Estudante brasileira tem pesquisa sobre lixo premiada (e vai para os EUA)

(dr)

Francielly (centro) venceu nove prêmios em Feira Brasileira de Ciências e Tecnologia (Febrace)

Uma estudante do Pará conquistou uma credencial para participal do Internacional Sciense and Engineering Fair (Intel – ISEF), que este ano ocorrerá na cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos, com o trabalho “Utilização de lixo na fundação de casas na Amazônia: Problema ou Solução”

Francielly Barbosa, de 16 anos, é estudante do 2º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Profª. Ernestina Pereira Maia, no município de Moju. A pesquisa científica rendeu a ela nove prêmios durante a Feira Brasileira de Ciências e Tecnologia (Febrace) deste ano, realizada em São Paulo.

O projeto de pesquisa de Francielly surgiu nos primeiros dias de ensino médio, em 2017. Ela ficou intrigada com a reclamação de alguns moradores da cidade do Moju que sentiam um forte cheiro de gás nas residências. As casas também apresentavam rachaduras no chão e nas paredes.

Sem nenhum recurso, mas com apoio de uma professora, ela descobriu que 75% das casas na cidade tinham sua fundação feita com lixo, por não terem condições de acesso a materiais da construção civil.

“A maioria das casas que participaram da mostra da pesquisa ficava em terrenos de invasão, geralmente alagadiços, então para construir suas casas as pessoas aterravam com lixo, pensando deixar mais firme o solo”, explica.

“O problema é que quando esse lixo, geralmente orgânico – como caroços de açaí – se decompõem, eles exalam o cheiro ruim e também podem fazer a estrutura ceder, por isso algumas casas rachavam”, afirma.

A jovem descobriu uma possível solução com materiais recicláveis: o uso de caroços de açaí carbonizados misturados com argila poderia funcionar como solução resistente para as fundações. “Esta, além de ser uma solução acessível, poderia gerar renda para comunidades carentes se fosse feita uma cooperativa, por exemplo”, explica.

Agora Francielly pede ajuda para arrecadar R$ 15 mil por meio de uma vaquinha na internet até o início de outubro, véspera da viagem. “Esse valor me ajudaria não só a ir para Los Angeles, mas também a pagar o resto das despesas da viagem que fiz a São Paulo para participar da Feira de Ciências e Tecnologia”, explica a jovem cientista.

Para ir à São Paulo, Francielly, a professora que orientou o projeto (Daniele Siqueira), e a comunidade da escola, fizeram ações de mobilizações, rifas e vendas de lanche na cidade, mas não foram suficientes.

A professora teve que custear do próprio bolso R$ 2 mil só de passagens. “Nunca tínhamos ido a São Paulo, não tínhamos ideia da logística e da distância até o aeroporto, então perdemos o voo, e com isso dobramos as dívidas”, conta a professora.

Daniele espera que a campanha de arrecadação via internet sensibilize as pessoas a colaborarem com a pesquisa e diz que, apesar de todas as dificuldades, é gratificante apoiar a jovem nesse processo.

“Ver uma aluna dedicada, que desde criança sempre se destacou nas feiras de ciências, ser premiada e sair de uma cidade pequena para o mundo será uma satisfação muito grande. E ainda de uma escola pública. Isso faz todo esforço valer a pena”, completa.

Até o fechamento desta edição, a estudante só havia arrecadado metade do valor pretendido: R$ 7.800, mas a campanha continua.

Ciberia // Só Notícia Boa

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Fóssil quase completo revela segredos sobre leão marsupial que aterrorizou a Austrália

A recente descoberta do fóssil de um esqueleto quase completo de um leão marsupial extinto revelou alguns dos seus segredos. Segundo a equipe de cientistas, cujo estudo foi publicado no dia 12 de dezembro na revista …

Boris, um robô altamente avançado, era na verdade um homem disfarçado

Em um fórum dedicado à robótica, a estação televisiva Rússia 24 apresentou um robô humanoide altamente avançado. Mas Boris era apenas um disfarce. “O Boris já aprendeu a dançar e não é ruim nisso”, foi assim …

Senado dos EUA responsabiliza príncipe saudita pelo homicídio de Khashoggi

Os senadores norte-americanos aprovaram por unanimidade uma resolução que refere que o príncipe herdeiro é “responsável pelo homicídio”, solicitando ao governo da Arábia Saudita que “garanta a aplicação de medidas apropriadas”. O Senado dos Estados Unidos …

Desigualdade cria ambiente propício para extrema direita no Brasil, diz Dilma

Personificada no presidente eleito Jair Bolsonaro, a extrema direita estava latente no Brasil e aproveitou-se da desigualdade para pavimentar seu crescimento. A avaliação foi feita pela ex-presidente Dilma Rousseff, derrotada nas eleições de outubro ao …

Químicos usados em panelas e roupas tornam os pênis menores

Um novo estudo científico concluiu que a exposição a altos níveis de compostos perfluoroalquílicos, mais conhecidos por PFCs, atrofia o crescimento dos órgãos sexuais masculinos, tornando os pênis menores e afetando também a fertilidade dos …

Atriz pornô é condenada a pagar 293 mil dólares a Donald Trump

Stormy Daniels foi condenada a pagar 293 mil dólares a Donald Trump para cobrir os gastos do presidente dos EUA com a Justiça. A atriz pornô Stormy Daniels, cujo nome real é Stephanie Clifford, foi condenada …

McDonald's vai reduzir uso de antibióticos na produção da carne

A resistência aos antibióticos representa uma ameaça à saúde global e à segurança alimentar. Quanto mais antibióticos são dados ao gado, mais rapidamente as bactérias podem se adaptar e se tornar resistentes. Quando se trata de …

Uma tonelada de chocolate invadiu as ruas de uma cidade na Alemanha

Um “rio” de chocolate invadiu as ruas de Werl, na Alemanha, esta semana. Um tanque de uma fábrica local produtora de chocolate transbordou, derramando cerca de uma tonelada de chocolate nas ruas da cidade, se …

Sonda da NASA captou o som do vento em Marte

A sonda InSight da NASA pousou em Marte em 26 de novembro, tendo a missão de estudar o interior do Planeta Vermelho. Por enquanto, nos presenteou com o som do vento no nosso planeta vizinho. No …

Voyager 2 da NASA já entrou no espaço interestelar

Pela segunda vez na história, um objeto feito pelo homem alcançou o espaço entre as estrelas. A sonda Voyager 2 da NASA saiu da heliosfera – a bolha protetora de partículas e campos magnéticos criada …