Estudante egípcia é espancada e morta por 10 meninas no Reino Unido

A egípcia Mariam Moustafa, de 18 anos, morreu em um hospital da Inglaterra, depois de ter sido brutalmente espancada por um grupo de 10 adolescentes com idades entre os 15 e os 17 anos. Entre críticas à polícia e ao hospital, os pais suspeitam de uma agressão com motivações raciais.

A jovem estava em coma induzido no Hospital de Nottingham City, na Inglaterra, onde acabou morrendo, na quarta-feira (14).

Mariam Moustafa, estudante de engenharia com nacionalidade egípcia, foi atacada por um grupo de 10 meninas em uma rua do centro de Nottingham, no dia 20 de fevereiro.

A egípcia foi “espancada repetidamente” e “arrastada durante 20 metros” por “uma das ruas mais movimentadas do centro de Nottingham”, sem que ninguém interviesse para ajudá-la, informa o The Times.

A jovem conseguiu escapar das agressoras, que teriam entre 15 e 17 anos, e se refugiou em um ônibus. O grupo de adolescentes ainda entrou no veículo, ameaçando-a e agredindo-a verbalmente, mas o motorista não deixou que se aproximassem de Mariam, como se pode ver no vídeo reproduzido acima.

Assistida no hospital no mesmo dia, a estudante acabou tendo alta cinco horas depois, mas sua saúde começou a “se deteriorar”, voltando a ser internada, como conta a irmã de Mariam ao jornal Nottingham Post.

O tio da jovem, Amr ElHariry, explica ao mesmo diário que, no dia seguinte ao ataque, quando a irm foi acordá-la, “viu que o corpo tinha ficado azul com as lesões”. Ela foi então levada de novo para o hospital, onde foi colocada em coma induzido durante 12 dias.

“Mariam voltou ao hospital em péssima condição”, tendo sido sujeita “a nove cirurgias” antes de morrer, conta à CNN o tio da estudante, deixando duras críticas aos procedimentos do hospital.

Amr ElHariry critica também a polícia e o governo britânico, considerando que não fazem tudo o que podem para resolver o caso.

Até agora, apenas uma jovem de 17 anos foi presa, por suspeitas de estar envolvida nas agressões, mas foi liberada sob fiança.

A polícia alega que “uma série de pessoas estão sob investigação ativa” e que têm decorrido interrogatórios a vários outros jovens que podem ter estado implicados no caso, cita o Nottingham Post.

Os pais de Mariam acreditam que o ataque teve motivações raciais e lamentam o fato de já terem apresentado queixa na polícia por uma agressão anterior contra a filha. A polícia é, assim, acusada de ter ignorado “sinais de alerta vitais”, escreve o jornal.

Entretanto, as autoridades policiais apelam a quem tenha assistido ao ataque que se apresente para contar o que viu.

“Sabemos que havia muitas pessoas caminhando na rua e à espera no ponto de ônibus, no momento do ataque, que podem ter informações que podem nos ajudar com a investigação”, refere o detetive Kayne Rukas, da Polícia de Nottinghamshire, em declarações ao Nottingham Post.

No Egito, o caso gera mal-estar. O Ministério das Relações Exteriores do país já declarou que acompanha com atenção o trabalho da polícia e a atuação do hospital no atendimento às lesões da jovem.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. E agora, será que Sir Roger Waters (e outras celebridades britânicas) vai protestar contra esse ataque xenófobo, tal como fez querendo impedir que Caetano e Gil se apresentassem em Israel após a morte de dois palestinos? E os deputados da União Europeia, que ameaçam o Mercosul com sanções após a morte da vereadora Marielle, mas que não demonstraram o mesmo interesse pela morte da jornalista Daphne Galizia (que denunciava a corrupção no governo de seu país, membro da UE) em um atentado a bomba?

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …