, que tem estudado e escrito sobre as operações de espionagem do Estado de Israel.

“Tenho alguns amigos com quem falo. Eles estão perturbados. Estão sinceramente frustrados e irritados”, disse.

Durante uma reunião na Casa Branca com o ministro dos Negócios Estrangeiros russo e o embaixador russo nos EUA, na semana passada, Donald Trump compartilhou informações sobre uma ameaça proveniente do Estado Islâmico, envolvendo computadores portáteis em aviões, segundo um dirigente sênior norte-americano, que falou sob anonimato, por não estar autorizado a falar sobre assuntos sensíveis.

Dirigentes dos EUA e de Israel procuraram acalmar a situação. O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, H. R. McMaster, disse à imprensa que as revelações de Trump foram “totalmente apropriadas”.

O chefe de Estado também confirmou, no Twitter, que passou a informação a Rússia sobre terrorismo e afirmou que, “como Presidente, tenho todo o direito de o fazer” e que só o fez porque quer que os russos “intensifiquem a luta contra o ISIS e o terrorismo”.

O ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman, divulgou uma mensagem no Twitter, garantindo que os dois aliados vão continuar a ter uma “profunda, significativa e inédita” relação de segurança.

Mas algumas das pessoas que passaram anos defendendo esta relação preveem consequências destas revelações de Trump.

Trump fez “dois erros muito sérios”, disse o antigo diretor da Agência Central de Informações (CIA) John Brennan, na quinta-feira, durante um encontro de dirigentes financeiros, em Las Vegas.

“Compartilhamos muita informação sensível sobre as operações de terrorismo planejadas contra os russos”, disse. “Mas compartilhamos através dos canais das informações e nos certificamos de que a linguagem do que se compartilha não compromete, seja como for, nossos sistemas de obtenção das informações. Trump não fez isto”, considerou.

Um antigo diretor da agência de espionagem israelita Mossad, Shabtai Shavit, disse à agência AP que o seu “sentimento é que quem quer que pertença a este clube profissional (círculos de espionagem) está muito irritado”.

Outro antigo diretor da Mossad, Danny Yatom, disse a uma estação de rádio israelita que se as notícias essão certas, Trump causou provavelmente “grandes estragos” à segurança dos EUA e de Israel.

// ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA:

Segredos da supernova mais distante já detectada são revelados

Uma equipe internacional de astrônomos confirmou a descoberta da supernova mais distante já detectada – uma enorme explosão cósmica que ocorreu há 10,5 bilhões de anos, três-quartos da idade do próprio Universo. A estrela explosiva, de …

Ficar longe do Facebook aumenta bem estar e autoestima

Todos sabem que a chegada das mídias sociais mudou a forma de se relacionar no mundo. Com a popularização de ferramentas como o Twitter, Instagram e Facebook, as informações se descentralizaram e praticamente todo mundo …

Cientistas descobrem porque os incas tinham "crânios extraterrestres"

A aparência "extraterrestre" dos crânios dos incas, como no filme "Alien", tem suscitado o interesse dos cientistas desde há muito tempo. Investigadores estadunidenses parecem ter encontrado a resposta para este enigma. Muitos povos antigos tinham tradições …

Resultados da Lava Jato garantem bloqueio de US$ 44 milhões no exterior em 2018

O Ministério da Justiça (MJ) informou nesta sexta-feira (23) que, em 2018, as investigações da Operação Lava Jato levaram ao bloqueio de mais de US$ 44 milhões (R$ 142,61 milhões, ao câmbio do dia) no …

Avião hipersônico vai voar de Pequim a Nova York em apenas 2 horas

Os testes aerodinâmicos da versão modernizada da aeronave demonstraram resultados “surpreendentes”. Um grupo de cientistas chineses desenhou um avião ultrarrápido capaz de transportar dezenas de pessoas e toneladas de carga entre Pequim e Nova York em …

Lançamento de satélites da SpaceX é um sucesso

O projeto deverá contar com 12 mil satélites, ou seja, mais que o dobro de todos que já foram enviados ao espaço até então. A SpaceX, recentemente, adiou o lançamento dos satélites experimentais em função da …

Temer afirma que não é candidato à Presidência

O presidente Michel Temer disse nesta sexta-feira que não será candidato à reeleição, e que o decreto para intervir na segurança pública do Rio de Janeiro não foi “jogada eleitoral”. Presidente nega intenções eleitorais na intervenção …

Juíza italiana revela violências de Robinho contra vítima de estupro

A vida de Robinho ganha contornos cada vez mais dramáticos. Condenado em novembro de 2017, acusado de estupro coletivo, o ex-atacante do Santos teve agora os detalhes do crime revelados por uma das juízas responsáveis …

Estudo comprova: antidepressivos são mais eficazes que o placebo

Um estudo recente liderado pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, concluiu que os antidepressivos fazem efeito e que são efetivamente mais ativos do que o placebo na cura dos sintomas de depressão aguda nos …

Brasil quer acordo com a SpaceX para enviar missões ao espaço até 2021

De acordo com rumores recentes, o Brasil pode estar tentando conseguir uma parceria com a fabricante de aviões SpaceX com a finalidade lançar foguetes próprios ao espaço até o ano de 2021. Se o acordo for …