Gene que causa o câncer “pulou” das plantas para os humanos

Um grupo de cientistas da Universidade de Adelaide, na Austrália, conseguiu provar que uma transferência em larga escala de genes entre espécies mudou radicalmente o genoma dos mamíferos.

A equipe de pesquisa identificou dois genes “saltadores” em específico – o L1 e o BovB – que são pequenas peças de DNA que podem copiar a si próprias dentro um genoma e que são, por isso, conhecidos como elementos transponíveis, de acordo com a revista portuguesa Visão.

O estudo, publicado na segunda-feira (9) na Genome Biology, identificou esses dois genes em 759 espécies de plantas, animais e fungos.

“Os genes saltadores se copiam e se colam a eles próprios nos seus genomas e em genomas de outras espécies”, explica David Adelson, da Universidade de Adelaide. Os cientistas não conseguiram determinar como esse fenômeno acontece, mas apontam insetos ou vírus como principais causas.

“Pensem em um gene saltador como um parasita. O que está no DNA não é muito importante – é o fato de se introduzirem em outros genomas e causarem perturbações nos genes e na forma como são regulados”, explicou.

Em humanos, os elementos L1 têm sido associados a casos de câncer em doenças neurológicas. Compreender de onde vem esse elemento pode ser crucial para se entender a evolução dessas doenças.

O outro gene saltador encontrado, o BovB, foi descoberto primeiramente em vacas, chegando depois a vários outros animais, incluindo répteis, elefantes e marsupiais.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas revelam nova razão que explica dependência do álcool

De acordo com um novo estudo, a dependência do álcool tem uma relação direta com as mudanças climáticas: quanto mais frio é o clima e menos incidência de sol, mais as pessoas tendem a consumir …

Cientistas encontraram pássaro que é três espécies em uma só

Cientistas encontraram um pássaro incomum na Pensilvânia, que guarda um incrível segredo genético: a toutinegra é o híbrido de três espécies diferentes de pássaros. Uma equipe de cientistas encontrou um pássaro incomum na Pensilvânia, cuja mãe …

Hitler abraçou uma menina judia; 85 anos depois, a foto foi a leilão

Uma foto de 1933 mostra o ditador nazista ao lado de uma menina de seis anos de idade cuja avó era judia. A imagem, com uma dedicatória assinada por Hitler, foi arrematada em leilão por …

No deserto mais seco do mundo, a chuva mata

No deserto mais seco e mais antigo da Terra, as coisas não funcionam da mesma maneira que em outros lugares. A água, por exemplo, não é uma bênção. No deserto do Atacama, no Chile, as …

CIA pensou em usar “soro da verdade” nos interrogatórios do 11 de setembro

O “Projeto Medicação” foi posto de lado em 2003, mas, até lá, os médicos da CIA estudaram a hipótese de substituir as violentas técnicas de interrogatório pelo uso de um “soro da verdade” que fizesse …

Distração de professora provoca ferimentos em 40 crianças na China

A distração de uma professora que se esqueceu de apagar uma luz ultravioleta em uma escola de Tianjin, perto de Pequim, causou ferimentos e queimaduras em mais de 40 crianças, informou nesta sexta-feira a imprensa …

Hábito diário pode ajudar a prever morte prematura

A velocidade com que caminhamos fornece muitas pistas sobre o nosso estado de saúde e pode mesmo ajudar a prever uma morte prematura.  Segundo um novo estudo, realizado o por cientistas da Universidade do Sul …

Assassino de John Lennon sente “mais vergonha” a cada dia que passa

Mark David Chapman, que assassinou John Lennon em 1980, disse a um conselho de condicional que se sente “mais e mais envergonhado” a cada ano que passa por ter assassinado o ex-Beatle. “Há 30 anos, eu …

Submarino argentino ARA San Juan é achado um ano após ter desaparecido com 44 tripulantes

A carcaça do submarino argentino Ara San Juan, desaparecido desde 15 de novembro de 2017 com 44 tripulantes a bordo, foi localizada no fundo do oceano Atlântico, a 800 metros de profundidade, a leste da …

Cientistas determinam qual foi o pior período na história da humanidade

Cientistas americanos chegaram à conclusão de que em 536 d.C., "um dos períodos mais terríveis" começou na história da humanidade. Segundo o historiador medieval Michael McCormick, arqueólogo da Universidade de Harvard, um "nevoeiro misterioso" caiu sobre a …