Francesa decide processar o governo por causa da poluição em Paris

Uma mulher parisiense está processando o governo francês por “danos provocados a sua saúde” pela poluição do ar e quer uma indenização de 140 mil euros (cerca de R$ 514 mil). Clotilde Nonnez, uma professora de ioga de 56 anos, diz ter vários problemas respiratórios desenvolvidos durante os mais de 30 anos em que morou na capital francesa.

E que se tornaram mais agudos em dezembro do ano passado, quando Paris teve níveis recordes de poluição. “Estamos responsabilizando o Estado porque acreditamos que os problemas médicos vividos pelas vítimas da poluição são resultado da falta de ação por parte das autoridades”, disse o advogado de Nonnez, François Lafforgue, ao jornal Le Monde.

Lafforgue citou estatísticas para alegar que a poluição do ar mata 48 mil pessoas por ano na França.

A iniciativa de Nonnez não é isolada. Segundo a mídia francesa, outras ações judiciais são iminentes em diferentes cidades do país, como Lyon e Lille.

Paris há anos sofre com os altos índices de poluição do ar, e as autoridades municipais têm instituído uma série de leis para tentar combater o problema. Um exemplo é a multa para carros que não apresentem um adesivo atestando que passaram em um teste de baixas emissões – o “Crit’Air”.

Diversos setores da capital francesa têm restrições ao uso de carros. Um trecho de 3 quilômetros da Margem Direita do rio Sena foi convertido em via exclusiva para pedestres.

Apesar de o ar na cidade ter quase o dobro de partículas finas em suspenso no ar (as chamadas PM2.5) do que o índice máximo recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), Paris está longe de ser a mais poluída da Europa.

Segundo dados da OMS, o ar é bem mais perigoso em cidades da Macedônia, Bósnia e Herzegovina, Polônia e Hungria. Na Europa Ocidental, cidades como Nápoles, Mônaco, Turim, Brescia e Barcelona apresentaram índices de poluição maiores que Paris neste ano.

Nonnez diz que teve uma vida saudável, inicialmente como dançarina e depois professora de ioga, mas que passou a sofrer de problemas respiratórios, da asma crônica a pneumonia. Em dezembro, ela diz ter sofrido um ataque de pericardite – inflamação da membrana que envolve o coração.

“A médica que cuidou de mim disse que o ar de Paris está tão poluído que está apodrecido. Ela tem outros pacientes no meu estado, incluindo crianças e bebês. Meu cardiologista diz o mesmo”, explicou ela ao site de notícias France Info.

No Reino Unido, um grupo de asmáticos vivendo em Londres procurou advogados e, segundo o jornal The Guardian, prepara uma grande ação judicial para pedir indenizações. Segundo estatísticas oficiais, 23 dos 28 países da União Europeia têm índices de contaminação do ar acima do limite.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …