Putin está disposto a divulgar gravação de conversa entre Trump e chanceler russo

Sebastian Derungs / swiss-image.ch / World Economic Forum

Vladimir Putin, presidente da Rússia

Vladimir Putin, presidente da Rússia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou hoje (17) que está disposto a fornecer a transcrição (gravação) da conversa entre o chanceler russo, Serguei Lavrov, e o presidente norte-americano Donald Trump. Putin disse que divulgaria as informações mediante autorização da Casa Branca.

O governo Trump confirmou ter divulgado informações ultra reservadas sobre o planejamento de combate ao Estado Islâmico (EI).

“Se a administração americana autorizar, estamos dispostos a fornecer a gravação da conversa entre Lavrov e Trump ao Congresso e ao Senado americanos”, declarou Putin em uma coletiva de imprensa.

A Casa Branca ainda não afirmou se irá ou não autorizar a liberação da gravação. Donald Trump disse nessa terça-feira (16) que como presidente, tem “direito absoluto” de compartilhar informações com outros países.

Mas a polêmica continua porque segundo os funcionários ouvidos pelo jornal The Washington Post, o conteúdo das informações divulgadas, coloca em risco uma fonte de inteligência americana.

Israel passou a informação secreta aos EUA

A informação secreta que Donald Trump compartilhou com o governo da Rússia na semana passada foi fornecida por Israel, informou nesta terça-feira o jornal The New York Times. O periódico baseou sua informação em dados apresentados por funcionários e ex-funcionários acostumados com a forma com a qual os EUA obtêm esses tipos de relatórios.

Segundo o NYT, a possibilidade que os EUA tenham compartilhado informação tão delicada com a Rússia pode prejudicar a relação entre Washington e Jerusalém. O jornal lembrou que o Irã, um dos principais inimigos de Israel, é um dos aliados mais estreitos da Rússia no Oriente Médio.

Consultado pelo NYT, o embaixador de Israel nos EUA, Ron Dermer, não confirmou que seu país tenha sido o que entregou a informação que Trump compartilhou com Lavrov, mas destacou a colaboração entre Estados Unidos e Israel.

Israel confia plenamente em nossa relação com os Estados Unidos para compartilhar informação de inteligência e espera que essa relação se aprofunde nos próximos anos”, acrescentou o diplomata.

As fontes do NYT disseram ainda que Israel já tinha pedido aos Estados Unidos que fossem cuidadosos com os dados de inteligência aos quais Trump tem acesso.

Ciberia // Agência Brasil / EFE

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Putin (malandro como é) entrega as fitas gravadas, SE o governo americano autorizar, e é claro que não autoriza, ou assobia para o lado, o que, de uma forma ou de outra, o compromete. É asneira atrás de asneira, sendo mais que provável que dentro de pouco tempo Trump, o aprendiz, ouça a frase mágica ” YOU ARE FIRED!!!”

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …