Historiador diz que encontrou o primeiro retrato real de Jesus Cristo

Um historiador inglês, que há 30 anos estuda a vida de Jesus Cristo e a Bíblia, acredita que encontrou o primeiro retrato verdadeiro do Messias. A imagem está numa moeda e ilustra um rei guerreiro que, segundo o pesquisador, é Jesus Cristo.

Ralph Ellis garante ter encontrado o que seria o primeiro retrato real de Jesus Cristo. O chamado Messias é uma das imagens mais pintadas do mundo, mas, na verdade, não há nenhuma prova que ilustre como ele era na realidade.

As imagens que conhecemos de Jesus Cristo resultam de uma criação que se vulgarizou como autêntica, graças ao fato de ter sido assumida como real pela Igreja Católica.

Mas, agora, Ralph Ellis acredita que descobriu a prova que pode mudar tudo o que tínhamos como certo a respeito de Jesus. O pesquisador alega que a figura com barba e uma coroa que ilustra uma moeda de bronze, com 24 milímetros, datada do século I, representa o Messias.

A moeda está catalogada como pertencendo ao rei Izas Manu que liderou o Reino de Edessa, na Mesopotâmia, no território que é hoje, o sudeste da Turquia.

Ralph Ellis / Facebook

Moeda do século I com o rei Izas Manu que, segundo o historiador Ralph Ellis, é Jesus Cristo

Moeda do século I com o rei Izas Manu que, segundo o historiador Ralph Ellis, é Jesus Cristo

Ralph Ellis disse ao jornal britânico The Sun que está absolutamente convencido de que este rei Izas Manu e Jesus Cristo são a mesma pessoa, considerando que estamos perante “uma das mais importantes descobertas da história moderna”.

Investigação controversa

A tese é divulgada pelo pesquisador de 59 anos na altura em que lançou, no Reino Unido, o livro “Jesus, Rei de Edessa”, onde expõe detalhes da sua pesquisa.

Ellis defende que o rei retratado na moeda ficou conhecido, depois de morrer, como “Rei Izas Manu” ou como “Jesus Emanuel” – nome pelo qual é também conhecido Jesus Cristo.

Segundo a Bíblia, Jesus Cristo era um pregador pacifista que foi crucificado por Pôncio Pilatos, com receio da crescente adoração do povo ao chamado “Rei dos Judeus” e de uma possível revolta contra o domínio do Império Romano.

Ellis alega que a história bíblica coincide com os fatos históricos em torno do rei Izas Manu que teria lutado para libertar a Judeia dos romanos. O pesquisador afirma ainda que há relatos de que ambos eram judeus nazarenos, que viviam na cidade de Jerusalém no século I e que os dois vistos eram como uma ameaça pelos romanos.

“A ligação entre Jesus Emanuel e o rei Izas Manu é controversa, para dizer o mínimo, mas as semelhanças são muito grandes para serem meras coincidências“, destaca o historiador citado pelo diário britânico The Daily Mail.

A sua tese está sendo contestada por vários especialistas que lhe apontam “inconsistências”, conforme atesta o jornal. “A moeda síria que diz ‘Rei Manu’ em Aramaico foi aparentemente cunhada para Manu VIII que é conhecido por ter vivido cerca de 70 anos depois de Izas Manu VI“, salienta a publicação, dando voz aos críticos de Ellis.

Mas o pesquisador garante que a moeda é mais antiga e considera que as críticas têm a ver com “fundamentalismo religioso”.

“Jesus é sempre retratado como um príncipe pobre da paz que esteve confusamente envolvido numa revolução desconhecida, nos anos 30 d.C.. A minha pesquisa coloca-o na linha de tempo histórica, desde os anos 30 d.C. a 60 d.C., e o torna uma figura chave na Grande Guerra Judia-Romana“, salienta Ellis ao The Daily Mail.

Para o historiador é certo que Jesus Cristo foi, de fato, “um rei guerreiro que desafiou o poder do Império Romano em 68 d.C. e pagou o preço”, sendo crucificado.

