Historiador diz que encontrou o primeiro retrato real de Jesus Cristo

Um historiador inglês, que há 30 anos estuda a vida de Jesus Cristo e a Bíblia, acredita que encontrou o primeiro retrato verdadeiro do Messias. A imagem está numa moeda e ilustra um rei guerreiro que, segundo o pesquisador, é Jesus Cristo.

Ralph Ellis garante ter encontrado o que seria o primeiro retrato real de Jesus Cristo. O chamado Messias é uma das imagens mais pintadas do mundo, mas, na verdade, não há nenhuma prova que ilustre como ele era na realidade.

As imagens que conhecemos de Jesus Cristo resultam de uma criação que se vulgarizou como autêntica, graças ao fato de ter sido assumida como real pela Igreja Católica.

Mas, agora, Ralph Ellis acredita que descobriu a prova que pode mudar tudo o que tínhamos como certo a respeito de Jesus. O pesquisador alega que a figura com barba e uma coroa que ilustra uma moeda de bronze, com 24 milímetros, datada do século I, representa o Messias.

A moeda está catalogada como pertencendo ao rei Izas Manu que liderou o Reino de Edessa, na Mesopotâmia, no território que é hoje, o sudeste da Turquia.

Ralph Ellis / Facebook

Moeda do século I com o rei Izas Manu que, segundo o historiador Ralph Ellis, é Jesus Cristo

Moeda do século I com o rei Izas Manu que, segundo o historiador Ralph Ellis, é Jesus Cristo

Ralph Ellis disse ao jornal britânico The Sun que está absolutamente convencido de que este rei Izas Manu e Jesus Cristo são a mesma pessoa, considerando que estamos perante “uma das mais importantes descobertas da história moderna”.

Investigação controversa

A tese é divulgada pelo pesquisador de 59 anos na altura em que lançou, no Reino Unido, o livro “Jesus, Rei de Edessa”, onde expõe detalhes da sua pesquisa.

Ellis defende que o rei retratado na moeda ficou conhecido, depois de morrer, como “Rei Izas Manu” ou como “Jesus Emanuel” – nome pelo qual é também conhecido Jesus Cristo.

Segundo a Bíblia, Jesus Cristo era um pregador pacifista que foi crucificado por Pôncio Pilatos, com receio da crescente adoração do povo ao chamado “Rei dos Judeus” e de uma possível revolta contra o domínio do Império Romano.

Ellis alega que a história bíblica coincide com os fatos históricos em torno do rei Izas Manu que teria lutado para libertar a Judeia dos romanos. O pesquisador afirma ainda que há relatos de que ambos eram judeus nazarenos, que viviam na cidade de Jerusalém no século I e que os dois vistos eram como uma ameaça pelos romanos.

“A ligação entre Jesus Emanuel e o rei Izas Manu é controversa, para dizer o mínimo, mas as semelhanças são muito grandes para serem meras coincidências“, destaca o historiador citado pelo diário britânico The Daily Mail.

A sua tese está sendo contestada por vários especialistas que lhe apontam “inconsistências”, conforme atesta o jornal. “A moeda síria que diz ‘Rei Manu’ em Aramaico foi aparentemente cunhada para Manu VIII que é conhecido por ter vivido cerca de 70 anos depois de Izas Manu VI“, salienta a publicação, dando voz aos críticos de Ellis.

Mas o pesquisador garante que a moeda é mais antiga e considera que as críticas têm a ver com “fundamentalismo religioso”.

“Jesus é sempre retratado como um príncipe pobre da paz que esteve confusamente envolvido numa revolução desconhecida, nos anos 30 d.C.. A minha pesquisa coloca-o na linha de tempo histórica, desde os anos 30 d.C. a 60 d.C., e o torna uma figura chave na Grande Guerra Judia-Romana“, salienta Ellis ao The Daily Mail.

Para o historiador é certo que Jesus Cristo foi, de fato, “um rei guerreiro que desafiou o poder do Império Romano em 68 d.C. e pagou o preço”, sendo crucificado.

Em outro livro já publicado, Ralph Ellis alega que Jesus Cristo é bisneto de Cleópatra, a rainha mais famosa do Egito. E em outra obra avança com a ideia de que Jesus Cristo e Maria Madalena eram reis e “o casal mais rico da Sírio-Judeia“, salientando que o Messias está na base da lenda do “Rei Artur” e dos Cavaleiros da Távola Redonda.

// ZAP

COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Ignorante, estudou por 30 anos e m não sabe nada. Mais um que quer só se aparecer. Com certeza Jesus nao era cabeludo e desleixado como as imagens da igreja catolica o mostram, mas a ideia desse psudo pesquisador é ainda mais escrota, Jesus um rei do passado! Jesus disse que o reino dele não faz parte desse mundo, então esse pesquisador deve saber ler e interpretar os textos que deve ser uma beleza.

    • “Jesus nao era cabeludo e desleixado como as imagens da igreja catolica o mostram”
      WOw, Voce sabe como ele era? tu esta la por acaso???
      E desde quando a igreja criou algum padrão para a aparência de Jesus? mania de implicar com a igreja…
      Jesus era representado de varias formas, porem, a imagem de Jesus com barba e cabelos compridos se popularizou a partir do seculo 3, provavelmente por causa da popularização da imagem do sudario de edessa.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …