Cientistas garantem ter explicação para o Triângulo das Bermudas (e é simples)

(cv) Fox News

Ondas “selvagens” com 30 metros de altura, que duram apenas 10 minutos, poderiam causar os desaparecimentos no Triângulo das Bermudas

Uma equipe de cientistas britânicos divulgou uma teoria – que garantem ser a mais recente – para os misteriosos desaparecimentos de navios e aviões na zona do Oceano Atlântico conhecida por Triângulo das Bermudas. A culpa pode ser de ondas traiçoeiras de mais de 30 metros.

Desde erros humanos a “bombas de ar” provocadas por nuvens hexagonais, são inúmeras as explicações para o mistério em torno do Triângulo das Bermudas, extensão de mar no Oceano Atlântico Norte, situada entre a Flórida, as Bermudas e Porto Rico, e onde já desapareceram centenas aviões e navios. Mas agora há mais uma teoria.

Cientistas da Universidade de Southampton, na Inglaterra, culpam as ondas traiçoeiras pelos misteriosos desaparecimentos.

Estão em questão ondas súbitas e enormes que podem medir até 30 metros de altura e podem durar apenas alguns minutos. Observadas pela primeira vez em 1997, essas ondas podem aparecer do nada, com extrema potência e força suficiente para afundar o maior dos navios.

Na pesquisa, os cientistas criaram um modelo do USS Cyclops, um navio de grande dimensão que desapareceu no Triângulo das Bermudas em 1918, com 300 pessoas a bordo. Depois, simularam em laboratório uma dessas ondas traiçoeiras que rapidamente afundou o modelo do navio.

A demonstração parece confirmar que o cenário fictício pode se repetir na realidade no Triângulo das Bermudas, até porque a área tem condições propícias para a formação dessas ondas traiçoeiras.

“Há tempestades para sul e norte que se unem. E se houver outras adicionais da Flórida, pode ser uma formação potencialmente fatal de ondas traiçoeiras“, explica  o oceanógrafo Simon Boxall, que esteve envolvido na pesquisa, à Fox News. O cientista salienta que são ondas “íngremes”, que podem atingir “mais de 30 metros”.

O mistério do Triângulo das Bermudas pode ter sido (outra vez) finalmente explicado. Mas nem todos os cientistas compartilham do entusiasmo de Boxall. Aleksandr Zhigalin, da Academia das Ciências da Rússia, é um deles.

Segundo Zhigalin, a teoria das ondas de Boxall pode explicar o desaparecimento de navios, mas não dos inúmeros aviões que desapareceram no famigerado triângulo. “O Triângulo das Bermudas é um enigma da moda, há muito tempo para se desvendar”, e talvez seja cedo para concluir que o mistério está resolvido, diz o cientista à Sputnik.

Estima-se que, nos últimos 100 anos, o misterioso Triângulo das Bermudas tenha provocado a destruição de 75 aviões e afundado centenas de barcos e navios – provocando mais de mil mortes. Em média, 5 aviões desaparecem na região todos os anos.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Contradizer essa teoria das ondas gigantes é ainda mais simples do que a explicação deles. Se os navios, barcos e aviões tivessem sido afundados por qualquer que fosse a causa, onde estão os destroços? Nunca ninguém encontrou rastros de nada absolutamente!!

DEIXE UM COMENTÁRIO:

NASA não consegue “despertar” Opportunity, a sonda adormecida em Marte

Os especialistas da NASA não conseguiram reestabelecer ligação com a sonda marciana Opportunity, embora o volume de pó na atmosfera de Marte já tenha reduzido a níveis muito próximos dos normais, revelou a agência norte-americana. “Neste …

Centenas de argentinos fazem renúncia coletiva ao catolicismo

Quase duas semanas depois da rejeição da legalização do aborto pelo Senado argentino, centenas de cidadãos participaram de uma apostasia coletiva no último fim de semana em Buenos Aires. O objetivo dos manifestantes era não apenas …

Cientistas identificam destino fatal da perdida 8ª Maravilha do Mundo

Os Terraços Rosa e Branco da Nova Zelândia, conhecidos como a 8ª Maravilha do Mundo, desaparecerem misteriosamente há mais de 130 anos. Agora, um grupo de cientistas acredita ter descoberto o que levou ao fatídico …

Revelada identidade das múmias do enorme sarcófago preto do Egito

No início de julho, um enorme sarcófago negro foi descoberto em Alexandria, no Egito. O misterioso túmulo foi aberto dias depois e os especialistas identificaram no interior três múmias danificadas pela água que tinha se …

2 mil anos depois, a rede de estradas romanas ainda gera riquezas

“Todos os caminhos levam a Roma”. Todo mundo já ouviu dizer e a ciência já nos mostrou que o ditado popular é realmente verdade. Um novo estudo mostra agora que a riqueza gerada pelas estradas …

Com apenas 3 anos, Ophelia tem um QI superior ao de Einstein

Ophelia Morgan-Dew tem apenas 3 anos, vive na cidade de Herefordshire, no Reino Unido, e pode ser o mais novo gênio do mundo. A menina fez o teste para medir o QI e os resultados …

Ex-diretor da CIA admite recorrer à Justiça contra Donald Trump

O ex-diretor da CIA John Brennan admitiu neste domingo (19) recorrer à Justiça, depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter cancelado seu acesso a informação confidencial e à Casa Branca. “Se esse é …

Roraima volta a pedir ao STF limite de entrada de venezuelanos

O governo de Roraima voltou a pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspensão temporária de entrada de imigrantes em território brasileiro para tentar conter o perigo de conflitos e o “eventual derramamento de sangue …

Aumento do Judiciário compromete orçamento de 13 Estados

Metade dos 26 estados ligou o alerta orçamentário: o aumento que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) concederam a si mesmos – ainda depende de aprovação no Senado – pode inviabilizar a folha de …

Universidade de São Paulo abre inscrições para curso gratuito sobre Harry Potter

O universo de Harry Potter continua conquistando gerações. Desde o lançamento do primeiro romance em 1997 (A Pedra Filosofal), foram mais de 450 milhões de cópias vendidas, traduções para 73 idiomas e o surgimento de …