Em outro livro já publicado, Ralph Ellis alega que Jesus Cristo é bisneto de Cleópatra, a rainha mais famosa do Egito. E em outra obra avança com a ideia de que Jesus Cristo e Maria Madalena eram reis e “o casal mais rico da Sírio-Judeia“, salientando que o Messias está na base da lenda do “Rei Artur” e dos Cavaleiros da Távola Redonda.

// ZAP

COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Ignorante, estudou por 30 anos e m não sabe nada. Mais um que quer só se aparecer. Com certeza Jesus nao era cabeludo e desleixado como as imagens da igreja catolica o mostram, mas a ideia desse psudo pesquisador é ainda mais escrota, Jesus um rei do passado! Jesus disse que o reino dele não faz parte desse mundo, então esse pesquisador deve saber ler e interpretar os textos que deve ser uma beleza.

    • “Jesus nao era cabeludo e desleixado como as imagens da igreja catolica o mostram”
      WOw, Voce sabe como ele era? tu esta la por acaso???
      E desde quando a igreja criou algum padrão para a aparência de Jesus? mania de implicar com a igreja…
      Jesus era representado de varias formas, porem, a imagem de Jesus com barba e cabelos compridos se popularizou a partir do seculo 3, provavelmente por causa da popularização da imagem do sudario de edessa.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

China consegue pousar veículo não tripulado em Marte

A China conseguiu neste sábado pousar um veículo autônomo não tripulado em Marte. A fase final da operação Tianwen-1 aconteceu sem falhas, informou a TV estatal chinesa, que transmitiu um programa especial chamado Alo …

Lewandowski permite que Pazuello fique em silêncio na CPI

Ex-ministro da Saúde será obrigado a comparecer ao depoimento, mas não precisará responder perguntas que possam incriminá-lo. No entanto, será obrigado a falar a verdade em fatos e questões relacionados a terceiros. O ministro do Supremo …

Como o coronavírus afeta o fígado

O SARS-CoV-2, vírus causador da covid-19, mudou completamente a cara do mundo que conhecíamos até então. Ele afetou praticamente todos os aspectos da vida cotidiana e causou mudanças substanciais nas ciências da saúde e, portanto, na …

'Síndrome de Havana': lesão cerebral atinge ao menos 130 diplomatas e oficiais americanos, dizem EUA

Diplomatas, agentes da CIA e oficiais de defesa dos EUA relataram sintomas graves da perturbação conhecida como "síndrome de Havana" nas últimas semanas. O elevado número de casos causa espanto. Nas últimas semanas, foram relatados mais …

RJ comunica 1º caso de raiva em cachorro em quase três décadas

Pela primeira vez desde 1995, o Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp) do Rio de Janeiro diagnosticou um caso de raiva animal. A descoberta parte do resultado de perícia no corpo de um cão morto …

O que dizem cientistas sobre isenção de máscaras para vacinados nos EUA

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira (13/05) o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção na maioria das situações para pessoas que já foram completamente vacinadas contra a covid-19. Segundo a nova orientação do …

Putin: Rússia reagirá de maneira devida às ameaças perto de suas fronteiras

Durante reunião com membros do Conselho de Segurança da Rússia nesta sexta-feira (14), o presidente da Rússia pediu que lhe fosse reportado sobre o agravamento do conflito israelo-palestino, que toca diretamente os interesses de segurança …

Covid: 16 mil pessoas foram imunizadas com doses de vacina trocadas no Brasil

Um levantamento de dados da Folha de São Paulo com informações do DataSUS, base de dados do Ministério da Saúde, mostrou que pelo menos 16 mil pessoas receberam doses de vacinas diferentes em seu processo …

Covid-19: diretor do Butantan prevê vacinação lenta até setembro no Brasil

Como diretor do Instituto Butantan desde 2017, Dimas Covas sempre precisou aliar o conhecimento técnico e científico com as particularidades do mundo político que, na visão dele, não parecem seguir uma lógica. E essa necessidade se …

Escalada de violência entre israelitas e palestinianos já fez mais de 100 mortos

O conflito entre israelitas e palestinianos subiu de tom na madrugada de hoje, com o Exército israelita a bombardear a faixa de Gaza. Desde segunda-feira já morreram 119 palestinianos nestes ataques, entre eles 31 …