Governo argentino destitui chefe da Marinha após caso do submarino

(dv) Armada Argentina / EFE / EPA

Submarino ARA San Juan da Armada Argentina

O governo da Argentina destituiu o chefe da Marinha, Marcelo Srur, no transcurso de uma investigação aberta após o desaparecimento há um mês do submarino ARA San Juan, confirmaram neste sábado fontes oficiais.

A agência estatal “Télam” informou que o ministro da Defesa argentino, Oscar Aguad, solicitou ao chefe do Estado Maior Geral da força naval sua aposentadoria e designou um substituto interino, enquanto o responsável de submarinos da Marinha será encarregado da investigação em curso.

Além dessa substituição, será formada uma comissão investigadora composta por três submarinistas, um deles o capitão Jorge Bergallo, pai do capitão de corveta Jorge Ignacio Bergallo, segundo comandante do San Juan, um dos 44 tripulantes desaparecidos no submarino.

A comissão investigadora será independente do Ministério da Defesa, com orçamento próprio e ilimitado, “a fim de poder chegar à verdade do que aconteceu com o submarino”, indicaram as fontes oficiais.

Há um mês, o ARA San Juan estabeleceu sua última comunicação, enquanto viajava desde o porto de Ushuaia até sua base, na cidade de Mar del Plata.

Atualmente, diversos navios de vários países continuam trabalhando nas buscas, a cerca de 400 quilômetros do litoral argentino.

Esta área foi delimitada em torno de uma região do oceano na qual várias agências internacionais registraram que tinha havido uma explosão horas depois do desaparecimento do submarino, perto de onde o contato com o aparelho foi perdido.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Limitar aquecimento global a 1,5ºC exige redução drástica de gases poluentes, mostra relatório

Manter a temperatura da Terra a 1,5°C será impossível sem uma redução massiva das emissões de gases poluentes. É o que mostra um novo relatório divulgado pela ONU nesta quinta-feira (16). O documento "United …

Alemanha libera entrada para brasileiros que apresentem teste negativo

A Alemanha vai deixar de considerar o Brasil como área de alto risco na pandemia do novo coronavírus a partir deste domingo, anunciou nesta sexta-feira (17/09) o Instituto Robert Koch (RKI), a agência governamental alemã …

Assembleia-Geral da ONU: exigência de vacina ainda não está decidida, mas é improvável que Bolsonaro seja barrado

Perdeu força a possibilidade de que líderes de países tenham que comprovar que se vacinaram contra a covid-19 para participar da 76ª Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que acontece na semana que vem …

Submarinos: França perde o "contrato do século" para a Austrália, que opta por EUA e Reino Unido

O jornal econômico Les Echos estampa em sua primeira página desta quinta-feira (16) uma notícia, ainda no condicional, que se concretizaria durante a madrugada: "A Austrália desiste de uma encomenda de 12 submarinos franceses …

VSR: o pouco conhecido vírus que se espalha entre crianças no mundo e também no Brasil

No início de 2021, a equipe do Hospital Infantil de Maimonides, no Brooklyn, em Nova York (EUA), começou a experimentar uma cautelosa sensação de alívio. Os casos de covid-19 na cidade estavam em queda. Como …

Com popularidade em queda, premiê britânico Boris Johnson reforma equipe de governo

Após semanas de boatos, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, decidiu modificar o governo nesta quarta-feira para formar uma "equipe unida" e enfrentar os desafios depois de um ano e meio de pandemia e em …

Relatório lista mais de uma dezena de crimes atribuídos a Bolsonaro

Um grupo de juristas liderados pelo ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior entregou nesta terça-feira (14/09) à CPI da Pandemia um relatório de 226 páginas com possíveis crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro durante a …

Simulação virtual mais realista de sempre do Universo é revelada

Um dos aspectos mais incríveis da simulação é que mostra a evolução da matéria durante praticamente os 13,8 bilhões de anos de história do Universo, desde o Big Bang até a atualidade. Uma equipe internacional de …

Asteroide que dizimou dinossauros determinou sucesso das cobras, aponta estudo

As cobras devem seu sucesso na Terra, em parte, ao asteroide que atingiu o planeta há 66 milhões de anos e levou à extinção dos dinossauros, de acordo com um estudo publicado nesta terça-feira (14/9) …

“Abandonados pelo resto do mundo”: África vacinou apenas cerca de 3% da população contra a Covid

As autoridades alertam para os baixos índices de vacinação contra a Covid-19 no continente africano. Segundo dados divulgados nesta terça-feira, cerca de 3,5% da população foi totalmente imunizada contra o coronavírus. O balanço foi anunciado …