Historiador diz que encontrou o primeiro retrato real de Jesus Cristo

Um historiador inglês, que há 30 anos estuda a vida de Jesus Cristo e a Bíblia, acredita que encontrou o primeiro retrato verdadeiro do Messias. A imagem está numa moeda e ilustra um rei guerreiro que, segundo o pesquisador, é Jesus Cristo.

Ralph Ellis garante ter encontrado o que seria o primeiro retrato real de Jesus Cristo. O chamado Messias é uma das imagens mais pintadas do mundo, mas, na verdade, não há nenhuma prova que ilustre como ele era na realidade.

As imagens que conhecemos de Jesus Cristo resultam de uma criação que se vulgarizou como autêntica, graças ao fato de ter sido assumida como real pela Igreja Católica.

Mas, agora, Ralph Ellis acredita que descobriu a prova que pode mudar tudo o que tínhamos como certo a respeito de Jesus. O pesquisador alega que a figura com barba e uma coroa que ilustra uma moeda de bronze, com 24 milímetros, datada do século I, representa o Messias.

A moeda está catalogada como pertencendo ao rei Izas Manu que liderou o Reino de Edessa, na Mesopotâmia, no território que é hoje, o sudeste da Turquia.

Ralph Ellis / Facebook

Moeda do século I com o rei Izas Manu que, segundo o historiador Ralph Ellis, é Jesus Cristo

Moeda do século I com o rei Izas Manu que, segundo o historiador Ralph Ellis, é Jesus Cristo

Ralph Ellis disse ao jornal britânico The Sun que está absolutamente convencido de que este rei Izas Manu e Jesus Cristo são a mesma pessoa, considerando que estamos perante “uma das mais importantes descobertas da história moderna”.

Investigação controversa

A tese é divulgada pelo pesquisador de 59 anos na altura em que lançou, no Reino Unido, o livro “Jesus, Rei de Edessa”, onde expõe detalhes da sua pesquisa.

Ellis defende que o rei retratado na moeda ficou conhecido, depois de morrer, como “Rei Izas Manu” ou como “Jesus Emanuel” – nome pelo qual é também conhecido Jesus Cristo.

Segundo a Bíblia, Jesus Cristo era um pregador pacifista que foi crucificado por Pôncio Pilatos, com receio da crescente adoração do povo ao chamado “Rei dos Judeus” e de uma possível revolta contra o domínio do Império Romano.

Ellis alega que a história bíblica coincide com os fatos históricos em torno do rei Izas Manu que teria lutado para libertar a Judeia dos romanos. O pesquisador afirma ainda que há relatos de que ambos eram judeus nazarenos, que viviam na cidade de Jerusalém no século I e que os dois vistos eram como uma ameaça pelos romanos.

“A ligação entre Jesus Emanuel e o rei Izas Manu é controversa, para dizer o mínimo, mas as semelhanças são muito grandes para serem meras coincidências“, destaca o historiador citado pelo diário britânico The Daily Mail.

A sua tese está sendo contestada por vários especialistas que lhe apontam “inconsistências”, conforme atesta o jornal. “A moeda síria que diz ‘Rei Manu’ em Aramaico foi aparentemente cunhada para Manu VIII que é conhecido por ter vivido cerca de 70 anos depois de Izas Manu VI“, salienta a publicação, dando voz aos críticos de Ellis.

Mas o pesquisador garante que a moeda é mais antiga e considera que as críticas têm a ver com “fundamentalismo religioso”.

“Jesus é sempre retratado como um príncipe pobre da paz que esteve confusamente envolvido numa revolução desconhecida, nos anos 30 d.C.. A minha pesquisa coloca-o na linha de tempo histórica, desde os anos 30 d.C. a 60 d.C., e o torna uma figura chave na Grande Guerra Judia-Romana“, salienta Ellis ao The Daily Mail.

Para o historiador é certo que Jesus Cristo foi, de fato, “um rei guerreiro que desafiou o poder do Império Romano em 68 d.C. e pagou o preço”, sendo crucificado.

