Estudo nos EUA reitera segurança e eficácia da vacina de Oxford

PAHO / WHO

Testes da terceira fase realizados nos EUA não identificam risco de coágulos e concluem que imunizante da AstraZeneca é 79% eficaz na prevenção de sintomas e 100% contra quadros graves da doença e hospitalizações.

A farmacêutica anglo-sueca AstraZeneca afirmou nesta segunda-feira (22/03) que um grande estudo realizado nos EUA, no Chile e no Peru demonstrou que sua vacina contra a covid-19, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford, é segura e altamente eficaz.

Segundo os testes da terceira fase, o imunizante é 79% eficaz na prevenção de sintomas e 100% eficaz contra quadros graves da doença e hospitalizações. A eficácia verificada neste estudo é semelhante à de estudos anteriores.

Segundo comunicado divulgado pela AstraZeneca, a eficácia da vacina foi consistente em todas as etnias e idades e também nos participantes com 65 anos de idade ou mais, grupo no qual demonstrou ser 80% eficaz. Não houve efeitos colaterais graves.

“Estes resultados confirmam os resultados anteriores observados nos ensaios da AZD1222 [nome oficial da vacina contra covid-19] em todas as populações adultas, mas é empolgante ver resultados de eficácia semelhantes em pessoas com mais de 65 anos pela primeira vez”, afirmou a professora de medicina Ann Falsey, da Universidade de Rochester, nos EUA, e uma das autoras do estudo, ressaltando que o resultados oferecem “confiança de que adultos de todas as idades poderão se beneficiar da proteção contra o vírus”.

Aproximadamente 20% dos participantes tinham 65 anos ou mais, e aproximadamente 60% tinham comorbidades associadas a um risco maior de quadros graves de covid-19, como diabetes, obesidade e doenças cardíacas.
Sem evidência de risco de coágulos

Os novos dados foram divulgados após vários países europeus retomarem o uso do imunizante depois de a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmarem, com base em investigações sobre relatos de coágulos sanguíneos, que os benefícios da vacina superam os riscos.

A AstraZeneca afirmou que um comitê independente de segurança conduziu uma revisão específica sobre os coágulos e também sobre trombose venosa cerebral, extremamente rara, com a ajuda de um neurologista independente.

Segundo a empresa, o painel não identificou nenhum risco maior de trombose entre os 21.583 pacientes que receberam ao menos uma dose da vacina. Nenhum caso do tipo ocorreu durante os testes.

Participaram do estudo 32.449 pessoas, dos quais dois terços receberam o imunizante e um terço recebeu placebo. Ao todo foram verificados 141 casos sintomáticos de covid-19, a doença causada pelo coronavírus Sars-Cov-2.

Os primeiros resultados do estudo dos EUA são apenas um conjunto de informações que a AstraZeneca deve apresentar à Food and Drug Administration (FDA), a agência reguladora de medicamentos do país, para obter autorização de uso. Um comitê da FDA irá debater as evidências relacionadas à vacina antes que a agência decida se permite seu uso de emergência.

Embora o uso da vacina da AstraZeneca já tenha sido autorizado em mais de 50 países, inclusive no Brasil, cientistas aguardavam os resultados do estudo nos EUA na esperança de esclarecer dúvidas sobre a eficácia e os riscos do imunizante.

A vacina pode ser armazenada, transportada e manuseada em condições normais de refrigeração (de 2 a 8 graus Celsius) por pelo menos seis meses, o que facilita a logística de sua distribuição.

Ciberia // Deutsche Welle

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA e Reino Unido teriam dado 'luz verde' a Israel para retaliar Irã após ataque a petroleiro

Irã rejeitou o envolvimento do país no ataque contra o petroleiro Mercer Street no mar Arábico que ocorreu na quinta-feira (29), condenando as acusações lançadas pelo governo israelense. Tel Aviv teria recebido "luz verde" de Washington …

Incêndios causam mortes e devastação no sul da Europa

A União Europeia EU) enviou ajuda para a Turquia nesta segunda-feira (02/08), e voluntários se juntaram a bombeiros na luta contra fortes incêndios que já duram seis dias e mataram oito pessoas no país. Em …

Golpe militar em Mianmar completa seis meses e já resultou em quase mil mortes de civis

Aterrorizados pela repressão da junta militar e pela propagação do coronavírus, poucos birmaneses se atreviam a ir às ruas para protestar neste domingo (1º), quando completam-se seis meses do golpe de Estado que mergulhou …

Governo italiano vende casas a 2 euros na região da Sicília

Mais uma vez o governo italiano está vendendo casas em áreas rurais da Itália, após o sucesso da campanha para repovoamento de áreas abandonadas. Além de promover a ocupação por meio de incentivos para jovens e …

Bolsonaro admite não ter provas de fraudes eleitorais

Em live para a qual convocou veículos de imprensa, Bolsonaro exibiu uma série de teorias falsas, cálculos equivocados e vídeos antigos, já verificados e desmentidos, mas que ainda circulam na internet, como supostas evidências de …

A incrível civilização antiga que mumificava os mortos 2 mil anos antes dos egípcios

"As mais antigas evidências arqueológicas conhecidas de mumificação artificial de corpos", segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), estão presentes na América do Sul, na costa árida …

Delta pode causar covid-19 mais grave, alerta agência americana

Documento interno do órgão de prevenção de doenças dos EUA indica que a variante delta do coronavírus é tão contagiosa quanto a catapora e pode ser transmitida mesmo por indivíduos vacinados. "A guerra mudou", diz …

Vendas de vacinas anticovid impulsionam lucros de laboratórios

A empresa farmacêutica AstraZeneca anunciou nesta quinta-feira (28) que as vendas de sua vacina contra a Covid-19 alcançaram US $ 1,17 bilhão no primeiro semestre do ano. Este número corresponde à entrega de aproximadamente …

Cientistas transformaram água pura em metal pela primeira vez

Cientistas transformaram, pela primeira vez, água pura em metal. A pesquisa poderia permitir um estudo detalhado das condições de extrema alta pressão dentro de grandes planetas. A água pura é um isolante quase perfeito. Sim, a …

Imagens do satélite Amazonia-1 já estão disponíveis — e qualquer um pode acessar

O Ministério da Ciência e Tecnologia comunicou, nesta semana, que as imagens do Amazonia-1 já podem ser acessadas pelo público. O satélite Amazonia-1 foi lançado em fevereiro de 2021 e, desde então, já avançou por etapas importantes, …