Furacão Matthew deixa 25 mortos no Caribe e segue para os Estados Unidos

O furacão Matthew, considerado o mais intenso a atingir o Caribe na última década, já deixou 25 mortos em sua passagem por Cuba, República Dominicana e Haiti e segue em direção às Bahamas e à Flórida, nos Estados Unidos.

Quatro pessoas morreram na República Dominicana e 21 no Haiti, o mais castigado até o momento. Devido aos temporais provocados pelo furacão, o país suspendeu as eleições presidencias marcadas para o próximo domingo (9).

Matthew atingiu o Haiti e o território cubano na última terça-feira (4), com ventos de 230 quilômetros por hora (km/h), devastando cidades e áreas de cultivo.

Mesmo com menos intensidade, a tempestade caminha para as Bahamas com ventos de até 208 km/h e deve voltar a se fortalecer nas próximas horas, de acordo com o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC).

Matthew provoca êxodo de 2 milhões de pessoas nos EUA

O presidente norte-americano, Barack Obama, disse nesta quinta-feira (6) que a situação é “séria” e recomendou que todas as áreas sejam “evacuadas sem hesitação”.

O governador da Florida, Rick Scott, disse que o Matthew pode ser o furacão mais destrutivo no estado desde a passagem de Andrew, em 1992.

Depois de destruir estradas, pontes, casas e provocar a morte de 16 pessoas em países do Caribe, o furacão Matthew deverá atingir hoje (6) à noite a costa dos Estados Unidos.

Por causa disso, cerca de 2 milhões de pessoas que moram no litoral dos estados da Flórida, da Carolina do Sul e da Geórgia estão se deslocando para o interior do país.

Esse é o maior êxodo provocado por desastres naturais registrado nos Estados Unidos em um período de dez anos. O deslocamento está sendo orientado pelas autoridades norte-americanas como forma de “proteger vidas humanas” e reduzir prejuízos materiais.

Segundo o Centro Nacional de Furacões de Miami, os ventos fortes estavam, nas últimas horas, na categoria 3, que pode levar à velocidade de 210 quilômetros por hora.

De acordo com o centro, no entanto, o furacão poderá passar à categoria 4, quando chegar próximo à costa norte-americana. Isso significa que a força dos ventos do Matthew poderá chegar à velocidade de 250 quilômetros por hora.

Antes de ordenar o deslocamento, os estados da Flórida, da Geórgia, da Carolina do Sul e da Carolina do Norte decretaram estado de emergência.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, tinha dois compromissos na Flórida nessa quarta-feira (5) e teve de cancelar a viagem por causa do furacão. As aulas também foram suspensas em várias áreas dos Estados Unidos.

Os habitantes da Costa Leste norte-americana estão aceitando, sem criar dificuldades, a orientação das autoridades para que se desloquem para outras cidades, estados ou o interior. Algumas famílias alegam motivos para não sair, entre eles a falta de dinheiro.

Nesse caso, as autoridades enviam funcionários ou socorristas à casa das pessoas para dizer que o que está em jogo é a sobrevivência delas e que, por causa da ameaça do furacão, precisam sair.

A evacuação das pessoas está sendo feita com mais intensidade na Geórgia, na Flórida e na Carolina do Sul,  locais que serão atingidos de maneira mais drástica pelo furacão.

Por causa do deslocamento, o trânsito está bastante engarrafado nas estradas da Geórgia, Flórida e Carolina do Sul.

Também faltam produtos nas prateleiras de supermercados de várias cidades a serem atingidas. As pessoas estão comprando alimentos, produtos de limpeza e água para estocar.

Alguns postos de gasolina também tiveram que fechar por falta de combustível devido à grande procura.

Numa preparação para a chegada do furacão aos Estados Unidos, o serviço norte-americano de meteorologia alertou a população para a possibilidade de “perdas de vida” e “imenso sofrimento humano” para quem não tomar as medidas de precaução sugeridas pelas autoridades.

O serviço de meteorologia também fez um alerta para o risco de danos em residências e em prédios públicos e informou que alguns locais a serem atingidos pelo furacão poderão ficar “inabitáveis por semanas”.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Após ser baleado, senador Cid Gomes deixa UTI de hospital no Ceará

O senador Cid Gomes (PDT-CE) saiu da UTI após ser baleado durante manifestação de policiais em Sobral, no Ceará. Cid Gomes recebeu alta para a enfermaria, onde deve seguir internado, mas sem risco de vida, segundo …

Ataques a tiros deixam mortos no oeste da Alemanha

Polícia alemã afirma que ao menos oito pessoas morreram após serem baleadas em dois incidentes em Hanau, perto de Frankfurt. Disparos teriam sido efetuados em bares de narguilé em partes diferentes da cidade. A polícia da …

Apple quer proibir lançamento de livro que revela segredos comerciais da empresa

O livro alemão App Store Confidential, de Tom Sadowski, é uma publicação temida pela Apple. Isso porque o autor foi o líder de desenvolvimento da loja de aplicativos da Gigante de Cupertino na Alemanha, Áustria …

Chineses acusam governo de usar epidemia de coronavírus para prender dissidentes

No momento em que a China enfrenta a epidemia do COVID-19 que já causou 2 mil mortes e infectou 74 mil pessoas no país, o mundo se pergunta se a crise reforça ou, pelo …

Suíça quer devolver dinheiro ganho com tráfico de escravizados para as Américas

O horror do tráfico de pessoas escravizadas entre os séculos XVI e XIX para os EUA, Caribe, América Latina e principalmente o Brasil teve mais responsáveis do que nos dita a história. E a Suíça …

Reino Unido pós-Brexit fecha portas para imigrantes pouco qualificados

No Reino Unido pós-Brexit, os estrangeiros que quiserem obter um visto de trabalho no país vão ter que provar muitas habilidades. Os candidatos receberão pontos de acordo com seu nível de inglês, diploma e profissão …

Síria realiza primeiro voo comercial entre Damasco e Aleppo desde 2013

Diretores de aeroportos da Síria mencionam o trabalho realizado no aeroporto de Aleppo para permitir o feito, realizado graças à vitória do Exército sírio e esforço dos operários. A Síria realizou seu primeiro voo comercial em …

Mudanças climáticas ameaçam futuro das crianças do mundo, diz ONU

Estudo de Nações Unidas, Unicef e revista 'The Lancet' aponta ações de sustentabilidade insuficientes. Países ricos fracassam em prover meio ambiente favorável, apesar de melhor ponto de partida. Países de todo o mundo estão fracassando em …

Bug no sistema do McDonald's forneceu lanches de graça sem limite de quantidade

Imagine você poder realizar quantos pedidos quiser no McDonald's e não ter que arcar com um só centavo para isso. Bem, essa mamata virtual era o que vinha acontecendo no sistema da multinacional de fast-food …

Governo chinês está até "queimando" dinheiro para combater o coronavírus

A briga do governo chinês contra o Covid-19 (também conhecido como "novo coronavírus") tem colocado diversos órgãos governamentais em alerta, e o governo da China parece não poupar esforços para conter a proliferação da doença …