Facebook, Microsoft, Twitter e YouTube formam grupo para combater terrorismo

Facebook, Microsoft, Twitter e YouTube anunciaram nesta segunda-feira que formaram um grupo para combater o terrorismo através do seu trabalho conjunto, a promoção de pesquisas e a colaboração com organizações e instituições.

A coalizão empresarial, chamada Global Internet Forum to Counter Terrorism, ajudará a transformar as quatro empresas em espaços “hostis aos terroristas e aos extremistas violentos”, afirmaram Twitter e YouTube em diferentes comunicados postados em seus blogs corporativos.

O grupo desenvolverá seu trabalho a partir de iniciativas como o Fórum Europeu de Internet ou a base de dados compartilhada de “hashes” (impressões digitais específicas de cada arquivo) que seus integrantes impulsionaram em dezembro do ano passado.

“A propagação do terrorismo e do extremismo violento é um problema global diligente e um desafio crucial para todos nós”, indicou o grupo, que ressaltou como as suas “políticas e práticas de eliminação” de conteúdos extremistas mostram “posturas firmes” a respeito desta marca.

“Acreditemos que trabalhando lado a lado, compartilhando os melhores elementos tecnológicos e operacionais dos nossos esforços individuais, podemos ter um maior impacto sobre a ameaça do conteúdo terrorista na rede”, declararam.

Ainda que o campo de ação do Fórum possa variar em função das sempre “mudáveis táticas de terrorismo e extremismo“, essencialmente se centrará em fornecer soluções tecnológicas, promover a pesquisa e compartilhar conhecimentos.

As empresas planejam trocar experiências, desenvolver técnicas de detecção e classificação de conteúdos sensíveis e definir métodos de aviso transparente para sua eliminação.

A investigação que o Fórum promoverá tem por objetivo nutrir as iniciativas destinadas a resistir discursos terroristas ou extremistas, bem como dar fundo às decisões técnicas ou de políticas que girem em torno da eliminação de conteúdos.

O grupo compartilhará informação com especialistas em contraterrorismo, provenientes de governos, grupos civis, instituições acadêmicas e empresas para “aprender lado a lado sobre terrorismo”.

Neste sentido, estabelecerá uma rede de intercâmbio de colaboração com o escritório de contraterrorismo do Conselho de Segurança das Nações Unidas e da iniciativa ICT4Peace para auxiliar empresas pequenas e melhorar suas ações de antiterrorismo.

Junto a estas duas organizações, o Fórum anunciou que impulsionarão uma série de oficinas de aprendizagem no Vale do Silício e outros lugares do mundo, ainda que não tenha oferecido informação mais detalhada.

Facebook, Microsoft, Twitter e YouTube aproveitarão também suas iniciativas existentes destinadas a combater os discursos de ódio na internet para “empoderar e formar organizações civis ou indivíduos que podem dedicar-se a um trabalho similar”.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Israel mata comandante da Jihad Islâmica em ataque aéreo

Forças israelense bombardeiam casa de líder extremista na Faixa de Gaza. Militantes palestinos reagem disparando dezenas de mísseis contra Israel. Autoridades pedem que população fique em casa. Um importante comandante militar do grupo extremista palestino Jihad …

Cão aprende a falar usando máquina de escrever e já sabe 29 palavras

Stella tem 18 meses e, apesar de ser um cachorro, já sabe “falar” mais do que muitos humanos da sua idade. Através de uma máquina criada por sua tutora, o animal consegue se comunicar usando …

Saída de Lula da prisão pode ser “oportunidade” para Bolsonaro, diz especialista ao Le Monde

O jornal Le Monde deste domingo e segunda-feira, feriado em que a França comemora o Armistício da Primeira Guerra Mundial, traz uma reportagem de página inteira sobre a liberação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da …

Evo Morales deixa a Bolívia rumo ao México

O agora ex-presidente Evo Morales deixou a Bolívia na noite desta segunda-feira (11) e pegou um avião em direção ao México. Em comunicado via Twitter, Evo Morales disse que estava agradecido ao México por ter lhe …

Turquia repatria jihadistas estrangeiros do "Estado Islâmico"

A Turquia começou a repatriar nesta segunda-feira (11/11) jihadistas estrangeiros do grupo terrorista "Estado Islâmico" (EI) que foram capturados no norte da Síria. Um alemão, um dinamarquês e um americano foram os primeiros deportados por …

Fumar aumenta o risco de depressão e esquizofrenia?

De acordo com um novo estudo da Universidade de Bristol (Reino Unido), fumar pode aumentar o seu risco de desenvolver depressão ou esquizofrenia. Os pesquisadores queriam estudar a relação conhecida entre tabagismo e doenças mentais. Muitas …

Prisões não vão abrir as portas após decisão do STF, dizem especialistas

Segundo especialistas ouvidos pela Sputnik Brasil, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o momento da execução da pena não vai fazer com que as "portas dos presídios sejam abertas para criminosos perigosos". Na quinta-feira …

EUA acusam China de exportar drones autônomos letais para o Oriente Médio

O exército hi-tech de autômatos letais, antes uma visão do futuro, já é uma realidade e está em pleno curso, inclusive com comércio dessa nova tecnologia em andamento. Isso é o que diz o secretário de …

Um simples exame de sangue já pode prever câncer de mama 5 anos antes de se manifestar

O câncer de mama é o segundo mais comum no mundo, e também o que mais mata mulheres. No entanto, o grande paradoxo é que, enquanto a doença é a responsável por uma das principais …

Evo Morales renuncia à presidência da Bolívia

Após convocar novas eleições, líder esquerdista cede à pressão das Forças Armadas e da polícia, entregando o cargo "para que meus irmãos não sejam ameaçados". Vice e outras autoridades também se demitem. O presidente da Bolívia, …