Harley-Davidson se rende à Europa e transfere parte da produção para fora dos EUA

Um jogo de cintura para fugir das taxas alfandegárias impostas pela UE. A Harley-Davidson estima que as tarifas impostas prejudiquem seu negócio, traduzindo-se em um custo adicional de 2.200 dólares, cerca de R$ 8.300, por cada moto exportada. Assim, a empresa vai transferir parte da produção para a Europa.

Nesta segunda-feira (25), a famosa fabricante de motocicletas Harley-Davidson anunciou que vai transferir parte da sua produção dos Estados Unidos para outros países, a fim de evitar as tarifas impostas pela União Europeia, mas disputa entre a Casa Branca e a Europa ameaça as vendas internacionais da empresa.

Em retaliação às tarifas impostas pelo governo dos Estados Unidos sobre o aço e o alumínio, a União Europeia impôs tarifas este mês a uma longa lista de exportações americanas politicamente sensíveis, incluindo motocicletas.

A empresa estima que a nova taxa irá custar entre 90 a 100 milhões de dólares por ano, cerca de 340 a 378 de reais.

Em comunicado, a Harley-Davidson, sediada em Wisconsin, informou ao regulador que a tarifa de 25% irá se traduzir em um custo adicional de 2.200 dólares por cada moto exportada dos Estados Unidos para a União Europeia, que a empresa não quer refletir no preço final a ser pago pelo consumidor, informa o Jornal de Negócios.

Até o fim deste ano, o impacto das tarifas nas contas da fabricante será de 30 a 45 milhões de dólares. Segundo a Slate, a tarifas sobre as motos aumentaram de 6% para 31%. Para contornar o problema, a empresa irá transferir parte da sua produção para a Europa nos próximos 9 a 18 meses.

“A Harley-Davidson acredita que o tremendo aumento dos custos, se passado para os revendedores e clientes de retalho, terá um impacto negativo, imediato e duradouro, no negócio nessa região”, refere a empresa, no comunicado citado pela Reuters.

A Europa é o segundo maior mercado da empresa. No ano passado, a Harley-Davidson vendeu quase 40 mil motos na Europa, que representaram 14% das vendas totais.

Ainda assim, a fabricante tem feito muitos esforços para aumentar suas vendas no exterior, para evoluir dos atuais 43% do volume total para 50%. Depois de suas vendas para o exterior terem caído para o valor mais baixo dos últimos seis anos, a empresa anunciou o fechamento da sua unidade de produção em Kansas City, Missouri.

A Harley-Davidson não adiantou, porém, se os funcionários vão perder o emprego. No entanto, se a transferência levar a cortes de empregos ou não, a “icônica marca americana movimenta a fabricação no exterior” não é o tipo de manchete que o governo de Trump espera que suas agressivas táticas comerciais gerem.

Harley-Davidson se rendeu à Europa, acusa Trump

Também nesta segunda, o presidente norte-americano se pronunciou sobre o assunto, criticando a decisão da fabricante Harley-Davidson de transferir uma parte da sua produção para a Europa, informou a Renascença.

“Surpreendido”, Donald Trump acusa a empresa que é um dos símbolos dos Estados Unidos de ter sido a primeira “a levantar uma bandeira branca“. “Eu lutei arduamente por eles e, no final das contas, não vão pagar tarifas na União Europeia”, disse no Twitter.

As tarifas são apenas uma desculpa para a Harley. Tenham paciência.”

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas revelam nova razão que explica dependência do álcool

De acordo com um novo estudo, a dependência do álcool tem uma relação direta com as mudanças climáticas: quanto mais frio é o clima e menos incidência de sol, mais as pessoas tendem a consumir …

Cientistas encontraram pássaro que é três espécies em uma só

Cientistas encontraram um pássaro incomum na Pensilvânia, que guarda um incrível segredo genético: a toutinegra é o híbrido de três espécies diferentes de pássaros. Uma equipe de cientistas encontrou um pássaro incomum na Pensilvânia, cuja mãe …

Hitler abraçou uma menina judia; 85 anos depois, a foto foi a leilão

Uma foto de 1933 mostra o ditador nazista ao lado de uma menina de seis anos de idade cuja avó era judia. A imagem, com uma dedicatória assinada por Hitler, foi arrematada em leilão por …

No deserto mais seco do mundo, a chuva mata

No deserto mais seco e mais antigo da Terra, as coisas não funcionam da mesma maneira que em outros lugares. A água, por exemplo, não é uma bênção. No deserto do Atacama, no Chile, as …

CIA pensou em usar “soro da verdade” nos interrogatórios do 11 de setembro

O “Projeto Medicação” foi posto de lado em 2003, mas, até lá, os médicos da CIA estudaram a hipótese de substituir as violentas técnicas de interrogatório pelo uso de um “soro da verdade” que fizesse …

Distração de professora provoca ferimentos em 40 crianças na China

A distração de uma professora que se esqueceu de apagar uma luz ultravioleta em uma escola de Tianjin, perto de Pequim, causou ferimentos e queimaduras em mais de 40 crianças, informou nesta sexta-feira a imprensa …

Hábito diário pode ajudar a prever morte prematura

A velocidade com que caminhamos fornece muitas pistas sobre o nosso estado de saúde e pode mesmo ajudar a prever uma morte prematura.  Segundo um novo estudo, realizado o por cientistas da Universidade do Sul …

Assassino de John Lennon sente “mais vergonha” a cada dia que passa

Mark David Chapman, que assassinou John Lennon em 1980, disse a um conselho de condicional que se sente “mais e mais envergonhado” a cada ano que passa por ter assassinado o ex-Beatle. “Há 30 anos, eu …

Submarino argentino ARA San Juan é achado um ano após ter desaparecido com 44 tripulantes

A carcaça do submarino argentino Ara San Juan, desaparecido desde 15 de novembro de 2017 com 44 tripulantes a bordo, foi localizada no fundo do oceano Atlântico, a 800 metros de profundidade, a leste da …

Cientistas determinam qual foi o pior período na história da humanidade

Cientistas americanos chegaram à conclusão de que em 536 d.C., "um dos períodos mais terríveis" começou na história da humanidade. Segundo o historiador medieval Michael McCormick, arqueólogo da Universidade de Harvard, um "nevoeiro misterioso" caiu sobre a …