Haddad: “Não se admite no Brasil de hoje o confronto de ideias”

Wilson Dias / Agência Brasil

Fernando Haddad

O ex-candidato presidencial, Fernando Haddad, referiu na terça-feira (22), em uma palestra em Lisboa, que o confronto de ideias deixou de ser permitido no país e que, agora, quem critica é visto como estando “torcendo contra o Brasil”.

Não se admite no Brasil de hoje o confronto de ideias, e se você critica, você está torcendo contra o Brasil. É assim que é vista a crítica: como uma torcida contra o país, e não como a correção de um governo que em 20 dias provocou pequenos desastres”, disse, em uma palestra na Casa do Alentejo, em Lisboa.

Haddad concorreu em outubro às eleições pelo Partido dos Trabalhadores (PT), sendo derrotado por Jair Bolsonaro (extrema-direita).

O ex-candidato, antigo prefeito de São Paulo e ex-ministro da Educação, afirmou que o Brasil tem vivido uma crise desde 2013, tendo o ‘impeachment’ a Dilma Rousseff, em 2016, marcado uma “mudança de regime” que tem ameaçado os direitos dos cidadãos.

“Eu falo de uma mudança de regime porque efetivamente, para aqueles comprometidos com as jornadas democráticas de obtenção de direitos, e que têm mais ao menos a lembrança de como isso tudo começou, as revoluções em 2018 e 2019, trouxeram a lembrança de que isso exigia muita luta: dos trabalhadores, das mulheres, dos negros. Nada veio de graça no campo da democracia”, disse Fernando Haddad, para uma plateia de cerca de 400 pessoas.

O ex-candidato à presidência assinalou que esses direitos estão em jogo quando se “perde para a extrema-direita“.

“Quando você perde para a direita, para a centro-direita, tem uma parte disso que é preservada, ninguém discute. Mas quando você perde para a extrema-direita, sobretudo dessa natureza, que assumiu o governo do Brasil, tudo está em discussão”, disse, referindo-se ao governo de Bolsonaro.

O ex-ministro da Educação foi crítico do presidente, brincando que, caso a eleição tivesse sido por sorteio, “tinha 11 de 12 avos de tirar um candidato melhor”.

“Não é uma simples alternância de poder, o que aconteceu. Nós não estaríamos tão apreensivos se uma pessoa razoável tivesse ganhado a eleição. Não é porque o PT perdeu, é em função de quem ganhou que há essa apreensão”, acrescentou.

“Ato impensável” alterar a embaixada

Haddad criticou o “ato impensável” de alterar a embaixada brasileira em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, apontando as consequências.

“Hoje a Árabia Saudita anunciou o descredenciamento de quase todos os frigoríficos brasileiros [contentores com produtos de origem brasileira], em função de um ato impensável”, disse, referindo-se à decisão do governo em alterar a embaixada em Israel.

Para Haddad, compete à esquerda “oferecer uma alternativa”, acrescentando que é necessário “elaborar um projeto de diálogo interpopular” para encontrar uma solução.

“Quando há uma crise, quem está com o discurso populista na ponta da língua é a extrema-direita”, referiu, destacando que o projeto “não tem futuro” e que surgem com discursos “muito fáceis nos momentos de angústia”.

Haddad, de 55 anos, faz uma visita a Portugal e Espanha, juntamente com o também antigo responsável pela pasta da Educação no governo brasileiro, Tarso Genro.

Na sua intervenção, Genro, também ex-governador do estado de Rio Grande do Sul, justificou a visita à Península Ibérica para uma articulação com “dois países que são fundamentais para o futuro da América Latina: Portugal e Espanha”.

Os dois políticos tiveram várias reuniões com membros de partidos de esquerda e de centro-esquerda portugueses e brasileiros, tendo Tarso Genro apontado a vontade do PT em “beber dessa fonte”.

O antigo governador de Rio Grande do Sul mostrou o interesse na criação, “particularmente em Portugal e Espanha (…) de uma rede de resistência, de informação, de combate ideológico e de princípios” para combater “o fascismo, a reação política e a degradação completa dos direitos sociais e fundamentais”.

Ciberia, Lusa // ZAP

COMPARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Conversa fiada de perdedor. Nos últimos 16 anos a direita esteve nas mãos dos esquerdopatas e nos 08 anteriores, perfazendo 24 anos (que é tempo para cacete) nas mãos do FHC, também de esquerda. Apenas a direita não ficou com mimimi… aguentou o quanto pode a roubalheira e o aparelhamento do estado para permanecer no poder, como fazem os esquerdoides, vide Cuba, Russia, China, Venezuela, Bolivia etc… Que merda de Democracia é essa? Quantos milhões morreram para determinar o poder permanente dos comunistas??? Ora Vá…

  2. O infeliz candidato derrotado deve está sofrendo de falta de entendimento das reais circunstâncias. O confronto de ideias continua sendo muito bem vindo no atual governo, aliás é até muito mais vem vindo do que nos desmandos do desgoverno do PT. O que não pode é usar frases de efeito do tipo “um governo que em 20 dias provocou pequenos desastres.” Quais são esses pequenos desastres? Que tal os desastres gigantescos dos anos de Lula / Dilma no poder?
    Dizer que “compete à esquerda “oferecer uma alternativa”, é necessário “elaborar um projeto de diálogo interpopular” para encontrar uma solução.”
    Como sempre são palavras ao vento de pessoas desqualificadas e despreparadas que estavam levando o país ao abismo. Infelizmente a esquerda brasileira e latino americana, é ainda mais despreparada do que a direita, que também carece muito de preparo.

