Gene “zumbi” protege os elefantes contra o câncer

Durante décadas, os cientistas tentaram descobrir o motivo de os elefantes terem taxas tão baixas de câncer. Novas pesquisas revelam agora que o segredo para não contrair a doença passa por ressuscitar um gene morto e dar a ele a tarefa de matar células danificadas – uma espécie de “gene zumbi”

A taxa de mortalidade por câncer nos seres humanos é cerca de 17%. Já nos elefantes, a incidência é de 5%, uma taxa quase quatro vezes menor, mesmo tendo os elefantes 100 vezes mais células potencialmente cancerígenas que o homem devido ao seu tamanho.

Os humanos, assim como todas as espécies animais, têm uma cópia do gene supressor do tumor p53. No entanto, cientistas norte-americanos descobriram que os elefantes possuem 20 cópias desse gene. Com isto, as células desses mamíferos são significativamente mais sensíveis ao DNA danificado e, por isso, reagem mais rapidamente ao problema.

Além disso, ao analisar o supressor p53 dos elefantes, os pesquisadores encontraram um gene apelidado de LIF6, que evoluiu ao longo do tempo, tornando-se um “valioso gene funcional” na supressão do câncer, explicam os cientistas no estudo publicado esta semana nos Cell Reports.

Assim, O LIF6, também conhecido como inibidor de reação de leucemia, é capaz de destruir células com anomalias ou defeitos, prevenindo o desenvolvimento do câncer.

Na maioria das espécies de mamíferos, o LIF6 não está ativo, sendo por isso considerado como um pseudo gene ou gene morto. “Esse gene morto voltou à vida“, afirmou Vicent Lynch, um dos autores do estudo, no qual o LIF6 foi apelidado de “gene zumbi”.

Os cientistas que conduziram a pesquisa, da Universidade de Chicago, nos EUA, acreditam que o gene foi ressuscitado entre cerca de 25 a 30 milhões de anos atrás.

Em resposta a qualquer dano no DNA, o p53 aciona o LIF6 para matar a célula afetada antes que ela se torne cancerígena. Segundo os autores, o mecanismo de supressão do câncer pode ter sido um “elemento-chave” para os elefantes, potencializando seu crescimento até atingirem seu tamanho atual.

Os elefantes não são a única espécie que desenvolveu truques genéticos para despistar o câncer. Outros animais, como o rato-toupeira-nu (Heterocephalus glaber), também têm seus segredos.

Ciberia // Sputnik / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Eduardo Bolsonaro desiste de ser embaixador nos EUA

Filho do presidente anuncia decisão após conquistar liderança do PSL na Câmara e em meio à incerteza sobre apoio de senadores à sua indicação à embaixada. Deputado diz que fica no Brasil para defender pauta …

Após coletes amarelos, Macron enfrenta crise e onda de suicídios no meio rural

Agricultores franceses protestaram nesta terça-feira em toda a França contra o que chamam de “agribashing”, ou, em tradução livre da expressão em inglês, uma "agressão violenta" (“bashing”) contra o setor. O fenômeno se repetiu na Alemanha, …

Sujar-se de terra é o mais moderno e eficaz antidepressivo de acordo com este estudo

Com a depressão já diagnosticada como a doença do século XXI, em um mundo cada vez mais tomado por medicamentos como a agomelatina, amitriptilina, escitalopram, mirtazapina e paroxetine – entre tantos outros – , a …

Patenteado material que permite ocultar objetos e é chamado capa de invisibilidade

A empresa canadense fabricante de uniformes de camuflagem para militares, HyperStealth Biotechnology, anunciou quatro pedidos de patente, todos relacionado ao Quantum Stealth. O material também é chamado de “capa de invisibilidade”. O inventor dos quatro pedidos …

Netanyahu desiste de formar governo em Israel

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, renunciou, nesta segunda-feira (21), à tarefa de formar um novo governo. O presidente Reuven Rivlin informou que entregará a missão ao opositor Benny Gantz. O primeiro-ministro anunciou a decisão nas redes …

'Nunca houve tanta interferência de uma família dentro de um poder', diz Joice sobre governo

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) declarou nesta segunda-feira (22) que "nunca houve tanta interferência de uma família dentro de um poder" como existe no governo do presidente Jair Bolsonaro. Após ser retirada da função de …

"Táxis de cocaína" são problema crescente em Berlim

Aumento do número de veículos que entregam drogas diretamente na casa dos usuários preocupa a polícia berlinense. A cocaína perde apenas para a heroína como causa de mortes relacionadas a drogas na capital alemã. A polícia …

A casa da Barbie existe na vida real – e você pode se hospedar lá

Possivelmente a mais célebre e vendida boneca do mundo, a Barbie costumava sugerir uma vida de luxo e deleite ao imaginário da criançada que cresceu – e ainda cresce – inventando uma vida enquanto brinca …

Eleição na Bolívia: Resultados parciais indicam 2º turno inédito entre Evo Morales e Carlos Mesa

Com quase 90% dos votos contabilizados, resultados parciais da eleição realizada neste domingo na Bolívia indicam que o atual presidente Evo Morales não teve votos suficientes para garantir já sua vitória, caminhando para disputar com …

Voo mais longo e sem escalas da história pousou em Sydney

O voo mais longo e sem escalas da história pousou nesse domingo (20) em Sydney, 19 horas e 16 minutos após a decolagem, em Nova York. Foi um teste da companhia australiana Qantas, que pretende …