Físicos conseguem fazer nós em raios laser

(dr) University of Bristol

A figura demonstra ondas de luz interagindo umas com as outras em torno de “singularidades”

Uma equipe de físicos conseguiu torcer e manipular feixes de raio laser, amarrando-os em nós. Desta forma, criaram estruturas leves, complexas e tridimensionais.

Os cientistas recorreram a uma nova tecnologia holográfica. De forma mais simples, eles descobriram uma forma de fazer com que as ondas de dois feixes de luz interfiram umas nas outras e, em última instância, se conectem na forma de um laço ou nó.

O nó é um termo matemático que designa qualquer forma no espaço que gira em torno de si mesma de maneiras específicas. Ao explorar as formas complexas de como as ondas de luz se formam quando vibram em duas direções – para cima e para baixo e de um lado para o outro – e as maneiras pelas quais essas ondas interagem umas com as outras, os cientistas foram capazes de fazer “nós” de luz.

Os nós em questão eram suficientemente visíveis nas imagens captadas durante as pesquisas para que os físicos identificassem as formas como o número oito e o toroide. A descoberta também foi confirmada através da teoria matemática dos nós.

(dr) Nature Physics

Raios de laser “amarrados” durante a experiência

Processo da polarização

Para criar os nós, os cientistas ajustaram cuidadosamente os movimentos das ondas de dois feixes de luz – fenômeno matemático conhecido como polarização, normalmente usado nos óculos escuros com lentes polarizadas.

A polarização diz exatamente respeito à direção que a vibração das ondas tomam e, materiais polarizados – como os óculos – bloqueiam as partículas de luz (fótons) que oscilam em determinada direção.

Assim, a luz polarizada é a luz que oscila em determinado ângulo. E, através de hologramas que moldam feixes de luz, os cientistas foram capazes de controlar sua intensidade e comprimento, transformando esse feixe em uma variedade de nós.

Os nós se formavam em torno de “singularidades de polarização”, nas quais os feixes se cruzavam, locais onde os comprimentos de onda eram exatamente iguais, e vários outros comprimentos de onda de luz se formavam em volta deles. Nestes pontos exatos, a luz se curvava exatamente da forma que os físicos previram.

“Estamos todos familiarizados com amarrar nós em substâncias tangíveis, como fios ou fitas. No entanto, com a luz as coisas são um pouco mais complexas. Não se trata  apenas de um único feixe, mas de todo o espaço ou ‘campo’ em que se move”, explicou o físico Mark Dennis, da Universidade de Bristol, no Reino Unido.

A pesquisa realizada pela equipe de físicos, publicada no fim do mês de julho na Nature Physics, estava interessada em estudar o topologia e a complexa modelagem matemática desse espaço. Os cientistas descobriram que a luz formava mais lacunas quando estava “atada” do que era esperado, deixando espaços sem energia significativa.

No futuro, os cientistas esperam desenvolver nós de luz ainda mais complexos. Na prática, a tecnologia pode acelerar o desenvolvimento de fontes de luz sintonizadas de maneira mais precisa.

Ciberia // HypeScience / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Startup brasileira oferece curso gratuito sobre estratégias do Vale do Silício

Um novo curso à distância promete ajudar os empresários brasileiros a descobrirem os segredos do sucesso do Vale do Silício. Oferecido pela Qulture.Rocks, startup de tecnologia para gestão de desempenho empresarial, o curso sobre OKRs (Objectives …

Se não pararmos de comer carne, vamos acabar com o planeta

Cada cidadão deverá reduzir em 75% o seu consumo de carne de vaca, 90% de carne de porco, comer metade da quantidade de ovos e triplicar o consumo de sementes e frutas secas. Segundo um estudo, …

TSE remove inserção de Haddad com informação falsa sobre Bolsonaro

O ministro Sergio Banhos, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou que a campanha do presidenciável do PT, Fernando Haddad, cesse a divulgação de uma propaganda eleitoral segunda a qual o candidato do PSL à Presidência, …

Igreja Ortodoxa rompe com Constantinopla: maior cisma do Cristianismo em 1.000 anos

A Igreja Ortodoxa Russa decidiu nesta segunda-feira (15), durante o Sínodo que realiza em Minsk, em Belarus, romper todos os vínculos com o Patriarcado de Constantinopla, anunciou o arcebispo metropolitano Hilarion. "O Santo Sínodo decidiu romper …

Menino morre após ser atingido por disparo de arma feito por garoto de 12 anos

Um menino de 11 anos foi morto em Guarantã do Norte, no Mato Grosso, depois de outro garoto, de 12 anos, usar uma arma. De acordo com informações da Polícia Judiciária Civil, o fato aconteceu …

Clube Republicano: Trump com uma Coca-Cola Light ao estilo dos cães jogando pôquer

Há um novo quadro nas paredes da Casa Branca: “Clube Republicano”, no qual Donald Trump aparece à mesa com outros dez presidentes republicanos. O que se bebe? Coca-Cola Light. Andy Thomas, o artista de Missouri que, …

Governo decide manter começo do horário de verão em 4 de novembro

O Palácio do Planalto informou nesta terça-feira (15) que o início do horário de verão será mantido no dia 4 de novembro, cancelando um novo adiamento. Geralmente, o horário começa em outubro, mas foi adiado …

Bolsonaro diz que "quem vai mandar no Brasil serão os capitães"

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, visitou nesta segunda-feira (15) a sede do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Bolsonaro chegou ao quartel, em …

A Teoria do Cabelo Macio: o último artigo publicado de Stephen Hawking

Artigo sobre entropia dos buracos negros e a Teoria do Cabelo Macio foram completados dias antes da morte do físico, em março. De acordo com o The Guardian, o último artigo do físico Stephen Hawking foi divulgado pelos físicos …

Cientistas descobrem do que são feitos os exoplanetas semelhantes à Terra

Cientistas da Universidade de Zurique analisaram a composição e estrutura de exoplanetas distantes usando ferramentas estatísticas. A análise indica se um planeta é parecido com a Terra, se é composto por rocha pura ou um …