Em outro livro já publicado, Ralph Ellis alega que Jesus Cristo é bisneto de Cleópatra, a rainha mais famosa do Egito. E em outra obra avança com a ideia de que Jesus Cristo e Maria Madalena eram reis e “o casal mais rico da Sírio-Judeia“, salientando que o Messias está na base da lenda do “Rei Artur” e dos Cavaleiros da Távola Redonda.

// ZAP

COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Ignorante, estudou por 30 anos e m não sabe nada. Mais um que quer só se aparecer. Com certeza Jesus nao era cabeludo e desleixado como as imagens da igreja catolica o mostram, mas a ideia desse psudo pesquisador é ainda mais escrota, Jesus um rei do passado! Jesus disse que o reino dele não faz parte desse mundo, então esse pesquisador deve saber ler e interpretar os textos que deve ser uma beleza.

    • “Jesus nao era cabeludo e desleixado como as imagens da igreja catolica o mostram”
      WOw, Voce sabe como ele era? tu esta la por acaso???
      E desde quando a igreja criou algum padrão para a aparência de Jesus? mania de implicar com a igreja…
      Jesus era representado de varias formas, porem, a imagem de Jesus com barba e cabelos compridos se popularizou a partir do seculo 3, provavelmente por causa da popularização da imagem do sudario de edessa.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Nokia é a marca de Android mais durável e segura, aponta pesquisa

A Counterpoint Research divulgou um novo relatório sobre o índice de confiabilidade das fabricantes de smartphones e destacou o desempenho da HMD/Nokia, que liderou o ranking pelo segundo ano. Em resumo, a empresa foi a …

Rejeição à França aumenta no mundo islâmico

Após governo Macron sair em defesa do secularismo e iniciar ofensiva contra o islã radical, líderes como o presidente turco Erdogan passam a insuflar suas populações como forma de distração de problemas internos. Na esteira do …

Meteoro explode no céu e causa tremor em cidades da Bahia

Um meteoro brilhou nos céus de algumas cidades da Bahia nesta segunda-feira (26). O bólido (nome que recebem os meteoros que explodem na atmosfera terrestre tornando-se extremamente brilhantes), foi detectado e registrado por câmeras de …

O salmão consumido no Brasil está acabando com a costa chilena

Comer em um rodízio de japonês pode soar como uma ótima ideia para quem gosta das iguarias orientais. O que muita gente não sabe é que o salmão comprado como matéria prima em restaurantes do …

Motor nuclear projetado para NASA poderá transportar humanos para Marte em apenas 3 meses

A NASA tem como meta enviar a primeira tripulação humana para Marte em 2030, e certa inovação poderá fazer a jornada de mais de 64 milhões de quilômetros em apenas três meses, em vez de …

Imunidade ao coronavírus 'diminui rapidamente' em assintomáticos, diz estudo britânico

Um estudo britânico publicado nesta terça-feira mostra que a imunidade adquirida por pessoas curadas do novo coronavírus "diminui muito rapidamente", especialmente em pacientes assintomáticos e, em certos casos, pode durar apenas alguns meses. O trabalho …

Senado dos EUA aprova indicada de Trump para Suprema Corte

A poucos dias das eleições americanas, Amy Barrett é confirmada para a vaga por 52 votos a 48. Conservadora e católica devota, ela substitui Ruth Bader Ginsburg, uma das mais célebres figuras progressistas do tribunal. O …

NASA descobre grandes quantidades de água em cratera iluminada na Lua

Nesta segunda-feira (26), a NASA revelou os resultados de dois estudos que trouxeram novas descobertas sobre a Lua: dados obtidos pelo observatório aéreo Stratospheric Observatory for Infrared Astronomy (SOFIA) confirmam, pela primeira vez, que existe …

Ciclone no litoral brasileiro pode causar tempestades em 9 estados

Um ciclone no litoral brasileiro já está causando graves chuvas em diversas regiões do Brasil e seus impactos podem causar tempestades em 9 estados. O Instituto Nacional de Metereologia (Inmet) emitiu sinal de alerta para diversas …

Processo contra o Google nos EUA pode afetar o modo como você usa seu celular

Na última terça-feira (23), o Departamento de Justiça dos EUA entregou um "presente de Halloween" pouco agradável ao Google: um gigantesco processo antitruste, acusando a empresa de práticas que eliminam a competição nos mercados de …