Estrela se chocou com o Sistema Solar há 70 mil anos; e os efeitos perduram até hoje

University of Rochester

Conceito artístico da estrela de Scholz, estrela binária anã vermelha com sua companheira marrom, com o Sol ao fundo

De acordo com um estudo da Universidade Complutense de Madri, alguns objetos distantes em nosso sistema solar carregam a marca gravitacional do sobrevoo de uma pequena estrela, que ocorreu 70 mil anos atrás.

Nesta época, seres humanos modernos já caminhavam pela Terra, de forma que nossos ancestrais provavelmente viram a estrela no céu.

Em 2015, uma equipe de pesquisadores anunciou que uma anã vermelha nomeada “estrela de Scholz” aparentemente passou roçando pelo nosso sistema solar 70.000 anos atrás, chegando a menos de 1 ano-luz do sol.

Em comparação, o vizinho estelar mais próximo do sol atualmente, Proxima Centauri, fica a cerca de 4,2 anos-luz de distância.

Os astrônomos chegaram a essa conclusão medindo o movimento e a velocidade da estrela de Scholz, que viaja ao lado de uma companheira menor, uma anã marrom, e extrapolando esses números até o passado. O estudo foi publicado no mês passado nos Monthly Notices, da Royal Astronomical Society.

A estrela de Scholz passou pelo sistema solar numa época em que os primeiros humanos e os neandertais compartilhavam a Terra. A estrela provavelmente pareceu uma leve luz avermelhada para quem olhou para cima na época.

José A. Peñas / SINC

Num tempo em que os humanos modernos e os neandertais compartilhavam a Terra, a estrela de Scholz passou roçando nosso sistema solar, chegando a menos de 1 ano-luz do Sol.

O novo estudo reforça a análise de 2015 com um tipo diferente de evidência. A equipe, liderada pelo pesquisador Carlos de la Fuente Marcos, analisou 339 corpos conhecidos do sistema solar com órbitas hiperbólicas – caminhos em forma de V, em vez de circulares ou elípticos.

Objetos em órbitas hiperbólicas podem teoricamente ter vindo do espaço interestelar, assim como Oumuamua, o primeiro visitante do nosso sistema solar conhecido. Mas também podem ser objetos nativos do nosso próprio sistema solar que adquiriram órbitas estranhas através de interações gravitacionais com o sol ou com algum planeta.

Os objetos da nuvem de Oort – um anel gelado que abriga trilhões de cometas – podem até ter suas órbitas “perturbadas” pelo disco da Via Láctea ou por estrelas errantes que chegam perto demais deles.

Os pesquisadores utilizaram simulações numéricas para calcular os radiantes, ou as posições no céu a partir das quais todos esses objetos hiperbólicos parecem vir.

“Em princípio, seria de se esperar que essas posições fossem distribuídas uniformemente no céu, particularmente se esses objetos viessem da nuvem de Oort. No entanto, o que encontramos foi muito diferente: um acúmulo estatisticamente significativo de radiantes. A pronunciada superdensidade parece projetada na direção da constelação de Gêmeos, o que se encaixa na passagem próxima da estrela de Scholz”, disse Marcos.

Oumuamua não está entre o grupo de Gêmeos, então esse objeto bizarro parece realmente ter vindo de outro sistema estelar. Os pesquisadores também notaram que outros oito corpos podem ser intrusos interestelares, incluindo o cometa ISON, que passou próximo do sol em novembro de 2013.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Blue Origin quer criar habitats espaciais comerciais já na década de 2020

Parece que a Blue Origin, empresa de Jeff Bezos focada em voos espaciais comerciais, está mesmo querendo entrar no novíssimo e vindouro mercado de habitats na órbita da Terra — e pode ter a NASA …

Brasil é líder em conflitos socioambientais na Amazônia

Dono da maior extensão de Floresta Amazônica, o Brasil também é campeão em conflitos socioambientais na região. Um levantamento inédito comparando a situação de quatro países mostrou que, dos 1.308 confrontos registrados em 2017 e …

Lukashenko toma posse em cerimônia secreta em Belarus

O presidente de Belarus prestou juramento, nesta quarta-feira (26), em uma cerimônia mantida em sigilo. Este é o sexto mandato do chefe de Estado, no poder há 26 anos. "Alexander Lukashenko prestou juramento no idioma bielorrusso, …

Pássaros sacrificados como oferenda aos deuses são encontrados no Egito

Milhões de aves, que teriam sido utilizadas como oferenda aos deuses Hórus, Rá ou Thoth foram encontradas por uma equipe de arqueólogos no Egito. Os arqueólogos da Universidade Claude Bernard Lyon estavam trabalhando nas escavações de …

Navalny deixa hospital em Berlim

Oposicionista russo recebe alta após um mês de tratamento para curar envenenamento por agente neurotóxico do tipo Novitchok. Médicos dizem que recuperação total é possível, mas não sabem estimar efeitos de longo prazo. O oposicionista russo …

Governo pede suspensão de filme da Netflix após acusações de pedofilia

Após diversas acusações de pedofilia nas redes sociais ao filme Lindinhas, que estreou com exclusividade na Netflix, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos pediu a suspensão e investigação sobre sua distribuição …

Mais de 13 milhões de britânicos enfrentam novo lockdown diante do aumento de casos de Covid-19

Um quinto da população do Reino Unido acordou sob um novo lockdown nesta terça-feira (22). Essas pessoas estão sobretudo no norte da Inglaterra e no País de Gales, as regiões mais afetadas pela Covid-19 …

Pinguim é encontrado morto no litoral de SP com máscara no estômago

Um pinguim foi encontrado morto no último dia 9 de setembro na praia de Juquehy, em São Sebastião, litoral de São Paulo – e, depois de realizada a necropsia, a causa da morte foi determinada: …

Misteriosa minilua vai entrar na órbita da Terra em outubro e ficará por meio ano

Corpo celeste tem uma velocidade muito baixa, o que é atípico para asteroides. Cientistas suspeitam que a minilua afinal seja lixo espacial do século passado. Astrônomos descobriram o corpo celeste 2020 SO, que está em uma …

Na ONU, Bolsonaro diz ser vítima de campanha de desinformação

Presidente defende política ambiental do governo e afirma que Amazônia e Pantanal sofrem campanha de desinformação internacional. Ele também elogia sua gestão da epidemia de covid-19, que já matou 137 mil. No discurso de abertura da …