Europa vota e salva a Internet (pelo menos por enquanto)

Pietro Naj-Oleari / European Parliament

O Parlamento Europeu votou contra a proposta legislativa que iria alterar as regras sobre os direitos autorais na internet no território da União Europeia. A rejeição adia o debate do tema para a próxima sessão legislativa, entre 10 e 13 de setembro.

“O Parlamento Europeu não vai, nem quer, acabar com a internet”, garantiu Axel Voss, relator da proposta de revisão das regras de direitos autorais nas plataformas digitais, na manhã desta quarta-feira (4), em coletiva de imprensa, em Bruxelas, que antecedeu a votação da legislação que promete mudar a internet para sempre.

Mas, por enquanto, a alteração das regras sobre os direitos autorais na internet não avança, dado que o Parlamento Europeu votou contra a proposta legislativa. A rejeição desta quinta-feira (5) adia para a próxima sessão legislativa o debate e aprofundamento do tema, informa o português Jornal de Negócios.

Já segundo o Diário de Notícias, a votação foi de 318 votos a favor e 278 contra. A lei foi assim devolvida à comissão de assuntos jurídicos para que o texto seja melhorado.

A comissão fica assim impedida de avançar nas negociações com outras instâncias europeias sobre a proposta que configura uma grande mudança nas regras da internet. Em setembro, o tema poderá voltar a ser abordado de forma mais abrangente.

A proposta tem sido alvo de muita polêmica e, segundo a deputada francesa Virgine Rozière, levou mesmo a “ameaças de morte”, escreve a rádio portuguesa Renascença.

Jean-Marie Cavada, da Aliança dos Liberais e Democratas pela Europa, acusa as grandes empresas digitais de divulgarem informações falsas. “Estão falando de liberdade, mas pensando em dinheiro”, acusa.

Por sua vez, Virginie Rozière acusa o Google de ter pressionado os jornais que financia a publicar as razões pelas quais o artigo 11º e o artigo 13º da legislação europeia (os dois artigos mais polêmicos) deviam ser rejeitados. E rejeita, ainda, que as novas regras são sinônimo de censura.

O objetivo da proposta, frisa a deputada, é regular grandes plataformas, como o YouTube. Rozière dá o exemplo francês: esse site reúne cerca de 80% do consumo de música em streaming, mas representa menos de 3% das receitas para os artistas – uma concorrência “desleal” para plataformas como o Spotify,  que dá uma percentagem das receitas aos detentores dos direitos autorais.

Além de implicar que empresas como o Google, YouTube ou Facebook tivessem que compartilhar suas receitas com os autores, a proposta em cima da mesa visava também a instalação de filtros contra a pirataria.

Em sinal de protesto, Wikipédia suspende serviço

Em protesto contra a reforma da diretiva europeia sobre os direitos autorais, a Wikipédia – as edições nas línguas espanhola e italiana – estiveram suspensas, sem possibilidade de acesso até a hora da votação.

Segundo o Diário de Notícias, a comunidade espanhola da Wikipédia afirma que a proposta, caso aprovada, “prejudicará significativamente a internet aberta que conhecemos hoje”, ao “ameaçar a liberdade online e impor novos filtros, barreiras e restrições no acesso”.

A própria Wikipédia fica em risco“, declarou, explicando o encerramento temporário da plataforma, como forma de alertar as pessoas. A edição italiana também esteve fechada desde terça-feira (3), em protesto.

Ainda assim, alguns dos eurodeputados responsáveis pela iniciativa afirmaram, em coletiva de imprensa, que “a Wikipédia está errada, porque a proposta afetará apenas páginas de internet para fins comerciais”.

De acordo com o jornal, a Fundação Wikimedia (organização sem fins lucrativos que promove a Wikipédia) colocou na sua página em inglês um alerta com informação sobre a nova legislação e meios para entrar em contato com os eurodeputados.

A versão em português não tem qualquer referência ao tema.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA:

Fungo mortal está se tornando um problema de saúde mundial

Um patógeno que resiste a quase todos os medicamentos desenvolvidos para tratá-lo está se movendo rapidamente pelo mundo: infecções foram relatadas em 27 países, com diversas mortes. O mais estranho de tudo? Não é uma bactéria …

França conquista segunda Copa e se iguala a Uruguai e Argentina

A França venceu a Croácia por 4 x 2 e é campeã da Copa do Mundo da Rússia. O time francês foi aplicado taticamente, apostou na solidez de sua defesa e na eficiência de seus …

"Trump me sugeriu processar a União Europeia", diz primeira-ministra britânica

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, revelou neste domingo, 15, que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lhe disse para "processar a União Europeia" em meio às tratativas de negociações do Brexit - …

Descoberta "oficina de múmias" próximo a pirâmides de Gizé

Arqueólogos alemães e egípcios anunciaram neste sábado (14) ter descoberto uma "oficina de mumificação" perto da necrópole de Saqqara, no Egito. Arqueólogos egípcios anunciaram a descoberta de um antigo sepultamento e de uma oficina de mumificação …

Os romanos podem ter sido os primeiros caçadores de baleias

Ossadas de baleias cinzentas e baleias-francas do Atlântico Norte foram encontradas no Estreito de Gibraltar. Esses ossos sugerem que, nos primeiros séculos depois de Cristo, as baleias não só circulavam por mares europeus como também …

Cabine de avião da Ryanair despressuriza e 33 passageiros vão parar no hospital

Trinta e três passageiros de um avião da companhia low-cost Ryanair tiveram que ser hospitalizados depois que a cabine do aparelhou sofreu uma despressurização. O piloto precisou fazer uma aterrissagem de emergência em Frankfurt, na …

Marun nega participação em supostas fraudes no Ministério do Trabalho

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, negou hoje (14) em nota que tenha participado de supostas fraudes no Ministério do Trabalho para beneficiar sindicatos em Mato Grosso do Sul, seu reduto eleitoral. A informação …

Mosaico que retrata "espiões bíblicos" de Moisés é descoberto em Israel

A descoberta de uma série de mosaicos que datam de 1.600 anos atrás, no interior de uma antiga sinagoga, em Israel, está “revolucionando” tudo o que sabíamos sobre o Judaísmo da época, apresentando “novas pistas” …

Poderíamos ter ido a Marte na década de 60, diz astronauta

O popular astronauta Chris Hadfield diz que a tecnologia que nos levou à lua e nos trouxe de volta na década de 60 poderia nos ter mandado também para Marte. O canadense Chris Hadfield foi astronauta …

Duas novas espécias de morcegos amarelos são descobertas na África

Duas novas espécies de morcegos amarelos foram recentemente descobertas no Quênia, na África. Mas os cientistas não estão interessados apenas nas cores apelativas desses animais. Na verdade, essas espécies também fornecem pistas importantes sobre alguns ramos …