Esse organismo unicelular toma “decisões” complexas mesmo sem um cérebro

Um organismo unicelular de água fresca chamado Stentor roeseli demonstra comportamento inteligente. Ele foi descoberto em 1906, e quando estimulado no microscópio, essa criatura com formato de trompete conseguiu tomar decisões consideradas complexas para um organismo sem sistema nervoso.

Este foi o comportamento mais refinado já observado em um organismo unicelular até agora. Mas porque estaríamos dando uma notícia com 103 anos de atraso? A questão é que o comportamento foi observado apenas uma vez, e todas as outras tentativas de replicar o experimento trouxeram resultados bem menos empolgantes. A descoberta foi então descartada.

Agora, mais de cem anos depois, um novo experimento mostrou que a S. roeseli exibe, sim, todos os comportamentos descritos no estudo original do zoologista Herbert Spencer Jennings.

Na imagem da esquerda, o S. roeseli está em sua posição normal. As quatro imagens mais à direita mostram suas reações ao ataque.

Quando alguma coisa encosta repetidamente em um Stentor comum, ele tende a se contrair cada vez menos, em uma reação de habituação. Mas o que acontece com o Stentor roeseli é diferente: ele se torce todo, virando sua “boca” para o lado oposto.

Se o ataque continuar, a célula mexe seus cílios para afastar qualquer coisa de sua região oral. Se mesmo assim não houver sucesso, a célula se contrai. Em último caso, o organismo que normalmente é imóvel se desliga de sua fundação completamente e se desloca.

Neste estudo, pesquisadores repetiram o experimento 60 vezes ao longo de vários meses, usando uma substância química para irritar o organismo e observar a reação de defesa. O estudo foi publicado na revista Current Biology.

A conclusão foi a mesma da observação feita em 1903: os organismos têm um comportamento diferente da habituação e condicionamento. Os autores explicam que há uma “mudança de ideia” do organismo quando ele escolhe qual estratégia adotar para fugir da ameaça.

A mudança entre modelos de comportamento sugerem um nível complexo de tomada de decisão, normalmente reservados para aqueles que possuem sistema nervoso.

Os pesquisadores ainda não conhecem quais processos estão por trás dessas reações ou como o organismo as adquiriu. Uma das hipóteses é que eles começaram a ser desligar do substrato em busca de um parceiro para procriação ou então que os primeiros passos de defesa sejam uma forma de evitar uma mudança desnecessária, abandonando para trás um bom local para viver.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Uma poção medieval provou ser eficaz contra bactérias

Uma fórmula de mil anos de idade para o tratamento infecções nos olhos talvez leve os cientistas a um novo caminho para lutar contra a resistência aos antibióticos. A poção parece mesmo bruxaria: cebola, vinho, alho …

Microsoft confirma intenção de comprar o TikTok

Em um final de semana conturbado para o aplicativo TikTok, o presidente norte-americano Donald Trump deu um prazo de 45 dias para a Microsoft concretizar a aquisição da rede social chinesa. A notícia divulgada pela agência …

Com 200.000 mortes, América Latina é segunda região do mundo mais afetada pela Covid-19

A região da América Latina e do Caribe alcançou a fúnebre marca de 200.212 mortes pelo novo coronavírus e é a segunda no mundo mais afetada pela pandemia, depois da Europa (210.435 óbitos para …

Autoridade de saúde da administração Trump rejeita hidroxicloroquina como tratamento para COVID-19

O responsável por coordenar a aplicação de testes de COVID-19 nos EUA afirmou neste domingo (2) que não há evidências de que a hidroxicloroquina seja um tratamento eficaz contra o novo coronavírus. O secretário assistente do …

Julho foi mês mais fatal da pandemia de covid-19 no Brasil

Com quase 33 mil vítimas, julho foi o pior mês desde as primeiras infecções com o coronavírus no país. Em São Paulo, estado mais atingido, Instituto Butantan oferece testes grátis da doença respiratória na capital. O …

Ouvidos poderiam esconder coronavírus, descobre estudo

Uma equipe de cientistas da Universidade Johns Hopkins, EUA, encontrou vestígios do novo coronavírus nos ouvidos humanos, alertando que agora as autoridades médicas precisam tomar mais cuidado. Chamado de SARS-CoV-2, o novo coronavírus poderia se esconder …

Quase humano: cérebro artificial ajuda robô a realizar tarefas complexas

Pegar uma lata de refrigerante pode ser uma tarefa simples para os seres humanos, mas isso pode ser muito complexo para um robô. Isso porque ele precisa localizar o objeto, deduzir sua forma, determinar a …

Se você fizer isso, dificilmente terá câncer por toda a vida

A Sociedade Americana de Câncer acaba de atualizar o guia de dieta e atividades físicas com o objetivo de reduzir o risco de se ter câncer ou, possivelmente não ter câncer durante toda a vida. …

Nos hospitais, 70% dos profissionais se sentem despreparados para pandemia

O conhecimento sobre a covid-19 ainda é tão pouco que os médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde estão com medo e se sentindo despreparados. Ao mesmo tempo, por conta da pandemia ainda descontrolada no …

Este chef é um verdadeiro herói no lar de idosos onde trabalha

A admiração conquistada pelo chef Kevin na casa de repouso onde trabalha em Perthshire, na Escócia, não vem apenas do sabor e da beleza de cada prato montado por ele. Cozinheiro profissional desde 1995, Kevin se …