Gatos não são antissociais (nós é que somos)

Jamie Baker / Flickr

Os gatos têm a fama de serem arrogantes e insensíveis. No entanto, um estudo recente sugere que essas características são totalmente injustificadas: afinal, os antissociais somos nós.

Há quem acredite que os gatos são antissociais e insensíveis, capazes de ignorar as pessoas sem que se sintam culpados por tal ato de malvadez. No entanto, um recente estudo mostrou que, afinal, esses animais só tratam assim quem não lhes dá atenção, fazendo jus ao ditado popular “a vingança é um prato que se come frio”.

Assim, se o seu gato insiste em ignorá-lo é porque, muito provavelmente, você não está dando a atenção que devia. Em outras palavras, seu animal de estimação está apenas exibindo o comportamento espelhado do ser humano.

A pesquisa sobre o comportamento dos felinos foi realizada por cientistas da Universidade Estadual do Oregon, nos Estados Unidos.

Nas experiências, os voluntários passaram algum tempo com dois grupos de gatos: o primeiro grupo vivia com seus donos no conforto do lar, enquanto que o segundo era formado por gatos que viviam am abrigos para animais abandonados.

Kristyn Vitale, principal autora do estudo publicado recentemente na Behavioral Processes, explicou que, em ambos os grupos, os cientistas perceberam que os gatos passam muito mais tempo com pessoas que lhes dão atenção do que com pessoas que os ignoram.

O resultado obtido pela equipe de Vitale derruba o mito de que os gatos são animais antissociais e que não retribuem a atenção dos seres humanos. Afinal, a peça mal encaixada do quebra-cabeça somos nós, e não os bichanos.

Outra curiosidade observada pelos pesquisadores está relacionada com a carência dos felinos. Os cientistas notaram que os gatos que viviam em abrigos passaram mais tempo com as pessoas que os ignoravam do que os gatos domésticos por estarem muito carentes de atenção.

John Bradshaw, da Universidade de Bristol, no Reino Unido, defende que os gatos são animais muito territorialistas e que podem ter comportamentos diversos dependendo do lugar onde se encontram. Ainda assim, é inegável que a maioria desses felinos é mais amigável do que o que a maioria das pessoas pensa, adianta o IFL Science.

Para Vitale, o principal objetivo do estudo é derrubar mitos. “A ideia de que os cães são mais sociáveis que os gatos está muito presente. Mas existem muitas variabilidades nessas duas populações”, aponta a pesquisadora.

Essa pesquisa pode não ser suficiente para convencer os amantes de cães, mas parece ser suportada por estudos anteriores que provaram que os gatos preferem passar mais tempo interagindo com humanos do que com brinquedos ou comida.

É certo que cada gato é um gato. Ainda assim, as evidências científicas dando um empurrão, é provável que esses felinos percam a reputação de antissociais em breve.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Eleição na Bolívia: Resultados parciais indicam 2º turno inédito entre Evo Morales e Carlos Mesa

Com quase 90% dos votos contabilizados, resultados parciais da eleição realizada neste domingo na Bolívia indicam que o atual presidente Evo Morales não teve votos suficientes para garantir já sua vitória, caminhando para disputar com …

Voo mais longo e sem escalas da história pousou em Sydney

O voo mais longo e sem escalas da história pousou nesse domingo (20) em Sydney, 19 horas e 16 minutos após a decolagem, em Nova York. Foi um teste da companhia australiana Qantas, que pretende …

Governo brasileiro publica lei que agiliza venda de bens do tráfico de drogas

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 13886/19, que pretende acelerar a destinação de bens apreendidos ou sequestrados que tenham vinculação com o tráfico ilícito de drogas. Essa lei, que converte a Medida Provisória nº 885, …

Criaram uma bebida com probióticos geneticamente modificados para prevenir ressacas

Beber moderadamente pode ser garantia de uma noite especialmente divertida, mas quem se aventura pelos bares da vida sabe que basta um pequeno erro de cálculo ou deslize nos preparativos – como, por exemplo, esquecer …

Manifestantes desafiam proibição em Hong Kong

Milhares voltam às ruas, apesar de governo ter proibido protestos na região semiautônoma, e são recebidos com jatos d'água e gás lacrimogêneo. Há quatro meses, colônia britânica atravessa a sua maior crise política. Milhares de manifestantes …

Brexit pode causar ao Brasil perdas anuais de exportações de mais de US$ 700 milhões

Nas próximas semanas, empresários e exportadores brasileiros deverão acompanhar com grande atenção os capítulos finais da novela do Brexit, como é chamada a saída do Reino Unido da União Europeia. Isso por que, a depender de …

Motivos de artrópodes se moverem em fila indiana há 480 anos são revelados

Um novo estudo revela que os fósseis de artrópodes descobertos em fila podem indicar um comportamento coletivo devido a fatores ambientais. O estudo publicado pela revista Scientific Reports sugere que o comportamento em grupo de trilobitas …

Arqueólogos encontram 20 sarcófagos de madeira perto de Luxor

Arqueólogos encontraram mais de 20 caixões antigos de madeira, ainda coloridos, na necrópole de Asasif, em Tebas, na margem oeste do rio Nilo, próximos à cidade de Luxor, no Egito. Os caixões estavam posicionados em duas …

Mão robótica aprendeu sozinha como solucionar o cubo de Rubik

Provavelmente você já deve ter passado pelo desafio de deixar o cubo de Rubik, mais conhecido como cubo magico, com as cores das faces iguais. Saiba que uma mão robótica conseguiu resolver teste desafio sozinha. Provavelmente …

Planalto suspende indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada nos EUA

O Palácio do Planalto decidiu deixar em suspenso a indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, para assumir a embaixada brasileira nos Estados Unidos, em meio a uma crise política …