  3. Bolsonaro está sendo elogiado pela maior parte dos brasileiros, inclusive eu. Aqueles que mamaram muito tempo nas tetas do governo agora estão achando falta e por isso estão chorando, assim como: artistas, invasores de terras, Rede Globo de Televisão e outros. Agora nosso Presidente é serio e honesto, por isso querem incriminar o filho para dar confronto, mas isso não vão conseguir. Foi um final feliz à nós brasileiros a vitória de Bolsonaro. Esperamos que nunca mais esse PT venha a governar o nosso belo País.
    Se Hadad fosse o vencedor muitos brasileiro já teriam saído do Brasil, mas a mão de Deus nos ajudou.
    Pergunto: se gostam do comunismo porque não se retiram do Brasil em direção a: Russia, Cuba, China etc. países comunistas. Seria o nosso maior alívio

  4. Tem gente que se diz democrata, desde que seja feita a sua vontade. Este cidadão que perdeu a eleição nada sabe de democracia, pois se soubesse respeitaria o voto majoritário do povo brasileiro.

  5. Em quantos inquéritos criminais o Haddad está envolvido até o pescoço, mesmo? Logo, logo, ele terá muitas oportunidades de confrontar as suas ideias com as dos magistrados brasileiros. Em seguida, poderá discutir o assunto com o seu instituidor, o Lula, durante muitos anos, sem que ninguém os incomode.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Secularismo e tolerância a minorias predizem a prosperidade de um país

Pesquisadores da Universidade de Bristol e Universidade do Tennesse analisaram dados de quase 500 mil pessoas de 109 países e concluíram que mudanças na cultura geralmente vêm antes da melhora na riqueza, educação e democracia. Os …

Estudo: declínio de abelhas se aproxima da extinção em massa

De acordo com um novo estudo liderado por cientistas da Universidade de Ottawa (Canadá), a probabilidade de uma população de abelhas sobreviver em qualquer lugar diminuiu 30% no curso de uma geração humana. Os pesquisadores sugerem …

Pesquisador diz ter descoberto droga capaz de apagar memória ruim de separação amorosa

Um pesquisador de Montreal, no Canadá, diz ter encontrado uma maneira de acabar com o sofrimento causado por uma separação traumática — ele "edita" as memórias dolorosas usando um betabloqueador e sessões de terapia. Alain Brunet …

Documento revela que Facebook poderia ter virado uma "Wikipédia da vida privada"

Steven Levy, conhecido editor da Wired, conseguiu colocar as mãos em algo que ele talvez nunca imaginou encontrar: um diário de Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook, datado de 2006 e que mostra algumas …

Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa

Na próxima semana, a Agência Espacial Europeia (ESA) vai destruir um satélite, lançando-o em direção à atmosfera da Terra, só para vê-lo queimar durante a reentrada. Sim, tudo de propósito. Trata-se de um experimento muito …

Pé Grande vagueia pelo Reino Unido enquanto centenas de relatos são registrados

Apesar de a lenda do Pé Grande ser tipicamente americana, centenas de pessoas relataram ter visto a enigmática criatura em diversas localidades do Reino Unido. Se por um lado o Reino Unido é um país relativamente …

Um terço de todas as espécies de animais e plantas pode desaparecer em 50 anos

Um novo estudo da Universidade do Arizona (EUA) estimou que um terço de todas as espécies de plantas e animais do planeta pode ser extinta em até 50 anos devido aos efeitos da mudança climática. Para …

Huawei ataca governo dos EUA e lembra caso Snowden

Em comunicado publicado nesta quinta-feira (13), a Huawei voltou a se defender dos ataques feitos pelos Estados Unidos nesta semana, afirmando que, se tem alguém envolvido com espionagem internacional, esse alguém é justamente o governo …

Os efeitos políticos e religiosos do encontro entre Lula e o papa

Reunião no Vaticano vai além de troca de gentilezas entre dois líderes sul-americanos. Para especialistas, audiência tem repercussões para o ex-presidente, o PT e a própria Igreja Católica, que vive disputa de poder. A reunião entre …

Candidato de Macron à prefeitura de Paris renuncia devido a escândalo sexual

Reviravolta na campanha pelas eleições municipais em Paris a apenas um mês da votação. O candidato do partido presidencial, Benjamin Griveaux, renunciou nesta sexta-feira (14) à corrida pela prefeitura da capital. A decisão foi anunciada …