Maior organismo vivo do mundo tem 3 quilômetros de extensão

Em 1998, um grupo de cientistas do Serviço Florestal dos EUA entrou na Floresta Nacional de Malheur para investigar a morte de várias árvores abeto, o famoso “pinheirinho de Natal”, que cresce no Hemisfério Norte. O parque fica na região leste do estado do Oregon, nas Montanhas Azuis (EUA).

A área afetada foi identificada com a ajuda de fotografias aéreas. 112 amostras de raízes de árvores mortas (ou prestes a morrer) foram recolhidas e a análise mostrou que 108 estavam infectadas com o fungo Armillaria solidipes.

Este fungo cobre 9,6 km2, chegando a ter cerca de 3 quilômetros de extensão no maior ponto. Com base nos cálculos dos cientistas, o organismo está ali há 2,5 mil anos, mas alguns especialistas acreditam que possa estar no local há 8 mil anos.

O fungo gigante se espalha pelo sistema de raízes das árvores, matando-as lentamente. Por isso, não é apenas o maior organismo do mundo, mas também o mais mortal.

Durante algumas semanas em cada outono, o fungo aparece em aglomerados amarelados com frutificação e esporos, mas durante o resto do ano o micélio vegetativo fica escondido em uma camada fina branca por baixo da terra. E é exatamente quando está escondido que fica mais mortal.

As árvores costumam se beneficiar da presença de fungos nas raízes, já que eles ajudam na movimentação de nutrientes no solo. Este tipo específico de fungo, porém, causa o apodrecimento das raízes, matando a árvore lentamente durante décadas.

A árvore tenta lutar contra o fungo ao produzir uma seiva preta que escorre pela casca, mas é uma batalha perdida.

“As pessoas normalmente não pensam que os cogumelos matam árvores. O fungo cresce em volta da base da árvore e mata todos os tecidos. Pode levar 20, 30, 50 anos até a árvore morrer. Não há movimentação de água ou nutrientes quando isso acontece”, explica um dos cientistas do Serviço Florestal, Greg Filip, ao Oregon Public Broadcasting.

O fungo foi identificado pela primeira vez em 1988, e inicialmente acreditava-se que se tratava de vários organismos diferentes, mas experiências mostraram que era um só.

Quando o micélio de fungos geneticamente idênticos se encontra, se une e forma um indivíduo. Quando os genes dos fungos são diferentes, eles se rejeitam. Assim, os cientistas colocaram na mesma placa de Petri diferentes amostras recolhidas de diferentes pontos. O resultado foi que 61 deles tinham os mesmos genes.

Se todos esses cogumelos fossem reunidos e empilhados, pesariam até 31 toneladas. “Nunca vimos nada que sugira que qualquer outra coisa no mundo é maior em superfície”, diz Filip.

Esse cogumelo pode ser encontrado em outras partes dos EUA e na Europa, mas nenhum é tão grande como o encontrado no Oregon. “Quando se percebe que esse fungo se espalha entre 12 a 36 centímetros por ano e que temos uma coisa tão grande assim, é possível calcular a sua idade”, explica o cientista.

O fungo tem preocupado os lenhadores e as madeireiras da região, que tentam encontrar uma forma de impedir seu crescimento.

Já tentaram cortar árvores, cavar as raízes das plantas afetadas e em algumas áreas tentaram remover até a última fibra do fungo que encontraram. Este último método produziu o melhor resultado, já que mais pinheiros sobreviveram depois de serem plantados no solo tratado. Mesmo assim, a técnica é cara e trabalhosa, e nunca seria suficiente para eliminar o fungo todo da região.

Outra possível solução é encontrar uma espécie de pinheiro que sobreviva ao fungo e passar a plantar este tipo de árvore na região afetada.

Cientistas de Washington, estado vizinho ao norte do Oregon, pesquisam agora as árvores que são menos afetadas pelo fungo. “Estamos à procura de uma árvore que possa crescer em presença. Não devemos plantar a mesma espécie onde há infestação da doença”, diz Dan Omdal, do Departamento de Recursos Naturais de Washington.

No entanto, é provável que a atividade humana não influencie muito no crescimento do fungo, que vai continuar existindo por baixo das florestas dos Estados Unidos e Europa por outros milhares de anos.

Ciberia // HypeScience / BBC / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

"Peças extraordinárias" achadas na Indonésia podem ser da lendária "ilha do Ouro"

Tesouros no valor de milhões de dólares encontrados nos últimos cinco anos ao longo do rio Musi podem ser do antigo império malaio Serivijaia, na ilha de Sumatra, que por 300 anos dominou as rotas …

Pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", diz diretor da OMS

A pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", disse neste domingo (24) o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus. O representante da ONU discursou na abertura …

Google está “criando Deus”, alerta ex executivo da Google

Segundo um ex-executivo do Google, a singularidade está chegando. E, segundo ele isso representa uma grande ameaça para a humanidade. Mo Gawdat, ex-diretor de negócios da organização moonshot do Google, que na época se chamava Google …

Pandemia causa a maior redução na expectativa de vida desde a Segunda Guerra

Desde a descoberta do coronavírus SARS-CoV-2, mais de 4,9 milhões de pessoas morreram oficialmente em consequência da infecção, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins. Nesse cenário, a pandemia da covid-19 reduziu a expectativa de vida …

Forças Armadas da Noruega assinam contrato bilionário de mísseis para caças F-35

Noruega tem sido um parceiro ativo no programa de caças dos EUA F-35, tendo em conta que 18 empresas deste país nórdico são parceiros diretos. Subsequentemente, a Noruega decidiu adquirir 52 caças F-35 para substituir …

Brasil fez lobby para mudar relatório climático, diz Greenpeace

Vários países, entre eles o Brasil, tentaram fazer mudanças em um crucial relatório da ONU sobre como combater o aquecimento global, afirmou o Greenpeace nesta quinta-feira (21/10), citando um grande vazamento de documentos. Os documentos aos …

Site da Coreia do Sul é usado para hospedar vírus e distribuí-lo via torrents

Uma campanha de distribuição de malwares na Coreia do Sul está disfarçando cavalos de troia de acesso remoto como um jogo para o público adulto, compartilhado via serviço de hospedagem de arquivos, como o WebHard, …

América Latina pode levar ‘muitos anos’ para superar impacto da pandemia, alerta FMI

Os efeitos negativos da pandemia de Covid-19 em termos de produtividade, emprego e capital humano na América Latina e Caribe podem "demorar muitos anos para serem revertidos". O alerta foi feito nesta quinta-feira (21) pelo …

Dinossauro “garça do inferno com cara de crocodilo” é descoberto

Dois dinossauros carnívoros de dentes pontiagudos com crânios de crocodilo apareceram uma vez nas margens do rio na Ilha de Wight, na Inglaterra, revelam novos fósseis. Os cientistas deram às criaturas nomes científicos que se traduzem …

As 9 acusações contra Bolsonaro no relatório da CPI - e a manobra governista para tentar blindá-lo

Após o relatório da CPI da Covid no Senado acusar o presidente Jair Bolsonaro de nove crimes durante a pandemia, um senador da bancada governista tentou uma manobra para "blindar" o chefe do Executivo e …