Guerra comercial entre a China e os EUA já envolve armamento real

Kevin Lamarque / Reuters

Donald Trump

A ameaça de sanções por parte dos EUA obriga Pequim a mostrar a Washington seu poderio militar, afirmou o analista de guerra Minnie Chan em entrevista à edição chinesa South China Morning Post.

Devido à recente escalada de tensões provada pela guerra comercial entre a China e os EUA, na quinta-feira (5), a China iniciou manobras navais em grande escala para responder aos exercícios militares de três porta-aviões da frota dos EUA, deslocados para a região.

No total, mais de 40 navios das frotas do Norte, do Leste e do Sul participaram das manobras chinesas.

De acordo com as declarações do especialista militar Minnie Chan ao South China Morning Post, os treinos mostram a determinação do país asiático em defender seus interesses econômicos.

No entanto, outro analista militar, Zhou Chenming, citado pelo mesmo jornal, considera que “a China quer demonstrar ao mundo o seu compromisso com a defesa dos resultados das reformas econômicas alcançadas nos últimos 40 anos”.

O mesmo especialista ressaltou também que, “para os EUA, assim como para a China, o poderio militar é uma das ferramentas do governo para defender os interesses nacionais”.

No dia 3 de abril, o Escritório do Representante de Comércio dos EUA (USTR, na sigla em inglês) anunciou que aplicaria tarifas sobre as importações de 1,3 mil produtos chineses, num valor total de 50 bilhões de dólares.

Dois dias depois, o presidente norte-americano, Donald Trump, afirmou estar disposto a aumentar as tarifas em até 100 bilhões de dólares. Por sua vez, o Ministério do Comércio da China anunciou a introdução de tarifas aduaneiras contra 128 produtos provenientes dos EUA.

Quando os EUA anunciaram a imposição de tarifas sobre produtos chineses, disseram que a União Europeia ficava fora da guerra comercial, ainda que apenas com caráter “temporário”.

Ciberia // Sputnik / ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …

Ministro da Saúde diz que não há mudança de estratégia para a Coronavac

No início desta segunda-feira (21), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, revelou que não haverá qualquer mudança de estratégia para a aplicação da CoronaVac. A declaração do ministro foi feita em audiência ao Senado Federal, revelando …

Há 80 anos, Hitler invadia a URSS – e começava a perder a guerra

Adolf Hitler e seus generais vinham planejando há meses para este momento. No domingo, 22 de junho de 1941, havia chegado a hora: às 3h15 da manhã, a Wehrmacht, forças armadas nazistas, atacou a União …

Com apenas 2% da população imunizada, África quer fabricar suas próprias vacinas anticovid

A África do Sul anunciou nesta segunda-feira a primeira etapa para capacitar seu continente na produção de vacinas anticovid. A conclusão do projeto ainda não tem data prevista, mas a iniciativa já é vista …

Pessoas feias superestimam drasticamente suas aparências

Pessoas pouco atraentes parecem menos capazes de julgar com precisão sua própria atratividade, e tendem a superestimar sua aparência. Não faltam disparidades entre pessoas atraentes e pouco atraentes. Estudos mostram que os mais belos entre nós …

Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico. A agência de …

China supera marca de 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 aplicadas

Quantia representa mais de um terço das doses aplicadas no mundo. Após início lento da imunização, autoridades chinesas querem vacinar completamente 40% da população até o final de junho. O número de doses de vacinas contra …

Brasileiros protestam no exterior contra Bolsonaro e gestão da epidemia

Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de várias capitais brasileiras neste sábado para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e sua gestão da pandemia, que já deixou mais de meio milhão de …

Relíquia do Jurássico: descoberto animal marinho cuja espécie vive há 180 milhões de anos

Um grupo de pesquisadores descreveu uma nova espécie de ofíuros – um animal marinho parecido com as estrelas-do-mar, que recebeu o nome de Ophiojura, informou nesta quinta-feira (17) Tim O’Hara, curador dos Museus Victoria (Austrália) …